Translate

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Prefeitura diminui velocidade máxima de avenidas em SP

Mudança de 70 km/h para 60 km/h visa diminuir acidentes, segundo CET.
Alteração ocorre nas avenidas Pacaembu e Jornalista Roberto Marinho.

Placa coberta na Avenida Roberto Marinho (Foto: Clara Velasco/G1)
Placa na Avenida Jornalista Roberto Marinho, que também terá velocidade alterada (Foto: Clara Velasco/G1)
As avenidas Pacaembu e Doutor Abraão Ribeiro, na Zona Oeste de São Paulo, e a Avenida Jornalista Roberto Marinho, na Zona Sul, terão a velocidade máxima diminuída de 70 km/h para 60 km/h a partir desta segunda-feira (23). Placas instaladas ao longo das vias com o novo limite já haviam sido instaladas na semana passada pela Prefeitura.

Com a mudança nas avenidas da região oeste, o limite do corredor formado também pelas avenidas Braz Leme, Rudge, Rio Branco e pelo Viaduto Engenheiro Orlando Murgel e a Ponte da Casa Verde será uniformizado em 60 km/h.

Desde o ano passado, diversas ruas e avenidas tiveram suas velocidades máximas permitidas diminuídas. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a mudança em alguns corredores já surtiu efeito em relação ao número de acidentes.

A mudança do limite de velocidade de 80 km/h para 70 km/h no Corredor Norte-Sul, formado pelas avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães, em São Paulo, fez com que o número de acidentes caísse 28%, segundo levantamento obtido pelo G1.

De fevereiro de 2010, mês em que as mudanças ocorreram nas avenidas 23 de Maio e Rubem Berta, até janeiro deste ano, foram registrados 1.215 acidentes. O número é menor em relação ao mesmo período entre 2009 e 2010, quando ocorreram 1.687 acidentes.

Em 1º de abril deste ano, outro corredor teve velocidade máxima padronizada, mas desta vez de 70 km/h para 60 km/h: a Ligação Leste-Oeste, formada pelas avenidas Francisco Matarazzo, Alcântara Machado, Conde de Frontin, Antonio Estevão de Carvalho e José Pinheiro Borges, além das ruas Melo Freire e Doutor Luiz Ayres, o Elevado Costa e Silva e o Viaduto Radial Leste.

No primeiro mês após a mudança, 182 acidentes foram registrados – contra 215 em abril do ano passado –diminuição de 15,3%. Também houve queda no número de ocorrências no Eixo Norte, formado pelas avenidas Luiz Dumont Villares, General Ataliba Leonel, General Pedro Leon Schneider, Santos Dumont, Tiradentes, Prestes Maia e o Túnel Anhangabaú.

Este corredor teve tráfego padronizado em 60 km/h em abril. De acordo com a CET, entre a segunda quinzena de abril de 2010 até 12 de maio do mesmo ano ocorreram 76 acidentes. No mesmo período de 2011 houve registros de 65 acidentes –queda de 14,5%.

Fonte: g1, 23/05/2011 06h22 - Atualizado em 23/05/2011 06h22

39 comentários:

ONG ALERTA disse...

Em um país que náo existe respeito no tränsito, precisa haver regras mais duras!!!

M. disse...

Ou vai ou racha...lol Se não for pela prevençãp que seja pelas repreensão...

Betty Gaeta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Betty Gaeta disse...

Oi Lisette,
O problema em SP não é a velocidade dos carros nas avenidas, afinal, ninguém consegue transitar a mais de 20 km/h nestas avenidas devido aos congestionamentos. O problema de SP são os congestionamentos e as motos!
Bjkas e uma ótima semana para vc.

www.gosto-disto.com

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Lisette
Toda tentativa de diminuir o número de acidentes, é válida.
Tenha uma linda semana
Bjux

Everson Russo disse...

Não só haver regras mais duras, mas tambem punição mais severas aos que não as cumprirem,,,grande beijo de boa semana pra ti amiga.

O Árabe disse...

Embora não more em São Paulo, aplaudo a iniciativa; precisamos, sim, de regras que tragam mais segurança ao trânsito e respeito à vida! Boa semana, amiga.

lucidreira disse...

Será que irá surtir efeito, pois a cidade de São Paulo já é uma maresia danada "lentidão total" nas suas avenidas super congestionadas.
Abraço

Mafia Sonora disse...

Bom aqui em Brasília, houve diminuição de velocidade em algumas vias, o número de acidentes aumentou na verdade por conta do número de carros, afinal são 2 milhões e meio de habitantes e quase 1 milhão e meio de carros, uma das maiores médias de carro por habitante do país inclusive, mas não adianta nada também diminuir velocidade de vias e não educar o motorista.

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

É bem simplista tentar resolver o problema com uma simples alteração de placa.
Alterar o código penal, com certeza surgiria maior efeito e alteraria as tristes estatísticas em todo território nacional.
Ai eu vejo vantagem!
Bjs.
Wilma
cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com.br

ValériaC disse...

Acho muito bom que reduzam a velocidade mesmo...uma vez que são ruas de transito intenso, fica um pouco mais seguro.
Boa semana querida...beijos...
Valéria

Cynthia disse...

A pressa é constante em cidades urbanas. Infelizmente não mudamos os conceitos sobre a vida. Abraço Cynthia.

lita duarte disse...

Com certeza, regras, mais regras.

Beijos.

Janaína Pupo disse...

Que seja cumprida!
Beijos querida.

Cadinho RoCo disse...

É preciso controlar a velocidade no tânsito sim.
Cadinho RoCo

ArcadoAutoConhecimento disse...

Olá minha amiga. Estou passando aqui para lhe desejar uma semana ótima, recheada de flores e sorrisos. Beijos.

Valéria disse...

Oi Lisette!
As mudanças neste sentido são válidas, o problema é a fiscalização, porque muita gente continua sem respeitar!
Levei seu banner para meu blog, sempre é bom dvulgar!
Bjos e uma semana de paz!

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa disse...

Mesmo quando a percentagem de acidentes desce, é sempre tão pouco...
Um beijo.

AC disse...

Todas as medidas que impliquem preocupação com a segurança são boas.

beijo :)

✿ chica disse...

Estava agora lendo a ZHora e lembrando em ti, quando vejo tu no blog...Sincronias...bijos,linda semana,chica

Anjo Noturno disse...

Quem sabe não polpam mais vidas...
Vim pedir pra que vote sim no link, por favor da uma força para banda ;)http://estigmaangel.blogspot.com/2011/05/banda-rollsrock-caldeirao.html
Divulga se for possível
Obrigada

Meire disse...

Lisette, muito obrigada pela visita lá no meu cantinho. Se as pessoas não se conscientizam de uma maneira ou outra o jeito é esse mesmo.
Gostei muito do blog e já estou seguindo no twitter tbm.
Um beijo grande pra vc e meu carinho,
Meire.

Maria disse...

Amiga passei para lhe desejar uma excelente semana.
Beijinhos
Maria

Tatiana disse...

E que venham as multas, e caras...se não...
Bjs.

Brasil Desnudo disse...

Oi Lizette, boa noite querida!

A loucura que vemos hoje nas grandes cidades no transito, se tornou uma verdadeira calamidade, pois se mata mais no transito no Brasil durante o ano todo, do que em um guerra!
Ou se toma providências como essas, bem como, outras até mais rígidas, ou vamos continuar a assistir mortes e mais mortes nos noticiários de TV.

ótimo post Lizette.

Bjs e uma ótima noite pra ti.

Marcio RJ

Antonio José Rodrigues disse...

Acredito, Lisette, q seja uma louvável atitude. Beijos

Nilce disse...

Oi Lisette

Esses números diminuiriam se não existissem os irresponsáveis da madrugada que não se importam com radares, muito menos em cumprir outras leis.
Paz e luz.

Bjs no coração!

Nilce

Vera Lúcia Duarte disse...

Olá Lisette,
Toda medida que vier para reduzir o números de acidentes será bem
vinda. Afinal, qualquer dano à saúde do cidadão, além de oneroso para o próprio governo, ainda culmina com muito sofrimento.
Beijo.

Smareis disse...

Acho que não vai adiantar, ninguém respeita a velocidade.Brasil parece um país sem lei.Beijos querida é ótimo começo de semana.

MARILENE disse...

A redução do limite máximo de velocidde ajuda, mas os acidentes só vão diminuir, realmente, com uma conscientização, com a educação. Se não respeitam semáforos nem faixa de pedestres, continuarão a desrespeitar o limite de velocidade. Salvo se a fiscalização ocorrer de verdade . Só sofrendo no bolso os motoristas se preocuparão, infelizmente.

Obrigada pela visita. Aqui se busca melhoria de postura. Parabéns!

Everson Russo disse...

Um belissimo dia pra ti minha querida amiga...beijos.

soninha disse...

Espero que de alguma forma reduza os acidentes,tudo vale quando falamos em Vidas!!!

Lena disse...

Oi, Alessandra
O pior é que muitas leis e regras já existem. O que falta realmente é a vontade de aplicá-las não deixando a ilegalidade impune.
Mais uma advertência interessante que vc nos apresenta.
Estive fora em um fim de semana prolongado, mas agora já estou de volta pronta para continuarmos nossa troca extremamente gostosa e rica de ideias e reflexões.
Beijos com muito carinho e uma ótima semana!!!

Anne Lieri disse...

Lisette,acho bom diminuir o limite de velocidade,pois quando não está congestionado tem sempre gente que abusa!Muito bom seu alerta de hoje!Bjs e boa semana!

Anne Lieri disse...

Lisette,acho bom diminuir o limite de velocidade,pois quando não está congestionado tem sempre gente que abusa!Muito bom seu alerta de hoje!Bjs e boa semana!

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

As pessoas andam sempre com muita pressa e, nem quando começa de repente a chover, o motorista se digna diminuir a velocidade. É triste a falta de civismo dos condutores; esse é o maior problema. Um beijinho e espero que tudo te corra bem.
Emília

Amapola disse...

Boa tarde, querida amiga Lisette.

Tudo que for feito para proteger a vida, que seja louvado.

Beijos.

♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

Oi Lisette querida,

Estou passando para te agradecer sempre sua presença tão carinhosa no meu Blog...
E também acho que toda tentativa de diminuir os acidentes são muito válidas.

Beijos
Ani

ॐ Shirley ॐ disse...

Liette, passei por aqui para deixar um beijo a voce, grande guerreira. Muita luz!