Translate

quinta-feira, 29 de julho de 2010

DIFERENÇAS AO VOLANTE

O sexo das multas
Enquanto a multa mais aplicada às mulheres é por excesso de velocidade, homens são mais punidos por alterar o carro. Eles se preocupam com a beleza de seus carros. Elas pisam fundo. O resultado disso é um saldo de 76,3 mil multas aplicadas no Estado em 2010. A inversão de estereótipos revelada por um levantamento sobre as autuações registradas no primeiro semestre deste ano surpreende especialistas e preocupa autoridades.
As mulheres estão mostrando uma outra face – bem menos prudente do que se imaginava. De acordo com dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), a infração número 1 entre as condutoras gaúchas é o excesso de velocidade. Isso significa, segundo a psiquiatra Carla Bicca, da Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, que as mulheres podem estar buscando, também no trânsito, a igualdade entre os sexos. E estão fazendo isso de uma forma perigosa.
Os homens, embora continuem sendo multados por acelerar além da conta, tornaram-se campeões em personalizar seus carros sem respeitar a lei. Se no passado os motoristas turbinavam motores, hoje o investimento tem foco na estética. Muitos optam por rodas esportivas, películas escuras e suspensão rebaixada e alteram as características do veículo, o que é proibido pelo Código de Trânsito Brasileiro.
– Ao mesmo tempo em que as mulheres ficaram mais agressivas na direção, os homens estão mais preocupados em ter um carro bonito, cheio de detalhes. É o reflexo das mudanças em curso na nossa sociedade – explica Carla.
Nessa guerra dos sexos às avessas, os homens ainda são mais imprudentes do que as mulheres. Apesar de representarem cerca de 70% dos 3,8 milhões de condutores habilitados, eles respondem por 88% das infrações registradas nos seis primeiros meses de 2010.
"O automóvel é o carrinho de brinquedo que cresceu”
João Santanna, pilotoPara o piloto João Santanna, cinco vezes campeão das 12 horas de Tarumã e dono de oficinas, personalizar faz parte da cultura da brasileiro:
Zero Hora – Os gaúchos recebem mais multas por alterar as condições dos seus veículos do que por exceder a velocidade permitida. Essa informação surpreende o senhor?
João Santanna – Não. O automóvel é o carrinho de brinquedo que cresceu. É cultural. O brasileiro gosta de personalizar seu veículo. Isso não é de hoje.
Zero Hora – Algumas alterações não são permitidas. Além de multa, podem prejudicar a segurança do veículo. Qual é a medida certa?
Santanna – É preciso respeitar o que diz a legislação. Eu também personalizo meus carros, gosto de uma roda esportiva, por exemplo, mas cuido para não ultrapassar a linha do paralama. Assim, fico dentro da lei. Motoristas mais novos estão menos atentos a isso.
Zero Hora – No dia a dia, o senhor nota essa tendência?
Santanna – Na pintura, sim. Lá, o cliente que vai consertar um veículo sinistrado, já aproveita para fazer algo diferente na lataria ou instalar algum acessório. As montadoras estão atentas a esse desejo dos brasileiros.
Excesso de vaidade

A vaidade masculina está por trás de 28% das infrações cometidas pelos gaúchos em 2010. Das 235 mil multas registradas até junho no Estado, 66 mil estão relacionadas à circulação de veículos com acessórios proibidos pelo Código de Trânsito Brasileiro ou dispositivos de segurança e identificação fora dos padrões legais. Já os flagrantes por excesso de velocidade, captados por radares e lombadas eletrônicas, ficaram em segundo lugar no ranking das autuações, elaborado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran).
Nas últimas décadas, os gaúchos passaram a investir na personalização estética de suas máquinas. Rodas e escapamentos esportivos, suspensão rebaixada, películas escuras são as modificações mais comuns. E as que mais se convertem em multas nos prontuários desses motoristas.
– O homem é mais vaidoso com seu carro. A mulher é vaidosa com ela mesma. O problema é que, muitas vezes, o condutor não respeita a legislação – avalia o psicólogo Paulo Afonso da Rosa Santos Filho, chefe da Coordenadoria Psicológica e Médica do Detran.
No trânsito, porém, a vaidade estaria acompanhada da vontade de transgredir. Mesmo sabendo que o veículo mexido pode ser autuado na esquina de casa, os condutores insistem em investir em mudanças que desrespeitam as normas de segurança.
– É como se dissessem: eu transgrido, e daí?! Isso já não acontece tanto com as mulheres, até por uma questão de formação – afirma a psiquiatra Nina Furtado.
Os motoristas e suas infrações
NÚMEROS DE CONDUTORES
Homens 2.745.244 (70,76%)
Mulheres 1.139.390 (29,3%)
Total 3.884.634
(*) Dados do Detran, em junho de 2010
NÚMEROS DE MULTAS EM 2010*
Homens 235.274 (88,4%)
Mulheres 31.274 (11,6%)
Total 266.290
(*) Dados do Detran, de 1º de janeiro a 30 de junho
MULTAS ESTRANHAS REGISTRADAS EM 2010
- 1 por andar devagar (abaixo da metade da velocidade máxima permitida)
- 12 por arremessar objetos em pedestres
- 16 por usar luz alta em via iluminada
- 32 por não dar passagem a veículos de urgência, como ambulâncias
- 75 por buzinar de forma irregular
- 95 por furar bloqueio policial
- 103 jogar objetos na via
- 114 por andar em marcha ré
- 349 por dirigir ameaçando pedestres
“As mulheres estão sobrecarregadas”
Cristina Rosito, pilotoApaixonada por velocidade, a piloto Cristina Rosito, 42 anos, acredita que as mulheres estão correndo demais em função de um novo espaço que começaram a ocupar na sociedade e por excesso de compromissos:
Zero Hora – A principal causa de multas entre as mulheres é o excesso de velocidade. Como você avalia isso?
Cristina Rosito – Acho que as mulheres estão sobrecarregadas. Além do trabalho, cuidam da casa e dos filhos. Para conseguir fazer tudo, correm mais. Fora isso, os carros de hoje são muito potentes. As mulheres precisam tomar cuidado para não acelerar demais.
ZH – Você enfrentou preconceito quando decidiu pilotar?
Cristina – Sim, direto. Muitas vezes ganhei corridas, e os pilotos não queriam subir no pódio comigo. Há 20 anos, os caras se achavam muito machos. Tive de ganhar muitas vezes para que passassem a me respeitar.
ZH – Que conselho você dá para as mulheres que gostam de pisar fundo?
Cristina – Quem gosta de correr deve procurar um desses circuitos de kart indoor ou mesmo escolinhas de pilotagem, que existem no Velopark e em Tarumã. São locais especiais para isso. É mais seguro.
Excesso de velocidade

O mito de que as mulheres são mais cautelosas ao volante ficou para trás – estatisticamente. Segundo números do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), elas estão pisando mais no acelerador, e as consequências da imprudência já começaram a aparecer: nos últimos seis meses, as multas por excesso de velocidade atingiram o topo do ranking das infrações entre as motoristas gaúchas.
Na raiz do comportamento de risco, especialistas identificam um processo mais amplo de mudanças. A origem do fenômeno, conforme a psiquiatra Carla Bicca, da Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, está nas fileiras da revolução feminina e remonta às décadas de 1960 e 70.
Elas conquistaram o mercado de trabalho e conseguiram acumular economias para comprar o próprio carro, até então uma exclusividade dos homens. Na primeira década do século 21, elas já representam 30% dos 3,8 milhões de condutores brasileiros.
– O reflexo desse processo está nas meninas de hoje. Fazem tudo que os homens fazem, inclusive correr de carro – afirma Carla.
Para a psicóloga Maria Luísa Pereira de Oliveira, as mulheres estão cada vez mais sobrecarregadas. A imprudência, nesse caso, seria reflexo de uma contingência.
Para Eduardo Cortez Balreira, consultor do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores (CFCs) do Estado, a tendência é preocupante:
– Pode ser necessária uma mudança nos CFCs. As mulheres merecem atenção.
francisco.amorim@zerohora.com.br
juliana.bublitz@zerohora.com.br
FRANCISCO AMORIM E JULIANA BUBLITZ
Fonte: Zero Hora, 29/07/2010

50 comentários:

ONG ALERTA disse...

O respeito e a conscisntização deve ser de todos não importa o sexo.
Educação vem de dentro de casa!!!!

lucidreira disse...

Estes reflexos estão estampados em todo o país, que seu posters (matéria) seja lido e absorvido por muitos dos leitores deste blog e sirva de lisão e ou aprendisado.
Abraço

Tania T. disse...

Com certeza... Independente dos sexos, o tratamento tem que ser igual, a conscientização também...

bjoO

Nilce disse...

Oi, Lisette

É muito importante mesmo a conscientização, não importando o sexo.
Triste saber que as mulheres estão se tornando mais imprudentes. Nada justifica.
Muito boa sua postagem. Todos deveriam tomar conhecimento.

Bjs no coração e muita paz!

Nilce

Caminhos Poéticos disse...

O que importa na vida não é o ponto de partida, mas a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher!

[ Cora Coralina ]

Feliz dia e beijos prá ti! M@ria

soninha disse...

Triste saber pois até então as mulheres eram mais prudentes,a diferença era positiva!!!

Livinha disse...

Responsabilidade.
Se todos no mundo procurasse cumpri-la, os sexos não seriam colocados em comparação e não haveria competitividade.

Belíssima postagem Lisette

Bjs
=)

♥.•:****-franciete-****:•.♥ disse...

Amiga passei só para deixar um carinhoso abraço.
Beijinhos de luz e paz

Lilá(s) disse...

Este post é deveras interessante, não fazia a minima ideia!
Muito bom mesmo
bjs

ROSANA VENTURA disse...

...fiquei pasma com as mulheres. Achava que fossemos mais prudentes...
Mas como ja disseram não importa quem comete a infração, se homem, se mulher...a irresponsabilidade é a mesma, o mesmo CRIME!
bjosssssssss

Marilu disse...

Querida amiga, o Brasil se tornou um país da indústria das multas..Beijocas

**£ú® disse...

ACREDITO NAS PESSOAS... Pessoas, simplesmente pessoas, que nem sempre têm certeza de tudo, mas acreditam sempre...esse texto é de Breno Angellis e vale a pena lê-lo na íntegra... espero vc... bj... **£ú®

Mariana disse...

Para mim foi surpresa saber que em vez de melhorar, o ser humano está andando para trás.
Antes as mulheres eram prudentes.
é triste, retroceder.

Beatriz Prestes disse...

Parece que quando entramos dentro de um automóvel, nos alteramos. Nos tormamos parece máquinas tbém!
Parabéns minha amiga! Consciência é tbém informação, respeito é humanidade, educação é berço!
Mais que perfeito!
Beijo carinhoso
Bea

Amor feito Poesia disse...

Se é triste sentir saudade,
muita saudade de alguém,
maior infelicidade
é não tê-la de ninguém.

(Yde Schloenbach Blumenschein)

Beijos e abraços.....Feliz Noite!

Hod disse...

Olá Lisette, exigi-se qeu no trânsito tanto homens quanto mulheres tenham o mesmo senso de responsabilidade.
Estranha-me o fato de que sendo a mulher mais intuitiva e mais sensata que o homem venha incorrer na falta de prudência quanto ao excesso de velocidade.

Grato tb por sua visita e fragrancia que deixastes em minha atmosfera em dia tão festivo.

Bom fim de semana com Paz.

Beijos.

Everson Russo disse...

Não importa mesmo o sexo,,,o motorista em geral tem que ter consciencia do que é dirigir...beijos de bom final de semana.

Suziley disse...

É verdade Lisette, o bom senso e a responsabilidade valem para homens e mulheres. Valeu. Bom findi, beijos ;)

C@urosa disse...

Olá cara amiga Lisette,muito util essa postagem, realmente, o homem tem um apega material maior ao carro, eu, por enquanto não tenho, pois sou ciclista. Parabéns pelo seu nobre trabalho e pelos gentis comentários lá no dimenor. Paz e harmonia em sua vida.

forte abraço

C@urosa

Ana SS disse...

Está na hora de as mulheres porem o pé no freio?
Em qual freio?

ValériaC disse...

Dados interessantes...infelizmente a imprudência continua entre ambos os sexos...
Doce final de semana amiga!
Beijinhos...
Valéria

Isa mar disse...

Eu não sabia que as mulheres andavam no ranking das altas velocidades
E pior que isso, me toquei esses dias que ando acelerando demais ,mas é tão automático que nem percebia, só me toquei pq alguem dirigiu pra mim e percebi a diferença afff
Mas já estou me policiando, beijos

"Hamilton H. Kubo - Profundo Pensar" disse...

Disse tudo Lisette.
Conscientização deve ser de todos.

Beijos!

Machado de Carlos disse...

Penso que o mundo está muito automatizado. Em tudo existe uma máquina direcionando o ser humano, desde celulares, computadores, radares, satélites, etc.
A mulher já se igualou ao homem em termos de astúcia. Por isso vemos tanta gente lotar os hospitais, por causa dos acidentes. Eles acham que um veículo moderno, pode dominar o mundo. Basta encontrar-se atrás de um volante para que a mente se transforme.
Um Abraço! Obrigado pela visita!

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Olá Lisette!

Concordo que as mulheres estão mais imprudentes mas a lei deve ser aplicada igualmente para todos e a consciência também!

Um beijo e admiro muito o seu trabalho!

Sonia Regina.

Cris disse...

Sou professora em duas escolas, motorista...mãe. Trabalho no mínimo 10 horas por dia.
Houve um tempo em que eu terminava meu primeiro turno às 13:05 e começava o outro às 13:30.
Percorria um trajeto de 15 km entre as cidades de Osasco e S. Paulo, para chegar à tempo e não prejudicar alunos e escola.
No final do dia, muitas vezes passando das 19:30, o que eu mais queria era voltar para casa, para dar boa noite aos meus filhos.
Beijo.

BRANCAMAR disse...

Vim ver o sorriso de Alessandra, é sempre o que mais me encanta neste sítio e depois os alertas, claro e esta luta sem tréguas que trava por uma boa educação no trânsito.
Beijos
Branca

Pérola disse...

Obrigado Elisete pelo carinho da sua visita minha flor.
Gosto muiito.
Beijos de boa noite amada.

wcastanheira disse...

Oportuna sua postagem, a matéria de Zero Hora ofereceu uma luz interessante e vc focou muito bem esta realidade nacional, por isso é tão bom passear por aqui, pra ti guria, bjos, bjos e bjossssssss

Luciana disse...

Oi Lisette

Uma ótima noite pra ti

Te add no Orkut tu tá muito bonita na foto do perfil.

Bjs amiga

Caminhos Poéticos disse...

Há muito tempo que ela não sorria tão espontaneamente. Há muito tempo que
ela não sentia tamanha vontade de viver, de ser feliz, de fazer as coisas boas
da vida. Não, ela não está apaixonada...ela simplesmente se desapegou das
coisas que não lhe faziam bem. Alegria, alegria...

Aline Machado


BOM FDS.....Beijos meus! M@ria

Pena disse...

Fabulosa e Estimada Amiga de Bem:
O seu "trabalho" é notável. Parabéns.
"...– Ao mesmo tempo em que as mulheres ficaram mais agressivas na direção, os homens estão mais preocupados em ter um carro bonito, cheio de detalhes. É o reflexo das mudanças em curso na nossa sociedade – explica Carla."

Olhe, penso que tem toda a razão, concordo em absoluto com as estatísticas que apresenta num fantástico Post "Educacional".
Abraço amigo de respeito pela preciosidade que é.
Sempre a admirá-la

pena

Bem-Haja, pela visita simpática.
Adorei, amiga valiosa!

Socorro disse...

Claro que as mulheres são melhores em tudo, na cozinha, nas avenidas, na beleza, enfim...
Pelas estatísticas, ralmente as mulheres respeitam mais o trânsito. E quando entram em seus carros, vistamos primeiro a beleza, depois o carro.
Os homens, sei lá... O automóvel é mais bonito, rs! Brincadeira, os dois são bonitos. - Mas a conscientização é para os dois sexos.

Beijo0s e obrigada pela sua vista, volte sempre!

ADRIANA MASSOCATO disse...

Conheci seu blog hoje. Parabéns pela iniciativa. Não consegui, por hora, ler muita coisa, mas merece todo o mérito. Muitas vezes fico pensando naquela frase "gentileza gera gentileza" (do profeta Gentileza) enquanto dirijo no trânsito de SP. Se todos levássemos em consideração o outro e fôssemos mais gentis, seria muito mais seguro e agradável transitar em nossas cidades.
Bom final de semana!
Beijo.

Úrsula Avner disse...

Olá minha cara,

agradeço a gentileza da visita e comentário lá no Maria Clara... Bj,

Úrsula

Marcia disse...

Muito importante este trabalho que você desenvolve aqui. Jesus te ilumine sempre!
Muita paz, e um lindo fim de semana!!
Beijos.

. intemporal . disse...

.

. in.diferencio.me das diferenças por ora, pois é chegada a hora da prevenção ser o mote e a motivação a fazer toda a diferença .

.

. bel.íssimo post . os meus parabéns .

.

. um bom fim.de.semana .

.

. paulo .

.

Tetê disse...

Oi Lizette! Na TV, as propagandas de carros novos estimulam a direção perigosa. O trânsito está a cada dia mais congestionado prá que estimular a velocidade? Acabo de atualizar o EcoBlog. Obrigada pela visita! Beijocas ecológicas e bom final de semana! Tetê

Gracinda disse...

Muito obrigada por sua amável visita! Acabo de atualizar e estou te esperando! Bom final de semana! Paz, Luz e Harmonia!

Janeisa Tomás disse...

Oi Lizette, estou de volta e pasando aqui pra te desejar um ótimo final de semana. Quanto ao gênero e as multas, isso significa que a prevenção deve ser intensiva em ambos os sexos.
Bjs

CamilaSB disse...

Olá Lisette...concordo plenamente consigo «...Educação vem de dentro de casa!!!!» o excesso de velocidade conduz ao excesso de acidentes, infelizmente em ambos os sexos...
Um grande beijinho e um pacífico Domingo!

Lu Dantas disse...

Olá! Vim conhecer seu blog e encontrei informações que nem imaginava.

Gostei, viu!

voltarei!

Beijos

Lindalva disse...

Bom dia amiga. Vim te desejar um domingo de Luz, claro ler tuas postagens que são valiosa e dizer que tu e teu blog é DESTAQUE DO MÊS DE AGOSTO NA ILHA. A luta continua, nunca desvanecer e Deus te abençoe. beijos!

Amor feito Poesia disse...

As palavras sem afeto
Nunca chegarão aos ouvidos de Deus.

Shakespeare


Amor & Paz no seu Domingo.
Beijos do meu para o seu coração!!

**£ú® disse...

Comemorando 5 mil visitas com HOJE SOU FELIZ PORQUE ... e hoje eu sou feliz porque tenho amigos como vc que me ajudou a chegar lá... OBRIGADA !!!... um bj de muito boa semana prá vc... **£ú®

Ricardo Calmon disse...

Nossa parte sempre praticando,intensamente,te abraço,Lizete!
Viva la vida

Pelos caminhos da vida. disse...

Passando rapidinho só pra avisar que estou de volta.

Senti tantas saudades.

beijooo.

Cris disse...

Nunca fui multada por alta velocidade. Mas já fui multada por trafegar em dia e horários proibidos (rodízio de veículos em S.P.)Bjs

Anne Lieri disse...

Lisette,muito interessante seu texto!Não sabia que as mulheres estavam correndo mais nas estradas.Eu sou uma tartaruga pra dirigir...rsss...sou exceção nesse regra...rsss...Bjs,

Marilu disse...

Minha querida, e continua tudo igual, jovem de 17 anos mata mulher grávida, e nem ao menos tinha habilitação. Mas pq estava dirigindo um carro? essa irresponsablidade é dois pais, que fazem com que outros pais chorem suas perdas. Tenha uma linda semana..Beijocas