Translate

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Quatro jovens morrem a caminho da universidade


TRÂNSITO FATAL
Quatro jovens morrem a caminho da universidade
Estudantes viajavam para Araranguá, quando carro bateu em caminhão em uma curva na BR-101
Uma colisão frontal entre um carro de passeio e uma carreta provocou uma tragédia por volta das 18h30min de ontem na BR-101, em Três Cachoeiras, no Litoral Norte. Quatro jovens morreram no acidente, ocorrido na altura do km 26, a cerca de cinco quilômetros do perímetro urbano do município.
Um quinto passageiro do carro ficou gravemente ferido.Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), morreram o condutor do Celta, Wilian Justo Mattos, 19 anos, Gilles Justo, 18 anos, primo de Wilian, Sady Droppa Guedes Júnior, 21 anos, e Assis Júnior Barcelos Scheffer, 22 anos. Os três primeiros eram moradores de Três Cachoeiras. Assis morava no centro de Terra de Areia.O jovem Rafael Mesquita Godinho, 24 anos, que também estava no veículo com placas de Três Cachoeiras, ficou gravemente ferido e foi encaminhado ao Hospital Nossa Senhora dos Navegantes, em Torres.
Por volta das 21h30min, ele foi transferido para um hospital de Porto Alegre, onde faria uma tomografia.No momento do acidente, os cinco jovens se deslocavam da localidade de Vila Fernando Ferrari (popularmente conhecida como Chimarrão, em Três Cachoeiras) para Araranguá (SC), onde, segundo informações de parentes, cursavam faculdades na Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul).O carro colidiu no início de uma curva contra a carreta, que vinha no sentido contrário. Eles haviam parado cerca de 200 metros antes para que Rafael, que os esperava na estrada, embarcasse.
Carregado com 37 toneladas de açúcar, o caminhão arrastou o carro contra um barranco, numa extensão de 50 metros. Chovia no momento do acidente.– Toda a semana acontece um acidente neste trecho. É um absurdo o jeito que deixaram a pista, sem acostamento, sem sinalização e cheio de buracos – disse César Dimer, construtor, tio de Wilian.O condutor do caminhão, Valdeir Barbosa dos Santos, nada sofreu.
Ele seguia de São Paulo para Porto Alegre. Segundo a PRF, um passageiro que estava no caminhão teve ferimentos leves. Ele não havia sido identificado. Quem prestou os primeiros socorros aos jovens foi a prima de Rafael, Priscila, que é enfermeira no posto de saúde da localidade de Fernando Ferrari.
Ela ainda tentou reanimar um dos rapazes, mas não conseguiu.O trânsito ficou lento no trecho nas horas seguintes ao acidente. A rodovia, que está em obras, ficou em meia pista até as 21h. À meia-noite de hoje, a carga começava a ser removida. Os corpos foram encaminhados ao DML de Osório e, até a meia-noite, não havia previsão de liberação.
*Colaborou Maicon Bockgustavo.azevedo@zerohora.com.brGUSTAVO AZEVEDO* Três Cachoeiras
As vítimas
- Wilian Justo Mattos, 19 anos
Bolsista da Unisul, cursava o 2° semestre de Direito. Wilian era do dono do Celta e dirigia o veículo no momento do acidente. Era considerado por familiares como bom motorista e responsável. Deixou os pais e a irmã.
- Gilles Justo, 18 anos
Cursava o 4º semestre de Direito. Assim como o primo Wilian, era bolsista da Unisul. Deixou os pais e um irmão.
- Sady Droppa Guedes Júnior, 21 anos
Cursava Direito na universidade. Morava com a companheira. Deixou os pais e a irmã.
- Assis Júnior Barcelos Scheffer, 22 anos
Cursava Direito na Unisul e trabalhava no Fórum de Terra de Areia. Deixou os pais e dois irmãos.
Fonte: Zero Hora, 24/09/09


14 comentários:

Lisette Feijó disse...

O que dizer para estas famílias, que tenham muita paz em seu coração e que tudo mudou em suas vidas...luz para estes meninos...

Ana Maria Fonseca disse...

São milhões de pessoas nas ruas falta as autoridades serem mais duras!

Antonio Paulo disse...

Triste momento para essas famílias. Dolorosa passagem para esses jovens.
Somente muita oração para esses manos que partiram.

Mariz disse...

Salvé!

Grata fico pelo seu comentário tão oportuno.
O que hei-de dizer deste e de outros posts seus?!...
Que este ALERTA serve de meio para que se dê mas atenção á VIDA...mas principalmente devemos ter sempre presente
que a nossa alma é que decide o dia da partida - ou seja quando esta larga o corpo físico onde se manteve aprisionada até ao limite do projecto que, com responsabilidade trouxemos de outro/s plano/s para aqui, no planeta escola chamado Terra, o colocarmos em acçao! Sendo que, nada nem ninguém, interfere no nosso livre arbítrio. Sabemos exactamente quando largamos o corpo...só que esses "registos" são-nos apagados para que prossigamos sem demais angústias o rumo que traçámos - penso que haveriam muitos mais suicídios conscientes e em massa caso as memórias se avivassem.!
Fica aqui este "alerta" para que o sofrimento de tantos pais serene!

Abraço meu sem alertas...vindo o coração
Sempre...
Mariz

Tormenta disse...

Gracias pola túa visita. Gracias polas túas fermosas palabras. Cando queiras participar no meu blog, mete claves que mostro na cabeceira, e escribe o que desexes. Apertas...!!!

Camila disse...

NOSSA. qe. tragédia
q a prof. Vera tenha muita força, por perder seu filhoo. Sora força
LUTOO

HAZEL disse...

Obrigada pelo teu comentário de apoio e amizade nesta fase difícil que passei.

Vim só para agradecer.
Obrigada

Beijos mágicos

Antonio Paulo disse...

Perfeito comentário da dona Mariz. Com muito conhecimento sobre espírtismo. Mas muita muita oração sem lamentações para que não sofram mais.

Gilberto Santos disse...

Famílias sendo separadas de seus filhos muito cedo.

EDUARDO POISL disse...

Tenho pena dos familhares, é uma pena estas mortes.
Abraços

soninha disse...

Muita luz para essas famílias.

Mariana disse...

Não podemos só lamentar, é preciso fazer a nossa parte e cobrar das autoridades e órgãos q façam a sua.

Tetê disse...

Eu vi essa notícia agora na hora do almoço... Um trecho de muitos acidentes e as autoridades nada fazem, né? Que descansem em paz e que as família encontrem conforto em Deus! Bjks e bom final de semana!

Jurandir Santos disse...

Paz para as famílias este sofrimento ninguém merece.