Translate

terça-feira, 24 de julho de 2012

Detran rastreia os 10 trechos que mais matam no trânsito do RS

Como diminuir os riscos nas estradas, uma das maiores causas de morte no Brasil?
Um comitê composto por autoridades municipais, estaduais e federais está disposto a enfrentar esse desafio.
A primeira ideia é atacar pontos críticos situados em 50 municípios gaúchos e que são responsáveis pela maioria dos acidentes de trânsito no Estado. O diagnóstico desses locais de mortandade é fruto de um levantamento criterioso pelo qual o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RS) rastreou como ocorreram as mortes de 9.708 pessoas em desastres no Rio Grande do Sul, entre janeiro de 2007 e dezembro de 2011.
Dessas mortes, 1.923 (20%) aconteceram em 50 municípios, que representam 10% do total de cidades gaúchas. A análise dos dados mostra a lógica: via de regra, o maior número de mortes ocorre nas cidades maiores. Mas nem sempre é assim. São Leopoldo, por exemplo, tem um ponto crítico que registra mais mortes que os localizados em Porto Alegre, cidade sete vezes mais populosa.
Os acidentes são causados, basicamente, por três fatores, que atuam de forma isolada ou em conjunto: efeito humano, infraestrutura das vias e condições do veículo. O condutor costuma ser apontado por especialistas como o maior causador de desastres, ao abusar da velocidade, ao não usar cintos e ao consumir álcool ou drogas antes de dirigir. Com relação às vias, os pecados mais comuns são a falta de sinalização, a ausência de proteção e a existência de obstáculos às margens, como árvores ou postes. Por último vêm os problemas dos veículos: falta de manutenção, desgaste de peças e falhas mecânicas.
O governo estadual assegura estar disposto a não culpar apenas os motoristas. No comitê de trânsito, liderado pelo vice-governador Beto Grill, é consenso que as estradas gaúchas são ruins e perigosas. Nos próximos dias, o comitê deve eleger dois pontos prioritários – pinçados dentre os campeões em acidentes – para um diagnóstico in loco. Policiais rodoviários e engenheiros irão aos locais e elencarão providências. Inclusive estruturais, se necessário.
– Nos casos indicados, vamos fazer passarelas, colocar lombadas e mudar o traçado das vias, se a solução for essa – garante o engenheiro mecânico Rodrigo Kleinübing, perito criminal e coordenador da Câmara de Segurança Viária do comitê.r
Fonte: Zero Hora
21/7/12
Humberto Trezzi

39 comentários:

ONG ALERTA disse...

O governo esta disposto a fazer alguma coisa a muitos anos quero ver executar alguma coisa concreta em relaçáo ao tränsito e náo ficar só na teoria.
Eles querem fazer algo mas em Porto Alegre nem existe engenheiro de tränsito, pode....

Flor de Jasmim disse...

Esperamos que sim minha amiga, que não fique apenas por promessas.

Beijinho lisette e uma flor

ZilMar disse...

oi Lisette...

o tempo passa e vemos tão pouco efetivamente feito e funcionando em realçao a prevençao de acidentes ou mesmo a punição dos mesmo que causam...acho triste...mas não podemos desanimar...

um grd beijo!

Zil

meus instantes e momentos disse...

o Governo, sempre esta disposto a fazer alguma coisa.....mas sempre paliativos, nunca medidas ou ações concretas.
Uma pena.
Maurizio

Lorena Viana, disse...

Adorei... tomara que não passe de "falatório" e realmente saia na prática. Uma boa iniciativa.
Beijinhos afetuosos.
Uma quarta-feira, cheia de coisas boas!
Lorena Viana

Rangel disse...

A intensão é excelente e deve ser feito mesmo, mas o prioritário é darmos valor à vida, coisa que muitos adolescentes, jovens e adultos não fazem, preferem um monento de euforia e prazer em detrimento da vida. Parabéns pela publicação, um abraço.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
As lombadas já estão bem presentes nas estradas e na semana passada, estando no interior... vi como elas chegam também por lá... Beleza!!!
Seja abençoada e feliz!!!
Bjs de paz

Lilá(s) disse...

É esperar para ver...
Bjs

LUZ disse...

Oim Lizette,

Tudo o que fizerem a bem do condutor, do ciclista e do peão será sempre bem vindo.
São precisas muitas vontades e decisões pra que as coisas comecem a se modificar.

Beijos da luz.

Quando lhe for possível, passe no AFETOS, se não ele fica, com ciúmes, né?

Luciana Santa Rita disse...

Oi Lizette,

Tudo bem? O texto descreve que 2/3 é um desdobramento da falta de política pública. Tal tema deveria estar presente nas propostas eleitorais.

Beijos.

REINVENTANDO disse...

Acho que o governo e o usuário tem culpa nessa questão. Espero que possa dar certo esse estudos que estão fazendo no Sul, colocar em prática e seja um exemplo para outras regiões do país. Bjs. Sandra

Toninhobira disse...

Todo acidente deve ser analisado e assim traçar as curvas de risco como nas empresas e penso que não é diferente no transito.Tinhamos alguns problemas com carros que derrubavam postes e com estudos amenizamos as quedas com construção de defensas.Porem com elas ficam os carros e condutores expostos ao impacto mais severo.O certo seria uma ação conjunta para entender o por que dos acidentes no local.O que se quer em Porto Alegre é parecido.Oxalá ponham em pratica com ações efetivas.Tudo que vier amenizar será bem vindo.
Um abraço terno Lisette e que Deus nos proteja sempre.
Bjo.

Bandys disse...

Oi lizette,

Hoje é dia de eu pegar estrada...
Nem sei o que é pior, se a estrada ou o transito louco do RJ.
é só rezar mesmo.
Beijos

Anne Lieri disse...

Lisette,é mesmo uma pena que ainda ocorram acidentes por falta de manutenção nas estradas.Já não bastam as pessoas que abusam da sorte,ainda o governo precisa mesmo colaborar mais!Grande alerta!bjs,

Bruxa disse...

A manutenção é deixada de lado, mas os pedágios e impostos não são esquecidos. Acredito que se um trecho tem um alto índice de acidente é pq o problema está lá, não somente nos condutores.
Obrigada por ler o conto que postei na caverna.
Linda tarde, abraços.

Eu...Suzana disse...

Pois é Lisette, entra governo prometendo milhões de coisas e quando sai pouco ou nada se fêz. Só promessas de campanhas..e o povo se iludindo e aumentando os índices de mortandade nas estradas. Pode??? Um grande beijo minha amiga.

Evanir disse...

Minha amiga pior tudo fica no projeto
e agora no de eleição temos as famosas promessa .
Amada vc recebeu o livro?
Eu não fiquei sabendo ainda foram 4 livros para o Rio Grande do Sul.
Aguardo resposta.
Feliz final de semana beijos,Evanir.

Yasmine Lemos disse...

vc na sua luta né amiga?! Deus está com e por você.
um beijo e tenha um fds lindo

Marizza Semeadora disse...

É muito gostoso chegar no blog e encontrar um comentário! Muito obrigada pela visita! Deus te abençoe! Paz e Bem!

Marilu disse...

Querida amiga,

Tenha um lindo e abençoado final de
semana.
Beijocas

Cecília Romeu disse...

Lisette,
tudo bem?
vamos ver onde tudo isso vai dar...
em época eleitoral... sei lá.
Beijos!

Meire disse...

Oi Lisette,

espero que tudo saia do papel.
Aqui na minha cidade os projetos são fantásticos mas não se concretizam.

Bejim e ótimo final de semana.

Luma Rosa disse...

Que consigam chamar a atenção da população e das autoridades, por que o governo adora discursar e só!!
Bom fim de semana!! Beijus,

MARILENE disse...

Nossas estradas não são, realmente, boas. Mas ainda creio que a sensibilidade dos motoristas, o respeito, a obediência às leis de trânsito, ainda são o melhor caminho para se reduzir acidentes. Bjs.

Sissym disse...

Hoje fiquei boba, precisei parar um pouco para pensar: esta semana que está terminando, ouvi quase diariamente, muitas noticias sobre acidentes serissimos em estradas e tambem dentro de centros urbanos.

É uma realidade triste, a crescente violencia no transito, derivada de bebidas, drogas e sono. Sem contar com criminalidade.

Beijos

Dalva M. Ferreira disse...

Ai tomara, tomara. Senão fica a dor, a dor eterna. Eu perdi meu pai na estrada de Pouso Alegre, MG. Era caminhoneiro e bateu de frente com outro caminhão, segundo eu soube. Isso foi há mais de 50 anos, mas mudou o curso das nossas vidas.

Luna disse...

algo tem de mudar para acabar com tanta sinistralidade
beijinhos

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando para deixar um beijinho e desejar uma boa semana.

Sonhadora

Ane disse...

É verdade,as estradas também precisam de melhorias,tanto quanto os motoristas precisam de educação de trãnsito.Abraços!

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga que as promessas se tornem realidades.
Bom restinho de domingo.
beijinhos
Maria

Bandys disse...

Oi Lizette,

Passando para te dar um beijo, e pela primeira vez só vi um acidente na estrada.

Uma semana de muita luz e que os sonhos se tornem realidade.

Aninha disse...

Oi menina lindaaaaaaaaaaaaaa!!!
Passando pra desejar a vc uma semana abençoadaaa!!!



http://aninhavitoriosa.blogspot.com.br/

Smareis disse...

Espero sinceramente que ele faça alguma coisa, e isso não fique só na palavra.

Beijos e ótima semana!

LUZ disse...

Oi querida Lisette,

Tudo o que se fizer, não será demais, nem em vão, pra salvar vidas humanas.

Boa semana.
Beijos carinhosos da Luz.

ELAINE disse...

Ôi minha amiga! Como está você?... Esperemos que algo seja feito.... e logo! Ótima postagem! Hoje tem post novo! Infelizmente não consigo visitar a todos como gostaria..... Então peço desculpas se, por vezes, me demorar um pouquinho mais a aparecer.... Mas... com certeza voltarei! Dia 02 de agosto, quinta-feira, terá novo post também!
Uma semana feliz e cheia de oportunidades! Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Vera Lúcia disse...

Oi Lisette,

Ficamos sempre na torcida para que medidas concretas sejam executadas com algum êxito.

Beijo.

João Batista da Silva disse...

amigos são conquistas diárias vale a pena viver-abraços joão batista.

Elisa T. Campos disse...

Querida Lisette

Vamos esperar então que funcione.

Obrigada por informar.
Bjs.

Anônimo disse...

legal