Translate

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Acidente de Trânsito no Brasil


No ano de 2007, dados assustadores da Polícia Rodoviária Federal revelaram que 85% dos condutores de veículos envolvidos em acidentes de trânsito eram do sexo masculino com tempo de habilitação entre 5 a 9 anos e que se encontravam dirigindo entre 00:15 a 01:00h, apresentando sintomas de embriaguês. Cerca de 25% das vítimas fatais apresentavam sinais de álcool no sangue. Os fatores que contribuíram para essa triste realidade são apontados como sendo os seguintes:
velocidade além da permitida;
distância curta entre os veículos;
não obediência à sinalização;
ultrapassagens mal realizadas;
sono;
uso de drogas e bebidas alcoólicas.
Quanto ao tipo de acidente de trânsito com maior ocorrência foi constatada a "colisão na traseira". 65% das ocorrências foram registradas com o "tempo bom" , 55% em plena luz do dia, 70% em pistas simples, 70% na reta. O mais triste e vergonhoso é que mais de 90% dos acidentes tiveram como causa principal a falha humana.
O número de acidentes causados pela imprudência dos motoristas, batendo na traseira do veículo que vai a frente é tão grande que a jurisprudência considera quem bate atrás como culpado. A mídia está repleta de depoimentos de motoristas causadores de acidentes que afirmam que os freios de seu veículo não funcionaram a tempo de evitá-lo.
Através desses dados, algumas providencias poderiam ser tomadas para se tentar diminuir esse quadro. Acreditamos que o caminho correto poderia ser através de uma melhor educação.
Nos países onde o índice de educação é elevado o número de acidentes de trânsito é reduzido.
Na América Latina, o Brasil é o campeão em acidentes de trânsito envolvendo caminhões o que só tende a se agravar com o crescimento econômico. A frota nacional de veículos em 2009 ultrapassou os 31 milhões e a malha rodoviária, onde predomina o tipo de pista simples, continua a mesma há décadas.
Os caminhões representam apenas cerca de 5% da frota mas, participam de 33% dos acidentes. Estão envolvidos em 8.500 mortes (2.500 motoristas) e 110 mil acidentes por ano com um custo de 7,7 bilhões ano (IPEA).
O aumento dos acidentes com caminhões está relacionado à frota velha (transportadores autônomos), falta de norma para controle de tempo de direção e descanso dos motoristas, excesso de peso nos veículos utilizados no transporte de cargas, falta de balanças nas rodovias e estradas sem condições de uso.
Em São Paulo, (2010) os acidentes com caminhões são cada vez mais comuns. Só no Estado são dois por dia. Entre as causas esta o grande tempo ao volante, a falta de sinalização e o excesso de velocidade. Acreditamos que uma boa dose de treinamento reduziria esse índice.
Os custos anuais com os acidentes de trânsito no Brasil de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA, em 2007 ultrapassaram R$ 30 bilhões.
A morte de uma pessoa em acidente de trânsito custa em média R$ 291,00.
O trânsito brasileiro tem deixado por ano aproximadamente 50.000 mortos, 100 mil pessoas com deficiências temporárias ou permanentes e 500 mil feridos.
Não queira fazer parte desta estatística, seja prudente no trânsito.
Fonte: http://www.atividadesrodoviarias.pro.br





31 comentários:

ONG ALERTA disse...

Estudos sáo feitos mas nunca sobre sobre as estradas e suas condiçóes isso o governo náo fala!!!
Mais fácil sempre culpar os motoristas com as imprudencias, o numero de veiculos cresce e as estradas permanecem as mesmas, aonde vamos parar...

ॐ Shirley ॐ disse...

As pessoas que transgridem o regulamento de trânsito, deveriam estar cientes de que, se morrerem, serão consideradas suicidas por Deus. Grande abraço, Lisette!

✿ chica disse...

E cada vez mais carros, estradas péssimas, tranqueiras e ainda assim tantos acidentes.

Eva disse...

Preocupante mesmo, tem tanta coisa errada nessa nossa administração governamental, quando se trata de utilidade pública, inúmeras falhas e nesse caso, como em muitos outros, são irreversíveis, matam! Amo teu blog, beijinhos, querida, uma boa semana.

Dois Rios disse...

Falta consciência, Lisete! Dos condutores e dos governantes. Não vejo luz no final do túnel. Infelizmente!

Estou com um primo de 30 anos todo quebrado no hospital por conta de um louco que "dormiu" no volante e se lançou com carro e tudo para cima do carro dele.

Beijo,
Inês

Flor de Jasmim disse...

Lisette
Que numeros assustadores e quando se trata de alcoalizados eu fico arrepiada, pois perdi um casal amigo que deixaram um bebé porque foram apanhados por um condutor embriagado e o pior é que ele continua a conduzir.
Beijinho

Graça Pereira disse...

Este é um problema que nunca terá fim, resultante de muitas condicionantes! Resta-nos alertar, alertar sempre, como fazes tu e bem!
Mil beijos.
Graça

manuela baptista disse...

deixo um beijinho, Lisete

e força para a sua, nossa, luta

manuela

Lilá(s) disse...

Os numeros são assustadores, este é um problema que parece nunca terá fim...mas interessa ir alertando.
Bjs

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Aqui em Portugal os carros com 4 anos tem de ser visturiados de 2 em dois anos e a partir dos 8 é todos os anos; a visturia é feita por oficinas credenciadas e o documento comprovativo tem de andar no carro; se este for parado e não tiver a visturia leva uma multa pesada. Tudo isto é importante para que os acidentes por problemas nos veículos diminuam; o problema é que a maioria deles é provocada por falha humana, sendo o excesso de velocidade o maior causador de acidentes graves.Mas o que fazer com o ser humano? Não aprende!!!! Um beijinho, Lisette e fica bem!
Emília

Olhos de mel disse...

Infelizmente minha amiga querida, esse é o quadro em nosso país.
Beijos

Vera Lúcia disse...

É uma estatística deveras assustadora.
Somente nos resta continuar com o movimento de repúdio até que nossos brados sejam ouvidos.
Abraço.

Luciana Mira disse...

Infelizmente parece nao mudar.

Antônio Lídio Gomes disse...

Lisette, como se não bastassem os acidentes de automóveis, três engenheiros morreram atropelados por um trem aqui em São Paulo. Pode?!
Passo para deixar um abraço e dizer que o teu blog está mmuito bonito.

Luna Sanchez disse...

Enquanto faltar consciência e educação isso não vai mudar.

Beijos.

Afetos e Ofertas disse...

Essa é uma triste constataçao.
Acho que isso naum estah somente nas maos do governo, mas das familias que deveriam instruir e serem firmes com os jovens. A embriaguez no transito é uma responsabilidade do quem bebe e de quem acompanha estes.
Qt as estradas, eu naum sei porque o governo brasileiro naum aproveita o nosso potencial ferroviario, imagina se criassem ferrovias ligando o pais para transporte de cargas pesadas?
Uma abraço,

Nana Andrade

Celina disse...

OI AMIGA PAZ PARA TODOS . NUNCA HOUVE TANTO ACIDENTES, COMO AGORA, A MAIORIA CAUSADO POR IMPRUDENCIA E EMBRIAGUES , AS ESTATISCAS ESTÃO AUMENTANDO A CADA FERIADÃO, NO OUTRO DIA É UM HORROR PARECENDO MAIS UMA GUERRA, NÃO DEIXA DE SER UMA QUERRA DA IMPRUDENCIA. SE NÃO BASTASSE TEM AS MOTOS, QUE OCUPAM OITENTA POR CENTO DOS LEITOS DOS HOSPITAIS,TÃO TOMANDO PROVIDENCIA, PASSANDO ANUNCIOS CHOCANTES E RECLAMANDO,F QUANDO ESCAPAM O PREJUÍSO QUE DÁ AO GOVERNO EM FISIOTERAPIA E OUTROS GASTOS.ABRAÇOS, CELINA

Lua Negra disse...

Falando sempre, divulgando sempre é uma das ferramentas que podemos usar, para que essa realidade mude.
E isso você faz com maestria, amiga.

abraços coloridos.
Lua.

Jorge disse...

Estudos são feitos, mas pouco fazem para melhorarem as estatísticas ruins do nosso trânsito.

Um beijo

ValériaC disse...

É sempre lamentável, quando se contata que falhas humanas são as maiores responsáveis por tantos acidentes.
Vejo que há todo uma falha na segurança das estradas, mas ainda percebo muita irresponsabilidade e imprudência dos motoristas. Tenho certeza que as estradas poderiam ser perfeitas, porém, se os motoristas não forem conscientes, pouco irá melhorar.
Por isso sempre digo que tem que haver uma mobilização por todas as partes. Governo e motoristas são responsáveis por tudo o que acontece, cada qual com sua cota.
Beijinhos...
Valéria

Vivian disse...

A falha humana ainda é a principal responsável...mais as péssimas condições das estradas, a falta de educação dos motoristas...é uma tristeza...
Beijos pra ti!
Bom final de semana!

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando para deixar um beijinho e desejar um bom fim de semana.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Tetê disse...

Oi querida! Ainda estou sem computador em casa... que saudades... e que sufoco, ver os comentários e não poder retribuir! Estava usando o PC da vizinha que ainda é um XP, lento de dar dó. Agora abriu uma lan house aqui perto de casa e já me cadastrei! Obrigada por sua visita! Um abençoada Advento para vocês! Bjks Tetê

Glória Maria - Fadinha disse...

Números apavorantes. Vim te desejar um bom fim de semana. Bjs

Amor feito Poesia disse...

"Se eu gosto de poesia? Gosto de gente,
bichos, plantas, lugares, chocolate, vinho,
papos amenos, amizade, amor. Acho que
a poesia está contida nisso tudo."

Carlos Drummond de Andrade


Bom FDS....Beijos & Flores...M@ria

soninha disse...

A cada dia muito mais carros,e nada muda nas estradas,e no comportamento das pessoas...

SONINHA disse...

Tudo poderia ser evitado se os motoristas fossem responsáveis. É muito triste!!! Não valorizam as suas próprias vidas e nem respeitam a dos outros.
Beijos, amiga! Bom fim de semana!

AC disse...

Números devastadores para a (in)capacidade humana.
Alguma coisa tem que mudar.

Beijo :)

Patrícia disse...

Claro que as condições de muuuuitas estradas precisam melhorar, mas o que me preocupa mais é a atitude leviana das pessoas frente a sua vida e à vida dos outros. Responsabilidade e amor ZERO!

Angella Reis disse...

É uma triste realidade, infelizmente! Estradas sem minimas condições de uso, motoristas imprudentes e porque não dizer irresponsáveis, porque qdo agem assim não colocam em risco só a própria vida, mas a vida de terceiros.

Obrigada pelo visita. Adorei!

bjs

Toninhobira disse...

Pois é amiga,lendo esta otima postagem, e aqui ainda assustado com o acidente do onibus na BR 116(Rio Bahia) com 32 mortos,fico a imaginar quando poderemos sonhar com motoristas mais responsaveis, neste acidente a culpa recai sobre o motorista da carreta que teri jogado esta no onibus.É um terror nas estradas,o medo das carretas e dos motoristas rebitados soltos nas piores estradas.
Este acidente estourou todos os numeros das estatisticas de 2011.
Voce leu sobre ele?

Um abração amiga.
Deus esteja conosco.
Bju.