Translate

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Europa tem mais carros e mata menos no trânsito

Enquanto as mortes no trânsito voltaram a aumentar no Brasil, atingindo um crescimento de 3,5% entre 2009 e 2010, na União Europeia a taxa média anual de redução do número de mortes se aproxima de 5% ao ano (período de 2000-2009).
Espantosamente, em números absolutos, a Europa possui aproximadamente cinco vezes mais carros que o Brasil e ainda assim mata menos no trânsito!
Em 2010 chegamos ao total de quase 39 mil mortes no trânsito, enquanto a estimativa para a União Europeia é de 32.786 mortes.
Entre os anos de 2000 e 2008 o Brasil teve um crescimento de 32% nas mortes no trânsito, com um ritmo de crescimento de 2,9% ao ano; ritmo que estatisticamente nos permite afirmar que em 2060 o Brasil alcançará 173 mil vítimas fatais, totalizando um aumento de 496% em relação ao ano de 2000.
Se considerarmos então o novo crescimento, entre 2009 e 2010 (3,5%), a situação tende a ser ainda mais drástica.
Ao mesmo tempo, na Europa, o número de mortes viárias que era de 54 mil em 2001 diminuiu para 34.500 no ano de 2009.
Essa disparidade se justifica pelo programa de educação e conscientização no trânsito que ajuda a União Europeia a alcançar um índice de redução anual bastante significativo (5%), desde o final da década de 1990.
E se esse ritmo europeu permanecer estável nos próximos 50 anos, estima-se que em 2060 o número de vítimas fatais na Europa cairá para aproximadamente 2.500, totalizando uma redução de 95% em relação também ao ano de 2000.
Tudo porque as campanhas de segurança viária nos países europeus vêm se utilizando de métodos inovadores e interessantes, investindo fortemente em vídeos publicitários chocantes que parecem realmente tem despertado a população.
Outra novidade são os controladores viários, que se diferem dos radares comuns porque não apenas medem a velocidade instantânea do veículo, possibilitando que o motorista a dissimule, mas calcula sua velocidade media enquanto trafega entre dois pontos distintos.
Esses métodos contribuem de forma significativa para a constante redução do número de mortes no trânsito europeu e devem servir de exemplo para o Brasil quando da implementação de sua política estrutural de segurança viária, tão necessária e urgente.
Somente com investimentos maciços em educação, engenharia, fiscalização, primeiros socorros e punição (EEFPP) é que o cenário brasileiro pode se alterar.
** Mariana Cury Bunduky é advogada e pesquisadora do Instituto de Pesquisa e Cultura Luiz Flávio Gomes
Por Luis Flávio Gomes
Luis Flavio Gomes é doutor em Direito penal pela Universidade Complutense de Madri e mestre em Direito Penal pela USP. Foi Promotor de Justiça (1980 a 1983), juiz de Direito (1983 a 1998) e advogado (1999 a 2001). É autor do Blog do Professor Luiz Flávio Gomes

26 comentários:

ONG ALERTA disse...

Uma pena que em nosso país náo pensam em infra estrutura...bons exemplos devem ser copiados e náo inventados por políticos...

Mafia Sonora disse...

Acho que se dá certo lá claro que deveria ser copiado aqui também, mas parece que educação em geral não faz parte dos planos dos políticos no Brasil.

Camila Monteiro disse...

É exatamente o que vc falou. Acho que nao é interessante pros nossos dirigentes focar nesse problema. Existem coisas mais importantes para eles hoje, como viajar, comer pizza....
Europa é outra realidade... dá até tristeza comparar ne!?

Ahhh nao perde a promoção no blog não, tá bombando já!http://migre.me/62aaj

Valéria disse...

Oi Lisette!
Tudo passa pela educação das pessoas também! por aqui, sempre se quer dá um jeitinho. Lá não, se investe, mas as pessoas são conscientes. Existe horário para transportes pesados, vias para pessoas mais apressadas e por aí vai e são obedecidos. Aqui, sei não...
Beijos e tudo de bom!

Ana Gaúcha _Professora disse...

Um dia de sentimentos Intensos..

Profundos...

Felizes !

saudades ALE
_____________bjsssssssssss//

Jorge (Nectan) disse...

Falta-nos mais educação. Punir apenas ajuda, mas somente a educação dá consciência.

Um beijo!!!

Luna Sanchez disse...

Verdade, isso precisa ser copiado, usado como exemplo, é uma questão essencial.

Um beijo.

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Passei pra te desejar um maravilhoso mês de Novembro e para agradecer todas as vezes que você carinhosamente esteve visitando meu blog.
Espero que volte em breve...

Beijos
Ani

http://cristalssp.blogspot.com

claudiaymarques disse...

Nosso pais também merecia a mesma infra estrutura..pena..
Lizette te desejo um bom fim de semana,sempre na companhia de Deus..
beijos e mais beijos..
sua amiga
titi

Sônia Silvino disse...

Falta maturidade ao motorista brasileiro.
Beijos, minha querida!

MARILENE disse...

Sempre a mesma questão: educação!
A tendência é o trânsito ficar, a cada dia, mais complicado. A única resposta possível está em cada um de nós e no exemplo que damos às crianças.

Bjs.

Carla Fernanda disse...

Provando que educação e oganização fazem toda a diferença amiga.
Boa noite!!

BlueShell disse...

Mesmo assim ha ainda muitos acidentes...mas claro tem tudo a ver com consciencialização de responsabilização!

BJ

✿ chica disse...

Uma bela diferença...

Anne Lieri disse...

Lisette,eu acredito que a unica forma de melhorar o transito é o investimento educacional!Com consciencia desde pequenino,com certeza teremos um transito menos violento em nosso país!Excelente alerta!bjs,

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Aqui na Europa, creio que a diferença está na fiscalização e nas multas mais pesadas, mas mesmo assim aqui em Portugal as mortes no trânsito ainda são em números absurdos. Ainda há muito a fazer. Um beijinho e um bom fim de semana
Emília

Antônio Lídio Gomes disse...

Sabe o que me entristece? É ver que no Brasil nada funciona como deveria.
Enquanto isso, Europa, Japão e EUA dão de goleada em termos de conduta, seriedade e organização.
Beijos.bjeherin

Pelos caminhos da vida. disse...

Quem sabe um dia eles copiam...

Bom fim de semana para vc amiga e obrigada pela sua companhia.

beijooo.

Lua Negra disse...

O que falta é a vontade de mudar mesmo. Mais a maioria estão interessado é no ganho pessoal, e nesse termo quem paga as costas somos todos nós.
Te desejo um final de semana de paz.
Beijos de luz.
Lua.

Raquel Lautenschlager Santana disse...

Que trabalho maravilhoso.

PARABÉNS!!!!
Bjosss.

Tatuagem disse...

Educação, respetar a lei, disciplina...valorar a vida...falta..

Beijo

Eli disse...

Nas esquinas das ruas são as mais perigosas, tem muita imprudência por aí.Temos que ficar atentos, porque tem gente que não respeita ninguém.
Um abraço para ti!

LEANDRO CHH disse...

Olá amigos da ONG ALERTA,
Gostei muito de sua iniciativa. Acredito que a educação é tudo.
Vou ajudar divulgando seu trabalho em meu blog O Construindo História Hoje, é um trabalho voltado para os estudos historicos, nacionalismo e fé.http://www.construindohistoriahoje.blogspot.com espero ajudar.
Parabéns,
Leandro CHH

Clarice disse...

Lisette fiquei só no titulo porque minha quilometragem não me permite ler , mas acredito que não tem a ver com quantidade e sim com cultura e educação básica, que começa em casa, não na rua.
beijo

Simone butterfly disse...

╱◥◣ ╱◥█◣
︱田︱田︱︱田︱田︱ ★.★ * ★..
.*★ *. *..*.★ * ★..
.*★  *. *   Abra a janela do seu...
    coração e deixe entrar por ela tudo
   ♥..♥   de mais lindo como...
    ♥..♥ AMOR
    ♥..♥
       ♥..♥ PAZ      
♥..♥
  ♥..♥ AMIZADE
   ♥..♥ enfim tudo que venha tornar
    vc extremamente feliz!!!!
Pois Deus te deu a vida e sua vida
tem que ser vivida sempre com toda...
♥..♥
  ♥..♥ FELICIDADE
   ♥..♥   que vc merece!!!

๑ॐ ๑ॐ๑     ๑ॐ๑ 
   A vida é uma grande lição
  Aceite os seus desafios e
    E não esqueça nunca
      de ser FELIZ.
.*★ *. *..*.★.*★ *. *..*.★.*★*. *..*.★

          <>=<>   O    ♡
    ♡    (=";"=)
♡        (..)♥(..)     O
  O        (=),,,(=)
▄▃▄▃▄▂▄▂▇███▇▃▄▃▄▃▄▃▄▃
Bjuxxxxxx

Helinha disse...

Olá, minha querida!!

Sim, o problema maior aqui é o descaso, além da certeza da impunidade...

Como sempre, ótimo artigo!!

Beijos e tenha um lindo fim de semana!!