Translate

domingo, 8 de julho de 2012

Falta de conhecimento de regras faz crescer acidentes com ciclistas

Somente em 2010, 260 ciclistas perderam a vida no trânsito no estado de São Paulo. Quando as leis de trânsito não são respeitadas, o perigo aumenta muito. Os congestionamentos estão fazendo da bicicleta uma opção de meio de transporte cada vez mais comum nas grandes cidades brasileiras. Mas a falta de conhecimento das regras de trânsito por parte de ciclistas e motoristas fez o número de acidentes crescer. Veja na reportagem de Cesar Menezes. Foram duas cirurgias e Wesley ainda tem seis meses de fisioterapia. “Veio um carro atrás, foi desviar do buraco e bateu na bicicleta em que eu estava”, conta o estudante Wesley Lima. O número de ciclistas internados por causa de acidentes no estado de São Paulo aumentou. Só em 2010, 260 ciclistas perderam a vida no trânsito. Na disputa por espaço nas ruas e avenidas das cidades brasileiras, sofre mais quem é mais fraco. E quando as leis de trânsito não são respeitadas, o perigo aumenta muito. Basta um passeio por São Paulo para mostrar que essa é a realidade. Instalamos uma câmera no capacete de um ciclista experiente. Antes de sair, ele dá uma dica. “Você tem que conhecer o local em que está pedalando. Tem que conhecer a via, estudar a via. Faça o trajeto de bicicleta em um final de semana, quando é mais tranquilo, com alguém experiente”, sugere o consultor em mobilidade André Pasqualini. E vá com atenção. Um motorista distraído abriu a porta do carro e quase provocou um acidente. Mais à frente, uma ultrapassagem sem cuidado. E outro ciclista é fechado. Quem anda de bicicleta reclama dos motoristas. “Muitos não conhecem ou fingem que não conhecem a lei. Não cumprem a lei”, diz o desempregado Ademar dos Santos Branco. Mas ciclistas também ignoram as regras. Vão na contramão, na faixa de pedestre, desrespeitam o semáforo. Pedalar na calçada, não tem desculpa. Leis existem, mas não são aplicadas porque não foram regulamentadas. “Não há ainda todo o cadastramento das bicicletas. Então, não se tem como fiscalizar”, argumenta Irineu Gnecco Filho, da Companhia de Trânsito de São Paulo. Na falta da lei, a cidade tem investido em campanhas de educação. A segurança do ciclista é maior com capacete e roupas claras, quando ele sinaliza antes de uma conversão, evita avenidas movimentadas, trafega na lateral da pista e respeita as leis de trânsito. Fonte: Edição do dia 07/07/2012 07/07/2012 20h51 - Atualizado em 07/07/2012 20h55

41 comentários:

ONG ALERTA disse...

Verdade existem normas para ci. listas que devem ser cumpridas, não basta pegar a bike e sair pedalando tem que saber o que pode e o que não pode, por segurança.

Nyce Pinto. disse...

Muitas pessoas se aventuram na estradas sem muita noção do perigo que correm, quando não conhecem as regras! Sempre preciosas as informações que encontro aqui...tenha uma semana de muita paz e alegria! Um abraço.

Renata Diniz disse...

Oi Lisette! Penso que o Brasil não tem estrutura para ciclistas. Beijos!

Cidinha disse...

Olá, Lisete. È importante a atenção dos ciclistas em relação ao trânsito e usar equipamentos adequados. Todo cuidado é pouco. Uma boa semana pra vc! Bjos.

Smareis disse...

Estava vendo uma reportagem sobre ciclista nas rodovias essa semana.
Acho muito perigo ciclista nas rodovias,e nem com equipamentos adequado estarão seguros. Falta estruturas pra ciclista.

Beijos e ótima semana!

Maria José Rezende disse...

Olá amiga. No trânsito há que se ter regras para serem seguidas. Beijos.

Lucimar da Silva Moreira disse...

Realmente não só acontece acidentes com carros, mais também com bicicletas também acontece e muitos amiga, sempre veja nos telejornais pessoas que morrem atropeladas em bicicletas, os ciclistas tem que ficar atentos também, amiga obrigada pela sua visita beijos.

Vivian disse...

Olá,Lisette!!

O difícil é as pessoas terem consciência da importância de saber das regras, das normas e cumpri-las!
Mas não podemos nunca perder a fé.
Beijos!

Roberta Micropigmentadora disse...

Verdade é preciso estar por dentro dessas regras também. Hoje em dia com esse trânsito foi preciso criar regras para os ciclistas também é preciso se apropriar delas pra ficar mais seguro.

beijos

Lua Negra disse...

A educação e a conscientização tem que ser uma via de mão dupla.
Tenha uma boa semana amiga.
Beijinhos de luz.
Lua.

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Nossos motoristas não estão preparados para conviver em harmonia, nem consigo mesmo, que dirá, com ciclistas, pedestres, e colegas de transito.
Eduacação.
Bjs.
Bom Feriado.
Wilma
www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

PERSEVERÂNÇA disse...

Vivemos em tempos violentos, a falta de amor ao próximo é muito grande; todo mundo quer chegar na frente, ser o primeiro, tudo tem de ser do jeito que cada um acha que é;a vida passou ser um troféu pouco conquistado e muito desprezado.
Excelente postagem!!!
Bjs
Nicinha

Socorro Melo disse...

Oi, Lisette!

O trânsito é uma loucura, e tem ceifado vidas de forma assustadora. Atualmente, não só em cidades de grande porte, mas também de médio e pequeno, os acidentes são comuns, e a falta de respeito as Leis do trânsito, é infelizmente cometida. Penso que só uma mudança de mentalidade, aliada à prudência, melhoraria este quadro.

Grande abraço
Socorro Melo

O Árabe disse...

Falta de conhecimento... e d e respeito pela vida, infelizmente. Boa semana, amiga!

Flor de Jasmim disse...

A educação tem que ser não só para os motoristas, mas para todo o mundo que anda nas ruas seja qual for o seu meio de transporte.
Amiga ainda ontem fui tomar uma cafézinho pela manhã à beira mar, temos em toda a costa junto da estrada uma pista só para ciclistas e piões, pois conseguimos ver muitos ciclistas fora da pista e transitavam na circulação dos automóveis, além de dar multa é uma falta de responsabilidade.
Boa semana Lisette.

Beijinho e uma flor

Nilson Barcelli disse...

Como os perigos são constantes, o risco e a gravidade dos acidentes aumenta se não forem cumpridos os requisitos de segurança.
Se não for feita uma campanha sobre o assunto, seguida de fiscalização, a tendência é para aumentar.
É o que eu penso, mesmo a milhares de quilómetros de distância...

Lisette, querida amiga, desejo que tenhas uma boa semana.
Beijo.

Tetê disse...

Oi, querida... Esse problema com ciclistas é complexo... o ciclista abusa e o motorista não respeita. Obrigada pela visita ao Livre Pensamento! Fico feliz de encontrá-la em meu cantinho! Bjks Tetê

Cy (Astroterapia Junguiana) disse...

Tenha certeza que ela tinha uma missão em família, só saberia dizer algo mais com o mapa completo do nascimento dela. A minha tinha o ascendente nesse signo, e entendi realmente todo seu processo, sendo que a saudade é algo incontrolável. Bjs Cy

Zéza disse...

Oi querida! Vim agradecer a sua visita e avisar que já atualizei! Estou esperando sua visita!! Beijos azuis!

Michelle Louzeiro Nazar disse...

Amiga Lisette, sempre ótimos seus posts elucidativos. A questão do trânsito dos ciclitas pelas cidades é de suma importância e confesso que só voltei mais meu olhar a ela quando cursei a disciplina Mobilidade Urbana no mestrado, pois discutimos muito sobre este tema e tínhamos um colega de sala que enfrentava os perigos do trânsito local com sua bicicleta... Excelente postagem ;-)

Pérola disse...

Um perigo o trânsito para os ciclistas e peões. São sempre os mais vulneráveis.
Beijo, Lisete!

Leonice disse...

Olá Lisette boa tarde!
Ótima matéria, realmente o número de ciclista está aumentando bastante e o respeito de uns pelos outros no transito diminuindo muito, é lastimável.
Um grande abraço querida e uma semana de muita paz!

ValériaC disse...

Excelente colocar este tema mais à tona.
Infelizmente, além dos motociclistas, estamos cada vez mais vendo ciclistas irresponsáveis no transito, especialmente andando na contramão, não respeitando as leis de trânsito, que devem valer para todos, pelo bem e segurança.
Beijos,
Valéria

Frida disse...

Olá querida! Valiosa essa sua reflexão! É uma grande alegria receber sua visita! Muito obrigada! Acabei de atualizar. Luz e Paz! Frida

7e7ei@ disse...

Como é gostoso receber visitas! Amigos são Anjos e eu gosto de me sentir assim, cercada de Anjos! Anjo amigo, obrigada pela visita! Um beijo angélico em seu coração! Tetéia

Evanir disse...

Querida Amiga.
Enviei seu livro hoje com o nome que peguei no seu blo.
ONG ALERTA - Alessandra Andreolla Feijó.

O numero para vc rastrear o livro no correio.
RQ 80568642 9 Br.
O endereço foi o que deixou no meu blog.
Estarei enviando um email para você beijos no coração.
Evanir.

Liz - Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Aqui em SP tem brigas e discussões imensas sobre os ciclistas. A maioria não admite, crê nisso?
Consciência é algo que deve ser mais trabalhado nos seres humanos...

bjs, Lis!

Mariz disse...

Só q eles não obedecem as regras...e as vezes tb não as conhecem, não sei.

Falta muita estrutura para um ciclista.

bjos!

Mariz disse...

Só q eles não obedecem as regras...e as vezes tb não as conhecem, não sei.

Falta muita estrutura para um ciclista.

bjos!

MARILENE disse...

Acredito que nossas ruas não estão preparadas para os ciclistas. E nem eles para elas. Se com motos a situação já é complicada, com as bicicletas a insegurança aumenta.
Bjs.

ELAINE disse...

Isto tudo é muito bonito no papel, e é bem mais fácil e cômodo condenar o motorista pois é considerado o "mais forte"! Mas cá entre nós, tem alguns ciclistas que só falta pedalarem por cima dos carros! Sem falar que a maioria dos ciclistas é composta de crianças saindo das escolas, pedalando no meio dos carros, se atravessando na frente deles ainda dando risadas! Pode?!....Uma quarta-feira iluminada!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

✿ chica disse...

Sempre a mesma coisa,não;Não muda!! beijos,lindo dia!chica

Cigana Raicha disse...

Menina que fofo seu blog já estou ficando aqui viu!!! Parabéns que Deus conserve sempre assim. Passa la no meu cantinho e se gostar me segue também.
Bjooooooooooooooe com Deus!
Cigana Raicha

http://ciganaluminosa.blogspot.com.br/

Everson Russo disse...

Mais um problema a se resolver com urgencia....beijos de bom dia pra ti amiga.

Bruxa disse...

Bom dia amiga!
Os números são altíssimos e a cada dia o trânsito está mais caótico. Esses dias comentava com meu marido que dirigir em São Paulo, está virando um verdadeiro malabarismo, pois dirigimos por nós e pelos outros. No meio dos congestionamentos estão as motos (q desrespeitam muito as leis de trânsito) e agora o número alto de ciclistas. Tudo isso aliado ao desrespeito e má educação resulta em um número crescente de acidentes e vitímas.
Infelizmente, poucos lêem e se interessam em melhorar suas atitudes no trânsito.

Abraços e um dia de bênçãos com Deus protegendo.

Kellen Bittencourt disse...

Oii Lisette, eu particularmente morro de medo de andar de bicicleta, mesmo na tranquilidade da minha cidade, que dirá nas grandes, mas o texto dá dicas importantes, conhecer onde vai andar, estudar previamente é uma ótima dica p evitar apuros! Bjoooss

Estou retornando aos blogs hj e trazendo um sorteio mineirinho lá no Blog, sua participação será bem vinda!

Marina disse...

Andar de bicicleta aqui na minha cidade e impossivel! :T beijos

LUZ disse...

Oi Lisette, querida!

Belo texto e bem explicativo. Condições para ciclistas e bicicletas são poucas, na maior dos paíse parte do mundo. Claro que há países onde a bicicleta é o meio de transporte mais usado.

Beijos da Luz.

Sonhadora disse...

Minha querida

Se as pessoas tivessem mais cuidado e respeitassem as normas, evitariam muita dor.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

BlueShell disse...

Não sabia dessas estatísticas e realmente não sei como são aqui em Portugal. Mas sim, há regras para serem seguidas!
Bj

Antonio Reis disse...

Os acidentes com ciclistas e motocicletas assustam pois sempre são severos e os numeros estão abusdamente crescendo.Salvador está uma armadilha a este condutores todos os dias varios casos nos horarios de ponta, hoje teve uma morte feia envolvendo uma caçamba do serviço de limpeza.Está dificil o transito e ja causa traumas nas pessoas.Um abração Lisette.