Translate

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Combinação perigosa

Tomara fosse menor a contagem das mortes de jovens que a bebida e a condução perigosa de automóveis provocaram no fim de semana. Na sexta-feira, quando escrevi este artigo, tínhamos sete, terrível resultado de fatos com circunstâncias idênticas.
Fim de festa, fim de noite, fim de vida. Motorista embriagado em pelo menos um dos casos, acompanhante com sintomas de abuso com o álcool em outro, sono, cansaço e emulação pela velocidade somaram-se nas causas das tragédias.
Uma combinação perigosa e assassina de fatores provocados pelos homens. Meninos que perdemos por nada. Mortes absurdas, resultado de uma cultura que precisamos corrigir e apagar, que faz a garotada pensar que um herói se faz a 120 quilômetros por hora.
Cena chocante é verem-se postos de serviço lotados de carros ocupados por moços e moças que, antes da balada, compram cervejas, vodca, caipirinha e combinações explosivas de energéticos e alguma bebida destilada para embalarem a noitada promissora.
Depois, a ilusão de que é possível manter reflexos e condições físicas para enfrentar o trânsito perigoso das madrugadas. Todos afrouxam os controles, vencem sinaleiras, faixas de segurança e o que seja alguma regra de comportamento de um motorista.
E o que era vermelho vira verde, anda-se na contramão, derrapagem é brincadeira e um pega é para mostrar quem pode mais. Tudo isso acontece todas as noites, marcadamente nas sextas e sábados, mesmo depois das notícias daquelas perdas e de outras tantas anteriores.
Educação, engenharia (condições dos veículos e das vias de circulação) e esforço legal são os três pilares que sustentam as ações que caracterizam um sistema de trânsito ditado por políticas públicas corretas, de contenção da mortandade causada por quem age com imprudência na maioria das vezes, mas também por quem assume os riscos de produzir esses resultados danosos. Precisamos outra vez insistir em aplicação dura da lei.
Não falta texto legal, falta efetividade para que as leis sejam cumpridas plenamente. Ora são os radares e pardais desativados por meses (engenharia), ora são os motoristas que abusam descaradamente (educação) e que, pela falta de fiscalização, são premiados com a impunidade (esforço legal).
Os três vértices do que seria o comportamento ideal desconectaram-se, ruiu o triângulo do trânsito. Temos que redesenhar essa figura de três pontas. Uma delas desgastada já basta para atrapalhar e matar. Se uma tiver que ser a primeira, vamos falar em educação.
Com ela, sem beber, dirige-se devagar, sob neblina, em estrada esburacada. Sem educação, morre-se embriagado ao volante. E, não poucas vezes, mata-se quem está junto ou vem do lado de lá. Uma chacina encharcada na borracheira. Imprudência e riscos assumidos. Já está mais que vencido o tempo de mudar. Estamos atrasados. Morrerão muitos mais, enquanto não houver a reeducação desses meninos que ora choramos.
Cláudio Brito Jornalista
Fonte:Zero Hora 31/05

31 comentários:

ONG ALERTA disse...

O álcool é um dos fatores, mas existem outros mais que matam.
Não saõ só jovens que morrem, todos são trânsito e todos correm risco!!!

Chica disse...

Há tantos e tantos riscos e motivos.Tomara isso mudasse!

Sandra Botelho disse...

POis é menina do sorriso bonito.Quantos sorrisos são apagados por mera imprudencia,
Essa madrugada quatro morreram aqui em são paulo. Ainda não se sabe o que aconteceu, mas uma coisa está comprovada estavam todos sem cinto de segurança e foram arremessados para fora do veiculo..Que trsiteza para os que ficam...
Bjos achocolatados

Tetê disse...

Oi, querida... alcool e direção é assinar o atestado de óbito! Isso nem tem mais discussão! Obrigada pela visita ao Livre Pensamento! Fico feliz de encontrá-la em meus cantinhos! Bjks Tetê

Suziley disse...

O álcool aliado a outros tantos males torna-se um verdadeiro desastre que ceifa a vida de muitos jovens, de muitas pessoas mesmo. Vamos mudar a nossa realidade e amar de verdade a vida!! Beijos no seu coração, Lisette ;)

soninha disse...

Tem que haver mais fiscalização e multas altas porque realmente na noite se vê muito jovens bebendo,mas não é só na noite e na madrugada que temos acidentes então envolve muitas outras coisas para mudar...

Machado de Carlos disse...

O álcool é uma droga lícita, encontrada em qualquer esquina. E essa droga faz um estrago imenso!

Vozes de Minha Alma disse...

E essas jovens como águias da paixão, voam, voam, se arrebentam...
No auge de do esplendor, das vidas palpitantes...
Bjs.

Lilá(s) disse...

É relamente chocante, os jovens começam a beber cada vez mais cedo como se não tivessem outros objectivos, e aos fins de semana os acidentes aumentam, assustador...
Bjs

Hamilton H. Kubo disse...

Tanta vida a esbanjar, tanto a viver e simplesmente tudo calar.
Silenciar almas novas, em meio aos ferros que julgava dominar.

De fato o mundo a cada dia se torna mais fraco, pois perdem-se os jovens que caminhariam a trajetória.
Espanta-me saber que a lei fora lançada e logo de lado deixada.
Como se apenas nos mostrasse a desculpa para se fugir da culpa, do capital almejado conseguido e posteriormente a própria causa sendo deixada.

Lamentemos, pois a vida é jogada fora diante de um copo e assim por cada bebida.

"Cantinho Poético" disse...

"A verdadeira essência das coisas, só o coração pode
ver, com a sensível alma que o faz viver. Quando a
alma, retorna a sua origem divina, o coração para de bater. Somente a alma sobrevive no plano divino,
aguardando um novo alvorecer."

''Elias Akhenaton''

Boa Noite e beijos meus...M@ria

ZildaeAntonio disse...

A falta de respeito a sua própria vida demonstra como há pessoas que não respeitam a vida do seu próximo. Ingerir álcool e dirigir é uma prova de desrespeito e desamor.
Um abraço e tudo de bom!

lucidreira disse...

Como fico com uma preocupação quando chega um feriadão como deste meio para fim de semana, e só os jovens com menos dos 35 anos é que serão as vítimas.
A concienização ainda é muito mau difundida. Vamos ter perseverança.
Abraço

Livinha disse...

As leis serve pra todos,
mas onde não há disciplina, não existe probabilidade de equilíbrio.


Bom feriado
Bjs
Livinha

Blue disse...

Novo feridão pela frente....., certamente novos acidentes graves a aumentar as estatísticas.
Prudência!

Beijos

Dora Regina disse...

Lisete, álcool e direção não combinam, quem bebe e dirige não tem amor próprio, portanto não vai ter amor a vida alheia.
Um grande abraço e obrigada pela visita e comentário no meu blog.
Volte sempre!

Luciana disse...

Oi Lizette
Passando pra te desejar um ótimo feriado.
Bjs

Amor feito Poesia disse...

"Quem não é capaz de entender o silêncio de um
amigo também nunca há de compreender suas palavras.
Escutar é muito mais difícil do que falar e olhar."

Piet Van Breemen


BOM FDS.....Beijos & Flores!! M@ria

Rosemildo Sales Furtado disse...

É lamentável, mas infelizmente as pessoas acham que as coisas somente acontecem com os outros.

Beijos e fique na paz de DEUS.

Furtado.

Sônia Silvino disse...

Que bom receber a tua visita!
Vim retribuir o carinho!
Tenha um ótimo dia nesta quinta-feira!
Bjkas, muitas!
Sônia Silvino's Blogs!
http://blogsdasoniasilvino.blogspot.com

*Teresa Cristina* disse...

é preciso educação, revisão dos codigos de transito(sem tantas brechas q beneficiem pra quem incorre em transgredir as mesmas), e principalmente das penalidades(claro q não acredito q uma pessoa ficar o resto da vida mofando no mole atras de ver sol quadrado resolva, mas colocar pelo menos pra q durante o dia estas pessoas façam trabalho em unidades de recuperação de pessoas vitimas de acidentes de transito, viver e sentir na pele quando não se é o agente causador).
Aff desculpa se fui franca demais, mas é q as vzs certas noticas me desmontam.
Td de bom pra ti amiga!!
bjs

Mila disse...

verdade Lisette, o álcool é um problemão no transito...
bjs
Mila

Nilce disse...

É cada vez naior o número de vítimas dessa impudência chamada trânsito.
Famílias destroçadas, mães desoladas, pais desesperados.

Quando é que teremos pessoas educadas e conscientes para poder ter a noção de que ao volante possuem o poder de matar?

Bjs no coração!

Nilce

Everson Russo disse...

Existem muitas coisasa a serem aprendidas e conscientizadas pelas pessoas....beijos querida e um belo feriado pra ti...

brasildobem disse...

O texto é bastante esclarecedor, uma pena que há ainda muitas pesoas que não se dão conta desta "descombinação" perrigosa, sim...porque álccol e direção nunca vai combinar.
Bjs e um bom feriado!
janeisa

Washington Benjamin disse...

O alcoolismo precoce tem agravado ainda mais a situação dos acidentes de transito, a meu ver a desestruturação familiar tornam os jovens mais afoitos, a correr riscos desnecessários, a vida pra eles perde o sentido se tornando uma roleta russa, o carro pode ser apenas a vazão da sua baixa auto-estima.

Cadinho RoCo disse...

Comungo com a ideia de que o princípio está mesmo é na educação.
Cadinho RoCo

ValériaC disse...

Álcool é algo extremamente sério quando não se dirige, o que se dirá de beber e dirigir...impossível dar em boa coisa...para nossa tristeza.

Beijos amiga
Valéria

Francisco disse...

ALCOOL + DIREÇÃO = TRAGÉDIA NA CERTA!

Infelizmente!

Beijo e Paz, Lisette!

KLENMARKETING EVENTOS disse...

Ola! Alessandra temos que mudar a
mentalidade de nossos jovens, Parabéns pelo texto Abraços

legalmente loira... disse...

oi lizette,
temos que pensar muito a respeito de seu post.
bebida com direção não combinan..
estamos todos no mesmo barco correndo o risco.
beijos com carinho..