Translate

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Motorista de carreta morre em Jaguari

Motorista de carreta morre em Jaguari
O motorista de uma carreta bi-trem carregada de óleo vegetal morreu ontem à tarde, depois que o veículo tombou no km 255 da BR-287, por volta das 14h, no trevo de acesso a Jaguari.
Luiz Paulo Altissimo, 48 anos, se deslocava no sentido Santiago-São Vicente do Sul.
Altissimo fazia o transporte de uma carga para a Camera Agroalimentos, dona do veículo, de Santa Rosa.
Morador de Tucunduva, na região noroeste do Estado, o motorista era casado e tinha um filho. Seu enterro deve ocorrer hoje, mas o local e o horário do sepultamento ainda não haviam sido definidos pelos familiares ontem.
Outra vítima
Porto Alegre
Cristina Miranda de Albuquerque, 32 anos, morreu às 5h10min de ontem após bater o Celta que dirigia contra um poste na Avenida Padre Cacique, próximo à Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase).
O veículo, que transitava no sentido bairro-Centro, ficou completamente destruído com o choque. A vítima, moradora do bairro Petrópolis, na Capital, morreu na hora.
A Padre Cacique foi interrompida para veículos de passeio no sentido bairro-Centro. Somente lotações e ônibus eram autorizados a passar. Os demais veículos foram desviados para a Avenida Edvaldo Pereira Paiva.
Fonte: Jornal Zero Hora, 17/06/09

7 comentários:

Lisette Feijó disse...

O poste de fibra que foi colocado para teste? Quanto tempo ainda tem de ser testado, quantas vidas mais vamos perder.

Maria Inês Mascarenhas disse...

Poste com proteção?

Paulo Soares disse...

Autoridades porque não fazem mais querem as olimpídas no Brasil e a segurança a escola não tem dinheiro/

Ricardo Riegel disse...

quanto estva o celta 150 km p hora ?? para ficar daquela forma destruída empresionante !!chocante
as 05:00hs da manhã ,em que o transito esta vazio,não justifica,más qual pressa?imagina se tivessa alguém de carona,impressionante o choque do veículo !!! ao poste,se suicidou a mulher, de nada adianta os alertas dos meios de comunicação

Fernanda Guerra disse...

Infelizmente nem sempre a velocidade precisa ser alta para um carro que bate num poste o maior indices de acidentes com mortes assim os veículos estão a 60km por hora.

Ricardo Riegel disse...

naquela condição do veículo destruído,impressionante para quem olha na foto ou esteve presente no local.Nuca seria em uma velocidade baixa,somente se um veículo for de plastico ou fibra,nem com o maoir air bag,o condutor poderia se salvar daquele estado do carro.
há uma grande faltade calma é RESPEITO,entre pedreste e motorista,todos estão apressados,achando que o mundo gira ao redor de quem está,ATRASADO COM URGENCIA.
é lamentavél,enquanto não tiverem resepito e calma os índices de acidente continuaram.

Fernanda Guerra disse...

os carros hoje em dia fora projetados para absorver impacto, então eles se destrõe.