Translate

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Deputado envolvido em acidente que matou 2 no PR tem projeto que beneficia bom condutor

Deputado envolvido em acidente que matou 2 no PR tem projeto que beneficia bom condutor
AFONSO BENITESda Agência Folha
O primeiro projeto de lei apresentado pelo deputado estadual do Paraná Fernando Carli Filho (PSB), 26, que está com a carteira de habilitação suspensa e é investigado por duas mortes em um acidente de trânsito, tem como objetivo beneficiar "condutores exemplares" com desconto no IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor).
Segundo o projeto, apresentado em março de 2007 e ainda não votado pela Assembleia Legislativa, se um motorista ficar um ano sem ser multado, terá direito a 10% de desconto no IPVA. Se ficar três anos sem punição, o desconto chega a 20%.
Reprodução
Carli Filho possuía 30 multas, desde 2003, grande parte por excesso de velocidade
O projeto diz que a intenção é "incentivar o aumento da segurança no trânsito através do respeito às normas".

O próprio deputado, porém, não se encaixa nesse perfil. Em seis anos, ele recebeu 130 pontos em sua carteira, após 30 autuações, sendo 23 por excesso de velocidade. Para a habilitação ser suspensa, o condutor precisa levar 20 pontos.
Na quinta passada, o Volkswagen Passat guiado por Carli Filho se chocou com um Honda Fit, dirigido por Gilmar Rafael Souza Yared, 26, na rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, no bairro Mossunguê, em Curitiba. Yared e Carlos Murilo de Almeida, 20, passageiro do Honda, morreram na hora. Segundo testemunhas, o deputado dirigia em alta velocidade. Ele foi levado ao Hospital Evangélico e, no domingo, transferido para o Albert Einstein, em São Paulo.
De acordo com documento elaborado por um socorrista que esteve no local do acidente, Carli Filho estava com "hálito etílico" e se mostrava agitado.
Segundo o Hospital Evangélico, só na quarta (quase uma semana depois do acidente) a polícia pediu que fosse enviada uma amostra de sangue do deputado colhida no dia da batida, para analisar se ele havia ingerido bebida alcoólica.
Nesta quarta-feira, o advogado Elias Mattar Assad, que representa a família de Yared, apresentou à Mesa Diretora da Assembleia um pedido de cassação do mandato de Carli Filho, por considerar que o excesso de multas de trânsito configura quebra de decoro parlamentar. O pedido ainda será analisado pela Casa.
Estudante de publicidade e propaganda da Universidade Tuiuti do Paraná, Carli Filho cumpre seu primeiro mandato eletivo. A família dele tem tradição na política paranaense.
O pai, Fernando Carli (PP), foi deputado federal e é prefeito reeleito de Guarapuava. Um tio dele, Plauto Miró (DEM), também é deputado estadual.
A família do deputado foi procurada hoje pela Folha no Albert Einstein. Ninguém quis falar.Segundo a assessoria do hospital, Carli Filho não corre risco de morte.
Ontem, ele foi transferido da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para uma unidade semi-intensiva.
Um boletim médico emitido pelo hospital diz que o deputado está consciente e deve ser submetido a uma cirurgia no rosto.
Fonte: Folha de São Paulo, AFONSO BENITESda Agência Folha

9 comentários:

Ricardo Conceição disse...

Mostro e é deputado como recebeu votos?

Claudia Fernandes disse...

isso é bandido, cadeia.

Fernando Becker disse...

Prender é pouco.

Maria Inês Mascarenhas disse...

Tal pai tal filho, o que fazer.

Anônimo disse...

Hipócrita

Marcelo Santos disse...

Não falam mais nada do assunto, o que será que vai dar, pizza...

Maria de Paula disse...

Até agora nada do irresponsável , vão fazer alguma coisas?

Jurandir Santos disse...

multa bem cara para esse daí paga vagabundo

cleo disse...

ESSE ASSASINO TEM QUE SER CONDENADO.
NÃO CONHEÇO AS VÍTIMAS,MAS FIQUEI REVOLTADA COM O QUE ACONTECEU.
COMO UM ANIMAL DESSES PODE DIRIGIR UM CARRO.
ESPERO QUE SEJA FEITO JUSTIÇA.