Translate

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Acidente de trânsito, o grande mal que pode ser evitado.

No mundo segundo a OMS, os acidentes de trânsito são a maior causa de morte entre as pessoas de 10 a 24 anos. Pelo menos 1,2 milhões de pessoas perdem a vida todos os anos nas rodovias e estradas mundo afora.
Os países em desenvolvimento provocam 400 vezes mais mortes que o terrorismo. Matam quatro vezes mais que as guerras e os conflitos. Na Colômbia em 43 anos de guerra civil morreram 32 mil e em Cuba, Fidel Castro com o regime Castrista em 49 anos de poder mandou matar 17.000.
O número de acidentes de trânsito no Brasil é alarmante. Segundo as estatísticas, morre por ano vítima desse mal, mais pessoas do que os 40.000 americanos que morreram durante os dez anos de guerra no Vietnã. No Brasil morreram em um só ano (2009) 50.000 pessoas em acidentes. O que nos deixa em uma situação bastante triste, é o fato de que os acidentes ocorrem, em sua maioria, por falhas humanas, principalmente nos finais de semana prolongado e durante as férias escolares quando aumenta o número de motoristas inexperientes nas rodovias.
Rotina infeliz dos imprudentes que não sabem o que é comemorar datas festivas ou passear com a família.
Proporcionalmente à população, o trânsito, no Brasil, é 90% mais perigoso que nos Estados Unidos e cinco vezes mais perigoso que na Inglaterra ou no Japão. É prioridade e é possível reduzir os números de vítimas. Cada pessoa deve participar dessa redução adotando comportamentos diferentes dos que predominam atualmente.
Segundo o Ministério da Saúde, os acidentes e violências representam importante problema de saúde pública, que atinge países do mundo inteiro. O Brasil, nas últimas décadas, foi, aos poucos, colocando-se entre os campeões mundiais de acidentes de trânsito.
Estudos feitos no País têm demonstrado que a violência no trânsito não se restringe aos grandes centros urbanos, sendo também identificada em cidades de médio porte como importantes causas de morbimortalidade. Apesar disso, ainda são poucos os estudos no que se refere à morbidade dos acidentes de trânsito.
Fonte: http://www.atividadesrodoviarias.pro.br





35 comentários:

ONG ALERTA disse...

O Brasil tem uma longa estrada para mudar estes números, mas precisamos de pessoas no governo que façam a diferença!!!!

MARILENE disse...

Nas pequenas cidades também acontecem com frequência. O desrespeito é grande, principalmente em virtude do álcool.

Bjs.

lita duarte disse...

É urgente que apareçam pessoas que façam a diferença.

Boa semana.

Bjos.

Eloah disse...

Querida vim agradecer e retribuir tua gentil visita no meu blog.
O blog da Ong Alerta tem uma proposta maravilhosa de conscientização e de responsabilidade social.Parabéns!
Que a Ong possa divulgar e conscientizar cada vez mais a população e o governo da necessidade de leis mais rígidas e de mecanismos que diminuam estes dados alarmantes de acidentes de trânsito que vêm ceifando vidas.
Querida amiga, que Deus de acompanhe nesta caminhada.BjsEloah

✿ chica disse...

Tomara seja mesmo evitado, de todas as formas ...

beijos,obrigado pelo carinho no niver e uma linda semana! chica

Pena disse...

Preciosa e Estimada Amiga:
Sim! Estas comparações são plausíveis de significação. De imensa significação.
As estradas matam mais que cenários pensados de guerra ou outras mais evidentes e desastrosas.
Há que fazer algo? Algo, que a minha preciosa amiga, tão bem faz.
Abraço amigo de respeito imenso pelo seu trabalho digno e exemplar.
Com fortes estima e consideração e sempre a admirá-la.
Agradecido pela visita linda.

pena

Pena disse...

Preciosa e Estimada Amiga:
Sim! Estas comparações são plausíveis de significação. De imensa significação.
As estradas matam mais que cenários pensados de guerra ou outras mais evidentes e desastrosas.
Há que fazer algo? Algo, que a minha preciosa amiga, tão bem faz.
Abraço amigo de respeito imenso pelo seu trabalho digno e exemplar.
Com fortes estima e consideração e sempre a admirá-la.
Agradecido pela visita linda.

pena

Pelos caminhos da vida. disse...

Pode ser mesmo, o que precisa é de pessoas qualificadas que arregace as mangas e trabalhe em prol de um trânsito melhor e sem acidentes.

Bom dia amiga!

beijooo.

Everson Russo disse...

Pode ser sim,,,com apoio das autoridades, o que é difícil, e consciência de quem conduz um veículo...beijos de boa semana pra ti amiga.

Dri Andrade disse...

Querida Lisete,acho que vc não chegou a ler todo o texto rs..
obrigada, mas não sou eu que estou passando a situação descrita lá no blog, ja passei, mas hj sou muito bem casada. É para minhas amigas que passam, um beijo grande e boa semana pra vc

Anne Lieri disse...

Lisette,muito triste essa estatistica!O Brasil tem como melhorar seu transito,basta investir na educação desde pequenos e tb em novos meios de transporte!Excelente texto,amiga!Boa semana!

Bandys disse...

Lisette,
Concordo plenamente com você.
Mas não é bem assim, conheço uma cidade em Minas que "quase ninguem tem carteira de habilitação. Uma vergonha.
Mas não podemos desanimar nunca.

Beijos

O Árabe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Muito mais do que pessoas no governo que façam a diferença.
O povo brasileiro tem que crescer.
Crescer em cidadania, crescer em responsabilidade.
Um dos sonhos de seu consumo, o carro se transforma em uma arma pronta para matar, quem ousar passar na sua frente.
Verdadeiras bestas feras na direção.
Bjs.
Wilma
www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

O Árabe disse...

Li com cuidado todo o texto; as suas publicações sempre merecem isto. Mas acredito que o o título já resume o alerta principal: "... o grande mal que pode ser evitado". Pode, sim. E precisa ser! Boa semana, amiga.

Cida disse...

Realmente assustador!
=(

Querida amiga, te desejo uma linda e abençoada semana.

Fique com Deus.

Abraço apertadinho,

Cid@

Severa Cabral(escritora) disse...

Vanmos acreditar que dias melhores virão...
bjs

Kinha disse...

Um pouquinho mais de educação e paciência no transito já ajudaria muito!

Maria José Rezende disse...

Olá Lizette. Passando aqui para lhe deixar o meu carinho e desejar-lhe uma ótima semana.
Essa estatística só mudará com o comprometimento do governo e com a educação do povo. Beijos.

Lucimar da Silva Moreira disse...

Postagem muito importante para todos, se todos tivessem conciência de pegar o carro sem beber, evitaria muitos acidentes, pessoas perdem suas vidas por causa de um imbecil, amiga estou te seguino segue lá o meu, beijos.

LEANDRO CHH disse...

Oi Lisette do ONG ALERTA,
As mudanças devem começar pela consciência daqueles que dirigem. Na maioria das vezes são adolescentes inresponsáveis, que bebem até não poder mais e depois vão para trás de um volante e acabam ceifando sua vida e infelizmente a de inocentes.
A educação no trânsito deve começar dentro de casa, nas escolas, em propagandas de conscientização.
Contem com o Construindo História Hoje amigos,
Um grande abraço fraterno,
Leandro CHH

Flor de Jasmim disse...

Tem que existir uma mudnça radical.
Beijinho Lisette

Pelos caminhos da vida. disse...

Quero agradecer de coração vc amiga por estar comigo pelos Caminhos da Vida na despedida do nosso querido amigo José Carlos Manzano.
Meu muito obrigada.
Que Deus a abençõe!

beijooo.

。♥ Smareis ♥。 disse...

Não sei se alguém apareça pra fazer algo. Promessas existem, mas nada é feito. Vamos esperar pra ver! Beijos e ótima semana.

Celina Dutra disse...

Lisete,

Uma forma eficaz de reverter essas estatísticas é ensinar respeito, sob todas as formas, às crianças, desde que ela nascem. Na família, na escola, no rádio, na tv... embora seja trabalho de longo prazo, não vejo outra forma.
Girassóis nos seus dias. beijos

Dα૨ℓ૯ท૯ Aℓ√૯ઽ....(",) ^♥^ disse...

É LAMENTAVEL FLOR,MAS VAMOS ACREDITAR..<3

ótima semana s2

Beejo-Beeejos..♥


Darlene Alves..(",)

Renata Diniz disse...

Lisette. Que estatística terrível que nos expõe e expõe nossos entes queridos ao perigo. Tomara que um dia melhore. Beijos.

Toninhobira disse...

Numeros que me assustam.Leis que noa funcionam ou são burladas pelos especialistas das leis.Assim somos presas faceis de irresponsaveis no transito.
Uma bela semana com paz amiga.
Meu abraço.
Bju.

*♡* Jane Dos Anjos *☆* disse...

Oi Lisette, desculpa a falta de vindas aqui, mais andei e ando com probleminhas e quando acho que tudo vai se ajeitar as coisas pioram, na ultima sexta minha mãe teve um probleminha no coração e agora vamos correr atrás para levar ela em um cardiologista, meu Deus viu, obrigada pela visita viu e um beijo!!

Leka disse...

Olá! Quanto tempo né!
Eu perdi meus blogs, pois o google deletou minha conta e acabei perdendo contato com vários amigos!
Agora tô recomeçando de novo lá no blog que tu visitou!kkkk!
Obrigada pela visita e volte sempre!
Bjs, paz e boa semana!

Liz - Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Acredito que esses números se devem à crescente violência que hoje parece imperar no espírito humano. Mas tenho esperança de uma hora tudo se reverter...continuo acreditando...

Não te esqueci, não. Só ando trabalhando demais. Logo passa a correria de fim de ano.
Beijos, querida!!

Tais disse...

Obrigada pela visita.
É um bonito trabalho que você realiza.
Parabéns.
decorehouse

ValeriaC disse...

Infelizmente esta é a nossa realidade e muito terá que ser trabalhado em termos de conscientização e responsabilidade por todos.
Beijos
Valéria

Astroterapia Junguiana disse...

Oi Lisette, acho que o trânsito está cada vez pior. Gostaria que a consciência das pessoas fosse constante. Obrigada pelo carinho, bjs Cynthia

SweetMelody disse...

Olá
Finalmente algum tempo livre para dedicar-me a ler o seu blog.
Que você vê antes, eu fiz um post todos os dias, e agora, apenas dois ou três dias
Mas isso não quer dizer que eu esqueça
Obrigado pela lealdade de suas visitas e comentários no meu blog
O seu blog? sempre belos textos ou imagens bonitas, e eu aprecio.
Eu vou lhe desejar um bom dia para a França, onde é muito frio
beijos
cordialmente
Chris

http://nsm01.casimages.com/img/2009/03/27/090327025459505743381393.jpg