Translate

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Trânsito já matou 29 jovens em outubro

Até a noite de ontem, pelo menos 29 pessoas com até 24 anos, entre motoristas e passageiros, haviam perdido a vida em ruas, avenidas e rodovias gaúchas em outubro.
Contabilizado por zerohora.com, o número representa quase 30% do total de mortes registradas no trânsito do Rio Grande do Sul no período.
Ao todo, foram pelo menos 101 mortes – contra 106 em todo o mês de setembro e 87 em agosto. Das 29 mortes de pessoas com menos de 24 anos, 12 resultaram de acidentes envolvendo carros e 11, motos. Pelo menos duas pessoas morreram atropeladas e uma em uma colisão envolvendo caminhão. Em setembro, das 106 mortes, 33 foram de jovens.
O cenário preocupa autoridades e entidades que lutam pelo fim da carnificina no trânsito. Para o coordenador do Movimento Gaúcho pelo Trânsito Seguro (MGTS), Ricardo Schiavon, mortes como as dos jovens Vanessa Bastos Tauchert, 15 anos, e Uilian da Silva Simoni, 20 anos, de Bagé, poderiam ser prevenidas com uma mudança de comportamento.
– Em geral, o que a gente percebe é que o jovem nutre a cultura do super herói. Parece que com ele nunca vai acontecer nada. Não sei se esse foi o caso da tragédia em Bagé, mas sem dúvida é uma questão que precisa ser repensada. Estamos falhando ao alertar nossos jovens para os riscos ao volante – avalia Schiavon.
Responsável pelo Comando Rodoviário da Brigada Militar, o coronel Edar Borges Machado acredita que, mais do que uma questão de comportamento, as mortes no trânsito resultam de um conjunto de fatores – incluindo o número cada vez maior de veículos rodando nas vias gaúchas, a legislação branda e as falhas no sistema de habilitação.
– Tudo isso contribui para a impunidade. Mesmo que aumentemos a fiscalização, as pessoas agem de maneira correta diante dos policiais, mas, quando estão longe, mudam completamente – critica o comandante.
Fonte: zero hora, 25/10/2010

25 comentários:

ONG ALERTA disse...

Estamos vivendo um holocausto no trânsito, o homem criuo esta anarquia agora cabe a ele consertar.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Lisette, tenha uma ótima noite.
Bjux

Daniel Savio disse...

Concordo com a Lisetter no primeiro comentário, mas um super herói, sabe evitar desafios desnecessários (acho que em parte os nossos jovens não vejam isto com tanta clareza)...

Fique com Deus, menina Lisette.
Um abraço.

Marilu disse...

Querida amiga, o trânsito está matando mais que qualquer outra coisa isso é um absurdo. Tenha uma linda semana. Beijocas

Tania T. disse...

Verdade.. as pessoas agem certo perto das autoridades e agem errado quando estão distantes.. acho que elas se esquecem que o que está em jogo são a vida das pessoas! E isso é muito sério!!!


Bjão!

Everson Russo disse...

Uma otima terça feira pra ti amiga,,,grande beijo.

Chica disse...

Triste estatística!Até quando?

brasildobem.net disse...

Praticamente é um por dia...um horror!
Bjs

Betty Gaeta disse...

Oi Lisette,
É muito vida jovem sendo perdida!
Bjkas e uma ótima 3ª-feira para vc.

http://gostodistonew.blogspot.com/

Nilce disse...

A fiscalização até existe. Mas quando chegamos perto é um tal de "sinal de luz" o tempo todo.
Irresponsáveis salvaguardando outros irresponsáveis.

Um absurdo o acidente do menino no post anterior. Muito triste.

Bjs no coração!

Nilce

soninha disse...

As pessoas tem que dar mais valor a Vida...Isso não é só um número são vidas perdidas.

Luciana disse...

Oi Amiga

Uma boa semana pra ti

Bjs

Valéria Sorohan disse...

E será que tem conserto?!

BeijooO*

Zéza disse...

Oi querida! Vim agradecer a sua visita e avisar que já atualizei! Estou esperando sua visita!! Beijos azuis!

Nilza disse...

Oi querida: passando para agradecer a visita e avisar que já atualizei! Paz, saúde e que Deus nos ajude! Boa semana! Nilza

LUCONI disse...

Sabe querida amiga infelizmente o tal levar vantagem em tudo esta incutido em nossa cultura, infelizmente o brasileiro age assim, e isto também ocorre no trânsito e a certeza da impunidade só faz aumentar a irresponsabilidade, beijos Luconi

Desnuda disse...

Lisette,

este é um um índice realmente alarmante. Acontecimentos, tragédias como estas são terríveis. Abalam e chocam , profundamente. Um alerta oportuno e sempre apropriado.

Carinhoso beijo.

J Araújo disse...

Olá Alexandra, obrigado pela visita e comentário. Infelizmente a irresponsabilidade de muitos é o grande problema do transito brasileiro. Escrevi algo a respeito no Notas... apareça lá.

Bj

•*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

Oi, Lisette

A cada dia, tudo o que temos são mais e mais notícias como essa.
Triste isso. :(

Beijo grande pra vc!

Pérola disse...

Olá minha flor.
Tá tudo bem?
Fiquei contente com sua visita.
Eu voltei ñ tem tanto tempo,estava visitando o pessoal aos poucos e os avisando da minha volta,chegaria em vc com certeza são muitos os blogs que sigo.
Obrigado pela visita.
Beijokas mil.

Everson Russo disse...

Uma belissima quarta feira pra ti querida amiga,,,beijos.

Toninhobira disse...

Esta estatistica é de cortar o coraçao e neste momento,acredito que o numero é maior e fecharemos este mes com este feriadao com numero ainda maior.Triste Lisete, mas vamos gritando: Parem de se matar!!!
Abraço de paz e luz

Machado de Carlos disse...

Pois é, o homem se transforma em máquinas, matam e morrem.
Beijos!...

Que a ONG siga sempre à frente!

Machado de Carlos disse...

Pois é, o homem se transforma em máquinas, matam e morrem.
Beijos!...

Que a ONG siga sempre à frente!

Brasigrega disse...

Lisette, infelizmente este não é um país maduro, que pode ser levado a sério. Como tal, as leis só existem no papel, pois, na prática quase nunca funciona. É só dar uma olhada na lei sobre dirigir alcoolizado...Continua tudo na mesma...Se isto fosse levado a sério, com certeza não teríamos tantos acidentes.
Um grande abraço e meu desejo sincero de, um dia de cada vez!