Translate

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Faixa de segurança de escola ao lado da EPTC está apagada há mais de um ano

Faixa de segurança de escola ao lado da EPTC está apagada há mais de um ano
Pelas ruas: A prefeitura da Capital lançou ontem uma campanha de conscientização para que os motoristas comecem a parar nas faixas de segurança sempre que um pedestre estiver esperando para atravessar a faixa.
Mas, a falta de pintura em alguns destes pontos e a imprudência dos motoristas podem atrapalhar o trabalho. É o que constata a diretora da Escola Municipal de Educação Infantil Jardim da Praça Cantinho Amigo, Margarete Inês Ruppenthal. Ela afirma que há mais de um ano, está apagada a faixa de segurança em frente à instituição, localizada na Praça Garibaldi, em uma continuação da Rua Olavo Bilac.
Situação foi flagrada um dia depois de a prefeitura lançar campanha de conscientizaçãoA prefeitura da Capital lançou ontem uma campanha de conscientização para que os motoristas comecem a parar nas faixas de segurança sempre que um pedestre estiver esperando para atravessar a faixa. Mas, a falta de pintura em alguns destes pontos e a imprudência dos motoristas podem atrapalhar o trabalho.
É o que constata a diretora da Escola Municipal de Educação Infantil Jardim da Praça Cantinho Amigo, Margarete Inês Ruppenthal. Ela afirma que há mais de um ano, está apagada a faixa de segurança em frente à instituição, localizada na Praça Garibaldi, em uma continuação da Rua Olavo Bilac.
— Coincidentemente a escola fica ao lado da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) e eles não enxergam que a faixa está apagada. A diretora insiste que não encaminhou nenhum pedido de reparação da pista para a EPTC: — É uma vergonha. Acho que é função do dever público verificar e fazer este tipo de coisa. Não temos que estar sempre atrás.
Mas a jornada para chegar até a escola não para por aí para a família dos 98 alunos. Margarete conta que boa parte dos estudantes moram na Vila Lupcínio Rodrigues ou na Rua Getúlio Vargas e que encontram dificuldades para atravessar na faixa de segurança existente pouco depois do Ginásio Tesourinha, na Érico Veríssimo.
Ela pede uma sinaleira no local: — Em frente ao Tesourinha tem um semáforo, mas o local em que as crianças atravessam a rua fica há uma quadro dali. Acho longe para caminhar até lá. É um perigo. Os carros vêm em alta velocidade e nunca param na faixa para a travessia dos pedestres. Contraponto A EPTC informou, por meio da assessoria de imprensa, que está permanentemente pintando as faixas de segurança que são apagadas em função do tempo ou de atividades de recapeamento, entre outras situações.
A empresa pública informou ainda que está programada a repintura de 6 mil faixas e que escolas e hospitais têm total prioridade no cronograma de reparos. O pedido de análise do local será encaminhado para o departamento responsável e se contatada a necessidade de repintura no local, o trabalho deve ocorrer nos próximos dias.
Sobre o pedido de sinaleira, a assessoria de imprensa destacou que a situação será analisada, mas adiantou que a Érico Veríssimo é cheia de semáforos e que, em alguns casos, é preciso caminhar mesmo até a sinaleira mais próxima.
Fonte: zerohora.com, 10/09/09

9 comentários:

Ricardo Conceição disse...

Querem fazer campanha política em cima de campanhas pode???
Prefeito acorda....

Fernanado Rosa disse...

Pedidos, fila de espera vamos fazer igual com nossos voto deixar para depois aí não pode a lei não permite mas essa gente faz o que quer!!!!

Lu Citadin disse...

Hoje começou em Porto Alegre uma campanha de conscientização e segurança para motoristas e pedestres ao atravessar a faixa de segurança....é hora de participar.

Dea Carvalho disse...

Alessandra, bom dia!
Vim retribuir a visita ao blog e agradecer por ter se tornado seguidora. Cheguei aqui e me deparei com um blog motivado pela emoção, escrito com a razão e de extrema utilidade pública. Há 27 anos, minha família também passou pela mesma situação que você. Perdi um irmão querido, que também só tinha 18 anos, atropelado. Apesar de na época eu ter apenas 3 anos, lembro perfeitamente, é uma situação que marca a vida de uma família para sempre.
Parabéns pelo blog, pela luta.
Continue.
Beijo.

Antonio Paulo disse...

Aproveito esse espaço que para solicitar aos responsáveis por essas leís e divulgação que conscientizem o pessoal da EPTC. Pois eles só sabem mesmo é multar como não pintaram essas faixas antes dessa campanha?
Casa de ferreiro espeto de pau. E depois fazem um alarde como se tivessem inventado a roda.

Eliane Jany Barbanti disse...

Olá querida, parabéns pelo blog, ótimas idéias!!! J´´a sou sua seguidora!!
Agradeço sua visita ao Louvor a deus e por tornar-se nossa seguidora TB.
Volte sempre!!
Beijos de Luz.
Eliane

Eliane Jany Barbanti disse...

Olá amiga e colega de trabalho.
Li seu comentário no NUPSEA e achei sua estória muito comoventente.
Você é muito forte por encontrar na sua dor forças para ajudar e prevenir outras pessoas.
Deus esteja convosco. Abençoe e console seu coração sempre!!!
Eliane

Maria José disse...

Tem um selo “SOMOS TODOS IRMÃOS” no meu blog para você. Este selo representa o amor universal. Vamos participar desta corrente de amor, levando luz a todos os nossos irmãos.

Fernanado Rosa disse...

Mas eles arrumam aonde aoarece...