Translate

domingo, 20 de setembro de 2009

Educação no trânsito: direito e dever de todos

Educação no trânsito: direito e dever de todos
Autor : Macileide Ferreira Passos
Considera-se trânsito a utilização das vias (ruas) por pessoas, veículos,animais, isoladas ou em grupo.conduzidos, para fins de circulação, parada, estacionamento e operação de carga ou descarga. Fazem parte do trânsito o homem, o veículo e a via. Quando andamos a pé, de bicicleta ou até mesmo de cavalo ou carroça fazemos parte do trânsito. Deste modo, percebe-se que o trânsito surgiu bem antes do automóvel.
Acontece, porém, que o trânsito fica mais agitado e até difícil com a presença dos veículos. Os automóveis surgem na história da humanidade, para resolver problemas de locomoção e transportes e mudar significativamente a vida das pessoas, pois eles encurtam distâncias, facilitando as coisas, contudo trazem alguns problemas. Os primeiros tipos de transportes do mundo foram movidos por animais. No ano de 1790 foi inventada a bicicleta.
No ano de 1771 começam as primeiras experiências com automóveis que eram a vapor. No ano de 1886 o alemão Carl Benz registra o que ficou conhecido como primeiro automóvel do mundo, era uma espécie de triciclo. Com os veículos surgem os acidentes de trânsito...
O primeiro atropelamento com morte, conhecido pela história, aconteceu em 1846.
Assim, a necessidade de orientar as pessoas que andam pelas ruas sempre foi importante, pois deveriam ser criadas as leis para organizar o trânsito e evitar os acidentes.
O primeiro automóvel do Brasil pertenceu a Henrique Santos Dumont, irmão de Alberto Santos Dumont (inventor do avião), mas ele não era visto pelas ruas, pois dizem que foi comprado para fins de estudo. O segundo automóvel foi do jornalista José do Patrocínio.
Ele convidou o poeta Olavo Bilac para um passeio e saiu pelas ruas “espalhando pânico” entre os moradores. José confiou o volante ao amigo e ele bateu em uma árvore, deslizando por um barranco, nada muito grave, acontecendo aí o primeiro acidente de trânsito com automóvel do país. Como se pode notar os acidentes são comuns, porém mudam a vida das pessoas, por isso foram criadas as legislações de trânsito, que são as normas que disciplinam as atividades que envolvem o trânsito.
Todos têm direitos e deveres no trânsito, inclusive os pedestres.
Atualmente o trânsito é regido pelo CTB – Código de Trânsito Brasileiro. A lei é bastante rígida, mas nem sempre é cumprida e muitos acidentes ainda acontecem. A Organização Mundial de Saúde – OMS e as pesquisas comprovam que o trânsito é uma das maiores causas de mortes no mundo e no Brasil.
Isso acontece principalmente por causa da imprudência e distração das pessoas. É comum vermos motoristas dirigindo alcoolizados e andando em alta velocidade, o que é proibido.
Os pedestres não respeitam faixas e semáforos. Os motoqueiros, ciclistas e carroceiros também desrespeitam as normas.
Desta forma, todos acabam contribuindo para um trânsito problemático. A segurança no trânsito é direito de todos, mas para isso as pessoas devem colaborar! Os motoristas devem seguir as normas da legislação e as pessoas devem andar nas ruas com atenção e sempre que estiverem em locais movimentados observar a sinalização, atravessando nos locais onde houver faixas de pedestres e semáforos. Muitas são as vítimas da violência no trânsito. Você certamente conhece, conheceu ou ouviu falar de alguém.
O trânsito só será melhor quando as pessoas se conscientizarem da importância da educação no trânsito e passarem a contribuir de maneira significativa na construção de um trânsito mais humano e cidadão.
http://pt.shvoong.com/humanities/203955-educa%C3%A7%C3%A3o-tr%C3%A2nsito-direito-dever-todos/

7 comentários:

ONG ALERTA disse...

Esta bem claro a lei é rígida mas não é cumprida...infelizmente.

Maria José disse...

Obrigada a você, amiga. Estamos juntas nessa luta pela vida, até quando Deus nos der nossa passagem de ida, para reencontrarmos nossas princesas. Enquanto isto não acontece, vamos procurar alegria nas pequenas coisas da vida e viver, um dia de cada vez. Um beijo muito carinhoso.

Ricardo Conceição disse...

Os motoristas e pedestres devem ter mais responsabilidade sobre suas vidas.

Pelos caminhos da vida. disse...

A lei está ai, a midia passa o recado, mas infelizmente nem todos obedecem.

Tem bonequinha da sorte lá esperando por vc.

Uma semana maravilhosa pra vc.

beijooo.

Fernanda Guerra disse...

Respeito a vida!!!!!!!

Fernanda Guerra disse...

Dever de todos, mas ...

Chá das Cinco disse...

Olá minha querida!
Eu ainda não sou seguidora porque o link que me direciona para o teu blog está fora do ar.
Eu fiquei muito feliz por nos encontrarmos,sei que o que nos uniu nos tirou o chão.
Não sei se no meu caso a justiça será feita,não tenho tanta certeza assim,mas não vou desistir,quero que o culpado responda pela morte do meu marido.
Eu e Letícia estamos nos adaptando a nova vida, estamos nos recuperando do baque e do choque,tenho fé que a minha angustia se transformará numa linda saudade.
Bjs minha linda
Gemária Sampaio