Translate

terça-feira, 6 de julho de 2010

Ficou pronto, mas já estragou

Os prazos de conclusão não são os únicos problemas nas obras de DUPLICAÇÃO DA BR-101 Sul. Trechos prontos, em toda a extensão, já apresentam defeitos como trincas, asfalto irregular e buracos.
Em menor ou maior escala, as pistas duplicadas e liberadas para os motoristas na BR-101 Sul já estão com problemas. Com apenas três anos de utilização, muitos trechos apresentam irregularidades conhecidas como trincas e trilhas de rodas. Situação que só deveria aparecer após oito anos de uso.
O professor Glicério Trichês, que há 26 anos dá aulas no Departamento de Engenharia Civil da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), percorreu o trecho em obras junto com a reportagem do Diário Catarinense para identificar os defeitos. Em todos os pontos de parada, o especialista em pavimentação e construção rodoviária encontrou problemas nas pistas.
Segundo Trichês, testes de desempenho para medir, por exemplo, quanto uma rodovia pode suportar de carga, poderiam ter evitado o problema:
– No Brasil, utilizamos equipamentos antigos para fazer esses testes, da década de 1940. Atualmente, apenas seis centros de pesquisas universitários, entre eles a UFSC, contam com máquinas novas. Mas o problema é que a metodologia brasileira ainda não contempla esses ensaios. O que nos coloca em uma situação de atraso em relação a outros países da Europa e aos Estados Unidos.
Trichês conta que durante os anos de elaboração dos projetos para a duplicação, entre 1998 e 1999, o Departamento de Engenharia Civil da UFSC sugeriu alternativas para a construção das novas pistas com misturas asfálticas modificadas.
– Tentamos implantar algo inovador, fruto de conhecimento adquirido em experiências acadêmicas discutidas em congressos nacionais e internacionais. Nossa ideia era acompanhar a produção. Há dois anos tentamos de novo introduzir alternativas tanto para a pista nova, quanto para a antiga. Mas a construção desta rodovia não contou com nenhum experimento. E pior, o tradicional também não gerou o que se esperava – lamenta.
Excesso de peso dos caminhões e falta de fiscalização em pontos estratégicos
O excesso de carga nas rodovias também é apontado pelo professor como um dos causadores destes problemas. Ele cita a falta de fiscalização e de balanças ao longo do trecho:

– Só temos duas balanças e ainda estão mal localizadas. Uma em Garuva, que pega os caminhoneiros que estão saindo do Estado e outra em Araranguá, que pega os caminhoneiros depois que eles já percorreram uma enorme distância.
Os problemas que agora são visíveis já eram previstos há pelo menos três anos. Em 2007, o trabalho de conclusão de curso de Engenharia Civil da UFSC, feito pela estudante Gisele Toccolini, apontava o futuro das novas pistas da rodovia. Gisele analisou resultados obtidos durante o processo construtivo e fez ensaios em laboratórios.
O trabalho acadêmico concluiu que surgiriam trincamentos a partir do terceiro ano de utilização da BR-101 Sul.
De acordo com o diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antônio Pagot, a recuperação das pistas ainda é responsabilidade das empreiteiras.
– A lei das licitações exige uma garantia das obras contratadas. Somente depois do termo de entrega e aceitação dos trabalhos, que eu ainda não fiz em nenhum dos lotes, este prazo de cinco anos começa a contar. Durante este período, a responsabilidade ainda é da empresa. O ideal quando se constrói uma rodovia é fazer a terraplanagem e depois de um ano dar prosseguimento ao trabalho. Isso permitiria a acomodação do solo – garante Pagot.
nanda.gobbi@diario.com.br
NANDA GOBBI
Trilhas de roda
Os problemas nas pistas duplicadas na região entre Sangão e Içara, conhecidos como trilhas de rodas, estão associados ao desempenho da mistura asfáltica utilizada durante a construção da rodovia.
Perigo em dias de chuva
A trilha de roda pode ser provocada por falhas na mistura para fazer o asfalto, da qualidade dos materiais (asfalto e agregados) e da própria obra. Em dias de chuva, trafegar pela rodovia nesse estado é perigoso. A água acumulada pode provocar a aquaplanagem dos automóveis e acidentes. A recuperação da pista pode ser feita com a colocação de uma nova camada asfáltica de melhor desempenho, como os asfaltos rígidos de concreto ou asfalto borracha.
Contraponto
O que dizem as empreiteiras
Das sete empresas que trabalham na duplicação do trecho Sul da BR-101, quatro não atenderam à solicitação de entrevista da reportagem do DC.
A Construtora Triunfo (lote 26), a Construcap (lotes 24 e 28) e a Constran (lote 30) alegaram que a comunicação a respeito da obra deve ser feita pelo Dnit.
A Ivaí Engenhaira de Obras (lote 23) não respondeu aos telefonemas e e-mails.
O presidente da Sulcatarinense (lote 22), José Carlos Portella, disse que desconhece o problema das trincas e afirmou que está executando o trabalho de acordo com o projeto aprovado pelo Dnit. “O tráfego na rodovia é mesmo muito violento. Há de se considerar o aumento da estrutura e da espessura das camadas de revestimento que vão ser feitas e podem sofrer colapsos”, destacou Portella.
O diretor presidente da Blokos Engenharia (lote 25), Pedro Alcântara, disse desconhecer o problema das trincas.
A assessoria de imprensa da Queiroz Galvão (lote 27) informou, por meio de e-mails, que a obra foi realizada obedecendo às especificações e normas técnicas vigentes ao projeto básico e respeitando a melhor engenharia aplicável em obras desse porte. A nota ainda afirma que a construtora está analisando tecnicamente os aspectos da obra para encontrar a causa do ocorrido e que cumprirá com as determinações legais pertinentes ao caso.
Fonte: Diário Catarinense, 06/07/2010

34 comentários:

ONG ALERTA disse...

Estas são as estradas deste Brasil, onde ocorrem milhões de acidentes todos os anos e sempre culpam os motoristas.
Boas estradas podem salvar vidas, prevenção, respito por quem utiliza as rodovias, o governo deve, tem como obrigação fazer sua parte.

Yoyo disse...

Isso é Brasil Lisete. Tudo que é feito para benefício da população é feito de qualquer jeito, usa-se os piores materias pois assim sobra dinheiro, das obras que já são superfaturadas, para políticos corruptos carregarem em suas cuecas. Enquanto isso mais pessoas continuam perdendo seus ente queridos nas estradas do país.

"Cantinho Poético" disse...

Na sintonia da emoção um beijo de coração prá coração...M@ria

garoto cientista disse...

Infelizmente é uma triste realidade em muitos pontos deste país.

Sônia Silvino disse...

Às vezes eu acho que aqui nada vai funcionar! Nossos queridos políticos e governantes não têm nenhuma preocupação real com o povo e a sua segurança.
Bjkas, minha amada!

Hod disse...

Duas temporadas, e tráfego dos caminhões com excessos de cargas serão o suficiente para fazer essa rodovia desandar: será mais um Raposo Tavares. Muitas cruzes a beira da estrada. Fora acidentes, e como responsabilizar?

Beijo Lisette.

Suziley disse...

Vamos trabalhar srs. políticos pelo bem comum não somente em eleições mas sempre!! Paz, beijos Lisette ;)

Luciana N disse...

Oi Amiga
Uma boa semana pra ti
Bjs

Nilce disse...

Sem comentários, Lisette

Desculpe mas a minha indigação é tamanha que perco as palavras de respeito.

Bjs no coração!

Nilce

Sylvia Araujo disse...

Oi, querida, obrigada pelo teu carinho. Vim aqui retribuir e me deparo com um blog incrível desses, fruto de uma dor dilacerante que se transformou em luta pela vida. Muita paz e luz pra você, que seu caminho seja sempre florido daqui pra frente.

Uma beijoca enorme no teu coração

Chica disse...

Acho que os materiais usados são de 5ª categoria,. pois nunca vi estragar tanto ectão cedo as coisas nas estradas aqui...

Mariana disse...

Estive neste final d semana nesta estrada,e no mês passado tb.Sei por experiência o quanto é perigoso a BR 101, tanto aqui no RS, qt em SC.Muitas vidas são perdidas nesta estrada, e o descaso e irresponsabilidade continua sendo grande.

Pelos caminhos da vida. disse...

Isso é geral, arruma hoje, amanhã estraga de novo(material de 5ªcategoria) é nisso que dá.

Bom dia amiga.

beijooo.

Tania T. disse...

Oi
Passando pra desejar uma maravilhosa semana pra ti!!

bjos'

Carlos Augusto Matos disse...

Estão prontas mas logo se desfazem, é quem leva o farelo depois são as pessoas que a usam...

Bjuxxxx

soninha disse...

Todo esse tempo para as obras ficarem prontas,milhões gastos muitos acidentes ocorreram e quando pronta ja com problemas que estamos acostumados a ver em todas nossas estradas, esse é nosso País!!!

brasildobem disse...

A demora e o descaso é tanto, que nem chegam a concluir e já precisam arrumar os estragos.
Bjs

ValériaC disse...

Porque não fazem um trabalho decente para fazer uma vez só? Dito popular que devia ser mais aplicado...especialmente quando se gasta tanto dinheiro e o resultado não é dos melhores.
Beijinhos...

Priscila Rodrigues disse...

Pois é, e os caras nem são burros pra fazer tantas merdas assim.
Aqui perto de casa estão construindo um rodoanel, nenhuma rua esta suportando e vemos de frente os acidentes.. enfim..

Beijos, Lizette, fica com Deus.

Victor Zanata (Exilados do Paraíso) disse...

É uma obriga pública feita por uma empreiteira, se o governo quisesse podia cobrar os reparos, ainda pelo curto uso da obra, mas veja se algum político se prontifica, é muita gente ganhando.
Que bom que você nos mostra a relidade, pois a única maneira de mudá-la á conhecendo!

Livinha disse...

Bem conheço as estradas do sul, lamentando mais ainda na região do Paraná onde as ondulações mais intensas e precárias ocasionadas pelos caminhões de cargas ultrapassadas ao peso permitido.

Tantos impostos pagamos, mas que fazer quando a nossa segurança, não é priorizada neste país...
Isto é Brasil!

Bjs

Livinha

legalmente loira... disse...

lisete,
no brasil tudo é possivel...
conheço as estradas de seu estado..
agora eu estou sempre em londrina parana (minha filha mora la) que horror muito mal cuidades e perigosas de dar medo mesmo com muitos acidentes.
arruma e logo apos tudo um caos.
bjos.

Bia Monteiro disse...

Não adianta fazer
E naum fazer bem feito...
Bjos
=)

*lua* disse...

Aqui simples bocas de lobos abertas causam grandes infortúneos, e ficam um tempão, às vezes só com um galhinho sinalizando ... terrível! Beijo Lisette

lucidreira disse...

Brasil, sil, sil, é uma vergonha, e só beneficia os impreiteiros que cobran com superfaturamento e coloca materiais de quinta.
Abraço

Alberto Afonso disse...

Isto demonstra que os motoristas não são os únicos culpados...

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Penso que mudanças só ocorrerão,
quando fiarmos mais atentos
a forma como os serviços públicos
são realizados,
e na consciência
de que somos nós que pagamos
os recursos destes serviços.

Dias de paz para ti.

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo


Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................

anita sereno disse...

oi querida passando para te deixar um beijinho e votos de um bom fim de semana na companhia dos que mais amas beijos de luz

Francisco Cisco disse...

A pressa na conclusão de obras em ano de eleição, acaba desse jeito, e os motoristas serão responsabilizados no caso de ocorrer algum acidente.
Beijo e paz, Lisette!

Amor feito Poesia disse...

"Que abrem rasgões de luar...
"Fonte, fonte, não me leves,
"Não me leves para o mar!..."
As correntezas da vida
E os restos do meu amor
Resvalam numa descida
Como a da fonte e da flor...


Bom FDS...Beijos perfumados!! M@ria

Sandra disse...

Este é o grande problemas de todos.


TEM UM CHOCOLATE COM FLORES EM MEUS MIMOS, http://sandraandrade7.blogspot.com

PASSE POR LÁ.
PARA VOCÊ!!!

AMIZADE

Não se poderia conceber a amizade se ela não fosse presidida pelo ternário simpatia-confiança-respeito, indispensável para nutrir o sentir que a constitui.

É pelo signo da amizade que se unem os homens, os povos e as raças, e é sob seus auspícios que há de haver paz na Terra.
Da Sabedoria Logosófica.

Carinhosamente,
Sandra

Beatriz Prestes disse...

Péssimos projetos. Péssimo material, péssima execução!!
Lamentável, mas muito verdadeiro.
Beijo e meu carinho
Bea

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

A poesia escorre no papel, tal qual vinho
Derramado da taça.

BOM FDS......Beijos na alma! M@ria