Translate

domingo, 3 de julho de 2011

As longas e tortuosas estradas do Estado

Quando Sir Paul McCartney, em 7 de novembro passado, entoou a sua mais melancólica balada – The Long and Winding Road –, no apoteótico show realizado no Gigante da Beira-Rio, o Rio Grande do Sul estava próximo de fechar o ano de 2010 e a partir daí consolidar as suas estatísticas de vítimas por acidentes de trânsito.
A impressionante evolução dos números exibidos dia a dia pelo “mapa das mortes no trânsito” do Grupo RBS já nos mostrava um significativo acréscimo em relação ao ano de 2009, um prenúncio de que fecharíamos o ano com um trágico saldo, contabilizado em 1.666 mortes. Daí a importância desta iniciativa, funcionando como um termômetro, dada a instantaneidade dos dados, ainda que contabilize unicamente os óbitos ocorridos no local.
Sabíamos, então, que estes números seriam ainda maiores e a estatística consolidada pelo Departamento Médico Legal do Instituto-Geral de Perícias do RS nos revelou um estarrecedor número de 2.240 vítimas fatais, 34% superior. O trânsito no Rio Grande do Sul, em 2010, matou acima dos demais homicídios, os quais contabilizaram 2.174 mortes, fazendo do acidente de trânsito a maior causa de morte violenta em nosso Estado.
Desses dados do DML nos vem a informação sobre uma das principais causas, visto que em torno de 44% das vítimas fatais por acidentes de trânsito continham álcool em seu organismo. Devemos somar à questão da alcoolemia, o vertiginoso aumento da frota de veículos, da ordem de 120% nos últimos 10 anos, com significativo aumento do percentual de motocicletas, o não uso do cinto de segurança por todos os ocupantes e o excesso de velocidade praticado pelos nossos condutores. Daí encontraremos as explicações para este fenômeno de aumento dos já elevadíssimos números de vítimas fatais no trânsito por ano em nosso país, infelizmente bem maiores do que os 50 mil que presenciaram a apresentação de um dos Beatles em Porto Alegre.
Por fim, o significativo número de óbitos ocorridos em estradas estaduais, da ordem de 32%, segundo o Detran-RS, associado às notórias precariedades das mesmas em nível de projeto, manutenção, sinalização e ausência de dispositivos de segurança, nos leva a pensar que as estradas do RS estão por merecer uma maior atenção por parte do nosso poder público.

Rodrigo Kleinübing*

*Perito criminal, especialista em Acidentes de Trânsito, Fonte : ZH 01/07/11

31 comentários:

ONG ALERTA disse...

Pena que ninguém faz nada para esta realidade mudar...
O governo ignora qualquer ato...

soninha disse...

É sempre mais fácil não fazer nada,e cada dia vão se perdendo mais vidas...

Graça Pereira disse...

Julgo ter lido num blog que estiveste em Lisboa? Não sei se percebi mal! Que pena não saber.
bj e boa semana.
Graça

shan-Tinha disse...

vi uma reportagem essa semana sobre o uso do cinto no banco traseiro e as pessoas falavam na reportagem que esquecem de usar, ficavam sem graça, riam, impressionante a postura para uma atitude tão importante e vital!
bj e ótima semana pra ti!

Esplendor da Criação disse...

É triste, mas é nossa realidade, ainda hoje minha filha vinha de Novo Hamburgo, me contou ao chegar, que viu um acidente terrível na BR, por volta das 11 hs. O carro estava partido ao meio. E assim as vidas se vão, triste realidade. Bjs.

Solange disse...

é uma triste realidade, que cresce cada vez mais..

bjs.Sol

Flor de Jasmim disse...

Infelizmente é esta a realidade do mundo em que vivemos, tremenda falta de responsabilidade de alguns condutores, beberem, não usando o cinto, e o excesso de velocidade. Puxa eu sou mesmo azarenta, pois no dia em que carreguei um pouco mais no acelarador lá tinha o radar e a GNR a mandar parar que paguei de imediato 120€.
Beijinho

Sérgio Luyz Rocha disse...

Lisette,bom dia!
Sou seu seguidor nº 900...rsrsrs...isso deve significar algo...rsrs
Antes de tudo, valeu pela visita e pelas palavras lá na "Trama", é sempre bom um afago, não é?
Olha só, tem alguns temas recorrentes no que escrevo..."anjos" é um deles...
Tenho três filhas, 24, 20 e 14 anos...expostas ao mundo louco lá fora...enfim...
Acho que tudo, tudo mesmo, sem exceção, é questão de cultura e educação. Se não se cria cultura, não se cria a prática. Veja se não é uma incoerência: a lei brasileira diz que um veículo não pode andar além de 120km por hora (se eu estiver errado, corrija-me),no entanto, fabricam-se carros cada vez mais velozes. Há uma cultura de poder que precisa ser substituída pela cultura da generosidade.
Volto sempre...
Abração!

Everson Russo disse...

Uma semana recheada de poesia e amor pra ti amiga...beijos e beijos na alma.


p.s. dá uma verificada no seu blog, pois toda vez que abro, vai pra uma pagina vermelha de alerta de spam, pode ser alguem mal intencionado,,,

Rô Faleiro disse...

Oi Lisete,
bom dia
vim retribuir a visita e me deparei com esse blog cheio de informações,
vc faz parte de uma ONG de pais que perderam os filhos nessa triste realidade é isso? desculpe se me enganei..gostaria de saber mais sobre vc..
Tenha uma boa semana
que Deus te abençoe!
beijos

AC disse...

O governo pode ter culpa, mas a consciência cívica das pessoas deixa muito a desejar. Pôr em causa, de forma leviana, a nossa vida e a dos outros não é um bom indicador da maturidade de um povo.

Beijo :)

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Infelizmente Alessandra esse é o panorama do nosso Brasil:irresponsabilidade do governo que não tem se preocupado com nossas estradas e dos condutores que acham que sao de borracha e que os outros também são.
A mudança nao depende somente do governo, é uma responsabilidade de todos.
Beijokas querida e uma semana de muita luz.

O Árabe disse...

Boa escolha, Lisette. Elucidativo post! Boa semana, amiga.

Tempestade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tempestade disse...

Parece que quanto mais propagandas fazem para conscientizar as pessoas, mais erros elas cometem.

Muito triste esta realidade.

Obrigada pela visita ...

beijinhos

Nina

Conheça

http://devaneios-fragmentos.blogspot.com/2011/06/o-pedido.html

Zil Mar disse...

Qta negligência meu DEUS!!!!!

passo para deixar meu abraço e desejar uma boa semana...


Zil

Zéza disse...

Oi querida! Vim agradecer a sua visita e avisar que já atualizei! Estou esperando sua visita!! Beijos azuis!

AFRICA EM POESIA disse...

Um beijo e saudades

Toninhobira disse...

Dados que calam na nossa perplexidade. 44% Alcool e que aliado às porqueiras de estradas que temos,fica esta lacuna que nao entendemos tanta falta de ação.
Triste amiga,mas que nao nos desanima de pensar e lutar por um transito mais humano e educado.
Meu abraço e bela semana a voce.
Bju de luz nos seus dias.
E que Deus nos ilumine e proteja.

Dani Gomes disse...

Olá,

Tem convite e presentinho lá no meu espaço: http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/2011/07/selinho-e-blogagem-coletiva.html

Grande beijo para ti!

http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

Leka disse...

Olá!
Passei pra desejar uma ótima semana!
bjs e paz!
http://guerradosmundosleka.blogspot.com/
http://artesanatoleka.blogspot.com/

Nilza disse...

Oi querida: passando para agradecer a visita e avisar que já atualizei! Paz, saúde e que Deus nos ajude! Boa semana! Nilza

7e7ei@ disse...

Como é gostoso receber visitas! Amigos são Anjos e eu gosto de me sentir assim, cercada de Anjos! Anjo amigo, obrigada pela visita! Um beijo angélico em seu coração! Tetéia

Smareis disse...

Acho que ninguém um dia irá fazer alguma coisa. Sou meia pessimista a esse respeito sobre o governo. Quando houverem algumas vítimas fatais por acidentes de trânsito na família de algum politico, "talvez"... ele começar a fazer algo. Mas acho difícil por aquela corja só andam de avião. Um Beijo Lizette e ótimo começo de semana.

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa noite amiga
vim agradecer a sua visita ao meu cantinho, e lhe desejar uma linda semana de paz!
abraço amigo!
maria alice

Tânia Camargo disse...

Infelizmente essa é uma realidade no Brasil... Se dependermos do governo...
O povo tem de se unir e dar um basta com toda essa violência.
Não existe mais tempo para isso!!

É hora de concientização.

Desculpe-me... Mas esse é um assunto que mexe muito comigo... Não consigo aceitar que a maioria das pessoas consederem normal ligarem a TV, abrirem os jornais e se depararem com essas atrocidades!

Desculpe-me...

Abraços,

Tânia Camargo

Lizete Delmonte Ferraz disse...

Olá, Lisette! vim lhe retribuir e agradecer a visita ao meu blog, e chego aqui, encontro este trabalho de conscientização maravilhoso que voce faz. Não sei se deu para vc perceber, mas o conteúdo principal do meu blog é para falar de espiritualidade. Eu acredito que passagens assim como da sua filha linda e querida para um outra dimensão não é por acaso. Muitas vezes são necessários anjos na terra para trabalharem a consciência da humanidade. E acredito que sua filha é um deles. E voce escolhida por ser uma pessoa de luz e possuir uma força interior muito grande. Por isso, este seu trabalho maravilhoso. Me encontro, neste instante muito emocionada...
Torço para que este movimento cresça cada vez mais e que voce possa fazer muito ainda por essa sociedade humana, tão carente de valores. Conte comigo e meu blog para o que voce precisar.
Ah, e voce ainda é minha xara, mas com grafias diferentes.
Um grande abraço e passarei sempre por aqui.
Liz

Tânia T. disse...

A irresponsabilidade do ser humano...

sempre.


=/

moniquemelo disse...

Olá! Queria parabenizá-la pelo blog, se todos fizessem um pouquinho para fazer alguma diferença neste mundo viveriamos em um mundo melhor.
Moro aqui nos EUA e vejo que a diferença entre o trânsito e estradas daqui são enormes em comparação ao Brasil, gostaria que aí fosse como aqui, assim poderíamos ficar mais tranquilos ao pegar a estrada.
Vou comentar do seu Blog no meu http://pensadoramonique.blogspot.com/
Bjos!
Monique Melo

Amor feito Poesia disse...

“Os anjos se fazem notar apenas para aqueles que acreditam na sua existência, embora sempre estejam presentes." (Paulo Coelho)

Beijos na alma......M@ria

Sue disse...

Oi, Lisete... visitando...

Trabalho bonito vc vem realizando...
Leio seus posts e os comentários,
não consigo dizer nada, não sei explicar...saio daqui sempre triste... Ainda assim, vez por outra, volto...

Abraço de carinho... Bj!...pingf