Translate

domingo, 20 de novembro de 2011

Mortes no trânsito têm alta de 25% em 9 anos, aponta ministério

Em 2002, 32 mil morreram no trânsito; em 2010, foram 40,6 mil mortes.

País vive 'epidemia de lesões e mortes no trânsito', disse ministro Padilha
 
Um levantamento divulgado nesta sexta-feira (4) pelo Ministério da Saúde, com base em dados do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), mostra que o Brasil registrou no ano passado 40.610 vítimas fatais no trânsito, um aumento de quase 25% em relação ao registrado nove anos antes, em 2002, quando 32.753 morreram.
Entre as regiões do país, o maior percentual de aumento na quantidade de óbitos foi registrado no Norte (53%), seguido do Nordeste (48%), Centro-Oeste (22%), Sul (17%) e Sudeste (10%).
“Os estados que conseguiram apertar a fiscalização e impedir que qualquer pessoa alcoolizada pudesse dirigir conseguiram reduzir os acidentes”, destacou o ministro Alexandre Padilha em entrevista ao G1.

Motocicletas
Do total de mortes no trânsito no ano passado, 25% delas foram ocasionadas por acidente de moto. Em nove anos, diz o ministério, a quantidade de mortes por motocicletas quase triplicou, alcançando 10.134 mortes no ano passado, ante os 3.744 mortes em 2002.
 “Os números revelam que o país vive uma verdadeira epidemia de lesões e mortes no trânsito”, afirmou Padilha.
Os resultados do índice de acidentes com motos são preocupantes, segundo o ministério. Em nove anos, houve crescimento de 214% no número de mortes no Sudeste, 165% no Nordeste e 158% no Centro-Oeste.
Sudeste é a região mais alarmante, respondendo por 14.214 vítimas fatais em 2010. Depois aparece o Nordeste com 11.233 mortes, seguido pelo Sul, respondendo por 7.548 mortes, e Centro-Oeste, responsável por 4.275 mortes. O Norte é a região mais pacífica no trânsito, com 3.340 vítimas fatais.

Lei Seca
O ministério revela ainda que em 2010 foram gastos R$190 milhões em procedimentos de atendimentos causados por acidente de trânsito nas cerca de 145 mil internações.
“O primeiro motivo das causas dos acidentes tem sido a alta velocidade. É fundamental termos mecanismos de combate à alta velocidade", disse Padilha.
O ministro ressaltou ainda a importância de uma fiscalização mais eficaz da Lei Seca. De acordo com o ministro Padilha, houve uma redução de até 30% nas regiões que tiveram uma ação mais eficaz na fiscalização..
Ele defendeu que a Lei Seca seja alterada para ampliar a punição a quem dirigir bêbado. "Eu defendo que a gente possa ter mudança na Lei Seca, aumentar punições a quem dirige alcoolizado. Tem projetos em andamento sobre isso. (...) A pessoa tem que provar que não está alcoolizada", afirmou Padilha.
O ministro também comemorou a decisão do Supremo, de que quem dirige bêbado comete crime mesmo sem provocar acidentes. “Como ministro da Saúde saúdo a decisão do STF. O ato de dirigir é uma concessão que o estado faz a uma pessoa, é uma concessão. Uma pessoa que assume essa concessão tem que saber que não pode dirigir alcoolizado", disse ao G1.


EVOLUÇÃO DOS ACIDENTES DE TRÂNSITO POR REGIÕES DO PAÍS DESDE 2002
  2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
BRASIL 32.753 33.139 35.105 35.994 36.367 37.407 38.273 37.594 40.610
NORTE 2.184 2.180 2.274 2.376 2.533 2.572 2.718 2.730 3.340
NORDESTE 7.611 7.325 7.830 8.517 8.632 9.136 9.282 9.612 11.233
SUDESTE 12.990 13.671 14.179 14.433 14.849 15.004 15.189 14.177 14.214
SUL 6.455 6.591 7.138 7.025 6.938 7.089 7.157 7.045 7.548
CENTRO-OESTE 3.513 3.372 3.684 3.643 3.415 3.606 3.927 4.030 4.275

MORTES NO TRÂNSITO POR ESTADO
UF   2009              2010 (*)

REGIÃO NORTE
Rondônia 506 610
Acre 116 130
Amazonas 375 474
Roraima 126 147
Pará 1044 1351
Amapá 109 121
Tocantins 454 507
REGIÃO NORDESTE
Maranhão 1181 1319
Piauí 803 957
Ceará 1544 1965
Rio Grande do Norte      501 588
Paraíba 789 845
Pernambuco 1762 1920
Alagoas 658 781
Sergipe 512 613
Bahia 1862 2245
REGIÃO SUDESTE
Minas Gerais 3821 3674
Espírito Santo 951 1081
Rio de Janeiro 2337 2299
São Paulo 7068 7160
REGIÃO SUL
Paraná 3116 3410
Santa Catarina 1863 1862
Rio Grande do Sul 2066 2276
REGIÃO CENTRO-OESTE
Mato Grosso do Sul 697 760
Mato Grosso 1069 1085
Goiás 1744          1882

Distrito Federal 520 548
Fonte: http://g1.globo.com/politica/noticia/2011/11/mortes-no-transito-sobem-25-em-9-anos-em-2010-40-mil-morreram.html

42 comentários:

ONG ALERTA disse...

O governo nos mostra estatisticas e o que ele faz para mudar estes números???
Ele investe na vida?? Segurança?? Educaçáo?? Infra estrutura??
Tem muito que fazer...precisa de ATITUDE!!!!

✿ chica disse...

É a coisa nesse ponto muda, mas pra pior! Pena!

Ilca Santos disse...

É amiga, a situação é preocupante, o índice é assustador e infelizmente, a tendência é piorar!
Feliz domingo!
Beijo com carinho.

Carla Fernanda disse...

Quanto mais carros nas ruas...e menos cuidados com prevenção e educação...mais acidentes amiga. Infelizmente!
Beijos

Jorge (Nectan) disse...

Devia ter uma rigos maior para que se tire carteira de motorista, além de profundo trabalho de conscientização dos motoristas e também mais rigor na lei e seu cumprimento.

Um beijo!!!

Clarice disse...

Considerando o número de carteidas de habilitação falsificadas ou liberadas com fraude, não é de espantar. Finalmente dirigir depois de beber virou crime! Afff!
Boa semana.

Sonhadora disse...

Minha querida

Números assustadores e infelizmente não vai para melhor.


Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

MARILENE disse...

Infelizmente, criticamos e, muitas vezes, não fazemos nossa parte. Precisamos estar mais atentos, para colaborar.

Bjs.

Antônio Lídio Gomes disse...

Atitude.
É o que falta a eles, pois esperar dos números o que?
Um abraço fraterno, beijos Lisette.

Livinha disse...

O que se tem é a impressão que estamos nos fins do tempo, que as mortes estão acrescendo em massa e que já não existe caminho que se possa assegurar...

É lamentável minha amiga...

Feliz semana pra você..

Bjs

Livinha

Vera Lúcia disse...

Os números são alarmantes. As medidas até então adotadas não têm sido satisfatórias.
Acredito que um maior rigor nas leis, com fiscalização e a aplicação devida
das penalidades poderá redundar na redução dos acidentes. Mas o maior benefício viria, sem dúvida, de uma tomada de consciência de todos aqueles que conduzem uma máquina.
Beijos.

Sônia Silvino disse...

E o pior é que parece que as pessoas não se conscientizam. Que triste!
Beijos, amiga! Ótima semana!

Desnuda disse...

Querida amiga,

Um excelente post com indicadores de uma realidade absurda e lamentável.


Beijos com carinho e boa semana.

。♥ Smareis ♥。 disse...

Os números são bem grande, mas falta mesmo é a conscientização da população.Ótima semana cheia de coisas especiais e muitas energias positivas nos seus dias. Beijos grande!

jhopes70 disse...

i like your blog thanks for the share it

toronto taxi airport http://guyro.typepad.com/blog/2009/09/email-greetings-in-multiple-languages.html

Pai do Coração disse...

Obrigado! Um sorriso!

Angela disse...

ME EMOCIONEI PROFUNDAMENTE COM TEU BLOG E TUA PREOCUPAÇÃO EM MELHORAR SEGURANÇA NO TRÂNSITO O POST ESTÁ PERFEITO E CLARO!QUE ESSAS ESTASTISTICAS MUDEM URGENTEMENTE!bJO E BOA SEMANA!

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Um problema grave também cá embora este ano os acidentes graves tenha diminuido. Não sabem explicar a motivo, mas pensam que a crise que o país atravessa deve ter contribuido, principalmente para a diminuição da velocidade. Como os combustíveis estão caríssimos e o dinheiro no bolso cada vez menos, as pessoas andam mais devagar para economizar e isso faz com que os acidentes graves diminuam, pois quase sempre eles são graves porque a velocidade é grande. Aqui, mesmo sem provocar acidente, se um motorista é apanhado embriagado, dependendo do grau de alcool no sangue ele leva uma multa ou fica preso. Aqui a fiscalização é pesada nesse aspecto. Ao fim de semana junto de bares e discotecas há sempre policia e os jovens já sabem, ou chamam um taxi ou ficam à espera que a bebedeira passe. Penso que a lei seca, proibição de venda de bebidas não dá resultado;acabam comprando as bebidas e guardam no carro; o que interessa mesmo é mandar parar os motoristas e fazer o teste e depois aplicar multas pesadas ou então ficar sem carteira ou preso. Isso sim, dá certo. Um beijinho e vamos lá continuando na esperança de que as autoridades acordem de vez para o problema. Até breve
Emília

Maria José Rezende disse...

Olá amiga. Tenho a esperança de ainda ler nesse espaço, uma estatística bem diferente dessa. Beijos e ótima semana.

Liz - Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Assino em baixo do que disse a Maria José! esperança de ver um ser humano melhor, mais consciente e sabedor dos seus deveres.

Beijos, amiga!!

O Árabe disse...

É isso, Lisette, a explicação é desanimadoramente simples: cada dia mais veículos, menos cuidado com o tráfego e menos respeito pela vida alheia! :( Boa semana, fica bem.

Olhos de mel disse...

Nossa minha amiga, que diferença do Brasil, para os outros países, heim?
Não ha interesse em resolver tais problemas, porque primeiramente precisam resolver a vida deles... Daqui a pouco vão querer a volta do tal imposto da saúde, que cobraram tanto tempo e nada foi resolvido. Enquanto ele vão cada vez melhor, o povo sofre as consequencias e fica cada dia mais, na pior.
Boa semana! Beijos

Anne Lieri disse...

Lisette,muito preocupante essa estatistica!Os motoqueiros tb tem sido bastante envolvidos em acidentes!Eu tb não sei pra que essas pesquisas,se todo mundo vê que o numero de acidentes aumentou!Precisamos mesmo de mais educação!Bjs,

Renata Diniz disse...

Lisette. E eu vejo motoqueiros, principalmente, fazerem cada coisa absurdamente irresponsável que chego a sentir medo por eles e por nós, que as vezes não temos nada a ver com a confusão, mas levamos consequências de erro dos outros. Preocupante. Beijos.

Van disse...

Oi Lizette

Infelizmente meu estado lá frente, um dos mais altos em índice. Muito se deve à 381 e seu pe´ssimo estado sem reforma grande desde a construção em 1958, com certeza, o restante por irresponsabilidade e falta de programas eficientes de educação e conscientização.

Um beijo

ValeriaC disse...

Lisette minha querida, vemos sempre com tristeza estas estatísticas.
Sempre digo que o trabalho e responsabilidade tem que ser de todos. Do governo, tomando as devidas providencias, mas também dos motoristas e pedestres.
Infelizmente muitos motoristas são extremamente irresponsáveis ao dirigir, fazem do carro uma arma, uma competição constante e o pior de tudo, bebem e dirigem. Assim como vemos pedestres imprudentes também.
A consciência tem que ser de todos, pois senão tudo será falho, tornando todos muito vulneráveis.
Ótima semana querida...beijos
Valéria

Leonice disse...

São números altos mesmo e preocupantes, responsabilidade então.. quase nada! Vejo sempre "motorista" se é que são, dirigindo com lata de cerveja na mão.

Um grande abraço amiga!

Malu disse...

O governo nos apota estatísticas como forma de mostrar que somos responsáveis por tudo enquanto ele se omite cada dia mais...
Lisette, minha amiga, sempre lindas suas visitas em minhas páginas.
Beijinhos...

CLEMENTE GERMANO MULLER disse...

Oi minha amiga, que saudades. Ontem me lembrei de você ao ver uma reportagem sobre Campanha contra a violência no trânsito. Não me lembro em qual cidade foi, mas foi muito bacana e acho que você estava presente nela, mesmo que em pensamento. Essa luta não é somente tua, deveria ser de todos nós que precisamos acabar com essa triste realidade. Eu ando pelo Brasil mas tenho certeza que sou um motorista consciente e responsável. Tenha uma ótima semana. FIQUE COM DEUS. Beijos.

Eli disse...

Oi! Passando pra desejar uma ótima semana pra ti e fique com Deus!

Lilá(s) disse...

Os números são assustadores! mas e tudo continua igual...
Bjs

Blue disse...

Automóveis, armas nas mãos dos imprudentes!

Beijo

Luna Sanchez disse...

Números que espelham dor...

=*

Flor de Jasmim disse...

Lisette querida
Triste esta situação, infelizmente eles não se preocupam com a segurãnça das pessoas.
Tu és incansavél amiga.
Bem-hajas
Beijinho e uma flor

Flor de Jasmim disse...

Lisette querida
É assustador estes nºs e preocupante, mas eles nãose preocupam.
Tu és incansavel.
Bem-hajas
Beijinho e uma flor

Multiolhares disse...

é assustador quantas vidas...quantas familias...quanta dor que poderia ser evitada
bjs

Lua Negra disse...

Tem realmente muito o que fazer, mais infelizmente o que vemos nos jornais, são jovens ao volante, geralmente de carros super potentes, completamente inconsequentes, imprudentes e imaturos. O que é uma pena e uma grande perda, pois quando eles não se matam eles matam os outros.

Realmente rezo para que essa realidade mude rápido.

Beijos de luz, querida amiga.
Lua.

BlueShell disse...

Os números são assustadores.
Cá em Portugal, um país pequeno, é quase a mesma coisa!!!
Lamentável
Grata por tua visita e palavras.
Bj

Café com bolachinha disse...

lizette querida tudo bem??...acredito que deveria ter mais rigor e exigencia para se tirar cartas de mortoristas...é uma situação preocupante que não vai melhorar da noite para o dia ..precisa haver uma atitude drastica..
Eu tenho um primo que sobreviveu a um acidente..mas as vezes me pergunto quando o vejo será que ta valendo a pena ele viver assim?!!..é triste..
Lizette vim te ver e também me despedir pois vou me ausentar do meu blog ate janeiro...Eu tenho feito poucas visitas por falta de tempo e achei melhor assim..Estou me mudando para outro estado e minha vida esta um pouco confusa..
beijos para voce..tudo de bom..muita paz..
titi

sandrinha disse...

Iupiii!!!!no meio de tantas tragédias uma alégria aqui amiga!

A mamis noel passando...vamos começar armar nossa casa e o principal..nosso coração..vamos enfeitá-lo com os mais nobres sentimentos...no meio deste corre corre do dia a dia..acabamos perdendo tanto no caminho né?
Mais ainda é tempo de preparar nosso espírito para vivermos assim um verdadeiro natal!um natal de AMOR!

aí que bom que seria se pudéssemos fazer com que fosse natal todo dia!

Deixo um abraço!

BRISA disse...

AMIGA
QUERIDA
CADA VEZ MAIS TEMOS QUE TOMAR MUITO CUIDADO. AS PESSOAS ESTÃO SEM RESPONSABILIDADE. DEIXAR A DATA DO SEU ANIVERSARIO PARA EU COLOCAR NA MINHA AGENDA BJSSSSS

Ivana disse...

Lisette
As Leis são muito permissivas, deveriam ser mais rígidas, se continuar assim não haverá maiores mudanças. Uma ótima noite, um forte abraço!