Translate

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Árvores contra os buracos

PROTESTO DIFERENTE
Árvores contra os buracos
Comunidade diz que crateras em asfaltos de três rodovias prejudicam desenvolvimento da região
Motoristas que circulam por rodovias estaduais nos municípios de Alto Alegre, Campos Borges, Espumoso, Jacuizinho e Salto do Jacuí sofrem com os prejuízos provocados pelas centenas de buracos existentes em três estradas do Norte e do Noroeste.
Em protesto ao descaso com esses trechos, está previsto para a próxima semana o plantio de árvores nos pontos onde não há mais asfalto.Espumoso-Campos Borges (VRS-817), Campos Borges-Salto do Jacuí (VRS-818) e o acesso a Alto Alegre (VRS-856) são as rodovias alvo da reclamação dos moradores dos cinco municípios. No dia 6 de outubro, um protesto está marcado no trevo entre a VRS-817 e a VRS-856, em Alto Alegre, quando dezenas de pessoas devem trancar o trânsito no local.
– A gente aguarda a reforma dessas rodovias há tempo, mas continuamos sem nada. Tinham prometido para a segunda quinzena de setembro, mas está cada vez pior. Por isso, planejamos plantar árvores dentro dos buracos. De repente, assim, essa recuperação acontece – disse o prefeito de Alto Alegre, Hélio Dalberto (PDT).
Além dos riscos aos motoristas, os buracos aumentam custos a empresas e moradores dessas cidades. Em Salto do Jacuí, por exemplo, o sócio-proprietário da Eduvi Pedras do Brasil, Augusto Tramontini Neto, reclama que a margem de lucro com a mineração e transporte de pedras ágatas fica reduzida com os constantes pneus estourados dos caminhões.
pietro.rubin@zerohora.com.brPIETRO RUBIN
Contraponto
O que diz o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer)
Em nota, a assessoria de imprensa do Daer informou que os 40,38 quilômetros da VRS-817, os 26,3 quilômetros da VRS-818 e os 6,3 quilômetros da VRS-856 estão contempladas no lote 11 do Programa Emergencial de Recuperação de Rodovias.
O programa prevê a restauração dos trechos, incluindo revestimento e sinalização novos. A licitação tinha sido encaminhada, mas foi suspensa pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). O Daer está adequando o edital conforme apontado pelo TCE.
Fonte: Zero Hora, 01/10/09

6 comentários:

ONG ALERTA disse...

Tapar direito, porque na próxima chuva abre tudo novamente.

Ucha disse...

minha cidade é muito visitada por turistas, mas por causa das estradas esburacadas e do descaso da prefeitura está vergonhoso!

Mariana disse...

Os protestos não causam nehum efeito nas autoridades.

Fernanda Guerra disse...

Quem precisa fazer algo são os responsáveis não é ano eleitoral mosterm serviço, querem voto???

Ricardo Conceição disse...

Vergonha e querem a copa!!!

Paulo Soares disse...

Já são rotina...