Translate

domingo, 6 de setembro de 2009

Violência nas rodovias estaduais e federais de Santa Catarina

Violência nas rodovias estaduais e federais de Santa Catarina
Feriadão inicia com 4 mortes
Pelo menos quatro pessoas morreram do início da noite de sexta-feira até a manhã de ontem nas estradas catarinenses. Foram três acidentes, no Planalto Norte, no Meio-Oeste e no Oeste. O mais grave ocorreu em Chapecó, na BR-282, e envolveu cinco veículos.Por volta das 7h30min de ontem, um Fiat Palio, com placas de Chapecó, bateu em um micro-ônibus com estudantes, no km 545 da rodovia, nas proximidades do trevo de acesso ao distrito de Sede Figueira.
Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as vítimas são os ocupantes do Palio: o motorista Diogo Fischer e o carona Elizeu de Oliveira Santos, 19 anos.De acordo com testemunhas, o veículo tentava uma ultrapassagem quando atingiu o micro-ônibus. Havia neblina no momento do acidente. Sete estudantes iam de Pinhalzinho para Chapecó.
Eles foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levadas ao Hospital Regional com ferimentos.Na sequência do acidente do Palio e do micro-ônibus, outros quatro veículos se envolveram no acidente: um caminhão de Pinhalzinho, uma Pampa de Nova Erechim, um Uno de Cotia (SP) e uma motocicleta.
Os motoristas destes carros tiveram apenas escoriações. A pista ficou fechada por pelo menos três horas.Na sexta-feira, por volta de 21h, Amauri Dias Bilik, 19 anos, morreu em um acidente na BR-116, em Papanduva. Ele estava em uma moto com Cristiano Veiga, 16 anos. No km 59,7, próximo ao acesso a Major Vieira, um Astra teria cruzado a pista.
O motociclista não conseguiu evitar a colisão contra a lateral do carro. Ele morreu no local e Veiga teve ferimentos graves.
O motorista do carro, Cleberson Antônio Massaniro, 19 anos, e Márcio José Massaneiro, 33 anos, também ficaram feridos.Na SC-303, em Capinzal, no Meio-Oeste, o motociclista Ilário Kleinschmitt, 52 anos, colidiu contra a lateral de um caminhão.
O acidente ocorreu por volta de 18h de sexta-feira. A vítima estava em uma moto, e, conforme a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), teria invadido a pista contrária na entrada de uma curva.O caminhão era dirigido por Mateus Simione, 21anos, que não ficou ferido no acidente.
Fonte: diários de SC, 06/09/09

4 comentários:

Anônimo disse...

Estradas mal sinalizadas, ultrapassagem irregulares...

Ricardo Conceição disse...

Observem a placa atrás ultrapassagem????

Jurandir Santos disse...

Tem é uma grande placa de atenção!

Sang disse...

A indústria automotiva mede seu desempenho, só, e somente só, a partir da produção, assim só foi um ano bom se a produção foi maior que a anterior, mas esses veículos vão todos para as ruas e estradas, associados ao sistema terceirizado de habilitação de condutores, aqui em Santa Maria por exemplo, tem um Centro de Habilitação de Condutores que a médica dos exames deixaria a Hebe Camargo parecento uma ninfetinha. Daí sai esse bando de retardado, sem cordenação motora nem pra escovar os dentes, pras estradas. E mais, quem terá sido o esperto que um belo dia disse: Vamos pintar uma linha no chão separando o fluxo que ta tudo certo. Veja bem, são toneladas de aço, deslocando-se com velocidade superior a 80 km/h, sendo modesto, com umas múmia no volante se achando o Senna, mas são um bando de Rubinho, e tem uma linha de tinta amarela no chão separando, como????? e ainda com pedestres e ciclistas nos acostamentos.
Somos coniventes com tudo isso, pois eu to aqui escrevendo mas tenho carro, e todos que aqui estão não abrem mão dele, então não chora, ta morrendo pouca gente em vista da zona que é o trânsito, até os cachorro já tem carro, pois foi construído que só os fracassados andam de bicicleta, pra ser bem sucedido tem que ter carro.