Translate

sábado, 20 de março de 2010

Estradas sem pardais no feriado de Páscoa


TRÂNSITO EM RISCO
Estradas sem pardais no feriado de Páscoa
Fim de contrato afeta rodovias estaduais e gera perdas na arrecadaçãoNenhum dos 70 pardais instalados nas estradas estaduais estará em funcionamento durante o feriadão de Páscoa, que em 2009 matou pelo menos 22 pessoas no trânsito. Desativados desde o dia 5 de março, devido ao fim do contrato de locação que vigorava desde 2006, os equipamentos só devem começar a ser substituídos a partir de 10 de abril.
Ao deixar de emitir uma média diária de 505 multas, os pardais do Estado ficam sem arrecadar pelo menos R$ 40 mil a cada 24 horas – considerando-se o valor mínimo das multas. Em duas semanas fora de operação, a soma já representa uma perda de R$ 560 mil aos cofres públicos.
Enquanto a licitação para a assinatura de um novo contrato não é concluída, foi aberto um edital de licitação para contratação emergencial de uma nova empresa. Caso não haja entraves judiciais ou burocráticos, a expectativa é de que a assinatura possa ocorrer no próximo dia 10.
A partir dali, a empresa vencedora teria um mês para instalar metade dos equipamentos e outros 30 dias para terminar o trabalho. Na prática, significa que só em 10 de junho os 70 equipamentos estariam repostos. Mesmo assim, o diretor de operação e concessões do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), engenheiro Antônio Augusto Silveira Martins, contesta os argumentos de que haveria falha ou falta de planejamento na substituição dos aparelhos.
– Não é por má administração, são fatos burocráticos do processo e não tem como mudar. Instalar pardal não é como trocar pneu de carro, é muito mais complicado – diz Martins.
Contrato deve gerar economia de R$ 2 milhões
A última liminar havia sido obtida pela empresa Engebrás SA, que mantinha o contrato de locação dos controladores desde 2006. Alegando falhas no período de recursos, a empresa havia conseguido interromper o processo. Com a derrubada da liminar concedida pela 7ª Vara da Fazenda Pública, na semana passada, o Daer retomou a contratação emergencial.
Com duração de seis meses, o contrato deve ser assinado com a empresa Eliseu Kopp & Cia Ltda, que ofereceu uma proposta 32,7% menor do que o valor atual. Segundo Martins, isso vai representar uma economia de R$ 2 milhões durante o semestre. O edital para a contratação foi entregue ontem pela governadora Yeda Crusius à Central de Compras do Estado.
– As duas empresas entraram com oito recursos à Justiça, e também tivemos de refazer uma parte do procedimento por recomendação do Ministério Público – explicou a coordenadora do Departamento Jurídico do Daer, Cíntia Salada.
- Ontem – A governadora Yeda Crusius entregou à Central de Compras do Estado o edital de licitação para a contratação de serviços de instalação e manutenção de pardais nas rodovias estaduais gaúchas.
- 25 a 31 de março – Prazo para impugnações.
- 5 e 6 de abril – Será confirmado se há impugnações.
- 7 de abril – O contrato é enviado para análise da Procuradoria-geral do Estado.
- 8 a 10 de abril – Previsão de assinatura do contrato.
- 10 de abril a 10 de maio – Após a assinatura, a empresa terá um mês para instalar metade dos pardais previstos (35).
- 10 de maio a 10 de junho – A empresa contratada terá mais 30 dias para concluir a instalação dos equipamentos. O contrato emergencial é válido por seis meses.
Um problema recorrente
O atraso na renovação dos contratos dos controladores eletrônicos tem sido uma constante no Estado:
- Outubro de 2009 – Os 16 pardais da Capital também deixaram de multar. A substituição levou quase dois meses. A demora ocorreu pela necessidade de substituir a empresa responsável pela manutenção dos controladores, que deixou de apresentar as certidões exigidas pela prefeitura. Com a interrupção no serviço que os mantinha operando, acabaram desligados. A ausência foi prolongada ainda mais pelo mau tempo e por atrasos no cronograma de substituição dos aparelhos sob responsabilidade de uma nova empresa, contratada em caráter emergencial.
- Dezembro de 2009 – 77 lombadas eletrônicas em 23 estradas estaduais ficaram inoperantes para a troca dos aparelhos. A substituição começou em 21 de janeiro. A conclusão só ocorreu no início de fevereiro. Mais uma vez, a troca das empresas foi o motivo para a mudança. Segundo o Daer, eles só podiam ser trocados nessa época porque o contrato de locação com a empresa anterior se encerrou em dezembro e não tinha como ser rompido antes.
Fonte: zero hora, 20/03/2010, leticia.duarte@zerohora.com.br LETÍCIA DUARTEO

21 comentários:

ONG ALERTA disse...

Sra. Governadora a vida não é um fato burocrático...o trânsito mata todo dia neste país.
Os políticos estão preocupados com alinaças, conviniências e não com segurança, prevenção e repsito pela vida, somos obrigados a votar e vocês políticos são obrigados a que??????
Uma mãe...que luta pela vida...

Suziley disse...

É isso aí, Lisette, onde fica o respeito à vida?!! Bom final de semana, paz, beijos,
Suziley.

Pérola disse...

Bom dia minha linda!!!
Burocracia amiga vai além de minha compreensão.
beijokas.

Pelos caminhos da vida. disse...

Vim desejar um feliz "Dia do Blogueiro" amiga.

Caso aceite tem selinho lá pra vc.

Fim de semana de muita luz,paz, amor.

beijooo.

Luciana disse...

Oi Lisette
Um ótimo fim de semana e parabéns pelo dia do blogueiro.
Bjs
Lu

soninha disse...

Temos que contar com a consciência dos motoristas,com a sorte,só não podemos contar com nosso Estado...E o feriadão chegando,paz a todos.

Michelle Nazar disse...

Burocracia em nosso país soa mais, para mim, como impunidade diante dos riscos a que somos submetidos..e surge um sentimento de inquietude em relação ao futuro próspero que nunca vem..e prosperidade para mim não é riqueza tão somente... Beijos e parabéns pelo dia do blogeuiro :)

**£ú® disse...

20 de março - dia do blogueiro... parabéns pela tua participação neste mundinho encantado... meu blog trocou de roupa, está vestido com as cores do outono...passa lá prá ver... bj...**£ú®

Sônia Silvino disse...

Se depender dos políticos, nada mudará! Nós é que temos de mudar os políticos!
Bjkas, minha querida! Bom domingo!

•.¸¸.•*♥*•.¸¸.• Sanzinha •.¸¸.•*♥*•.¸¸.• disse...

E as estradas sempre ficando pra depois...
Beijo grande, Lisette!
Ótima semana pra vc!

Chica disse...

Brincando com as vidas,não?

Gato louco disse...

que coisa!

Rebeca Postigo disse...

Eita!!!
Não gosto de ficar discutindo a burocracia... =/

Bjs

Dora Regina disse...

Lisette, a preocupação agora são os Royalties, nossos governantes não estão ligados em mais nada...Pra que?
Venho agradecer sua visita e dizer que para mim é motivo de muita alegria, volte sempre que quiser, será sempre um prazer!
Abraços e boa semana!

Priscila Rodrigues disse...

Oi querida..

Não sei se as coisas es~tão melhorando.. ou piorando a cada ano que passa.
É uma vergonha !!

Pelo menos aqui em Sampa esta andando, de vagar quase parando, mas esta andando.

Beijos..

Maria José disse...

Muito preocupante o post. Estou passando por aqui para lhe deixar um beijo carinhoso e desejar-lhe uma semana recheiada de paz e amor.

Regina disse...

PREZADA LISETE, É UM PRAZER TÊ-LA COMO SEGUIDORA DO MEU BLOG. FIQUEI SUPER FELIZ EM TER A VISUALIZAÇÃO DO BLOG DA ONG ALERTA NO MEU CANTINHO. QUANDO DA PERDA DA ALESSANDRA, ACOMPANHEI COM MUITA DOR, A SUA DOR E A DE SEUS FAMILIARES. SOU MÃE, TENHO 2 FILHOS COM IDADE DE 26 E 24 ANOS. PERDI UM IRMÃO, A MUITOS ANOS ATRÁS, ATROPELADO POR UM CAMINHÃO. MEU PAI FOI MOTORISTA DE CAMINHÃO POR MUITOS ANOS E NÓS, SUAS 4 FILHAS E MINHA MÃE, SOFRÍAMOS MUITO COM SUAS VIAGENS. NUNCA ACONTECEU NADA, GRAÇAS A DEUS. MAS MEUS FILHOS PERDERAM MUITOS AMIGOS NO TRÂNSITO. MEU CANTINHO ESTÁ À SUA DISPOSIÇÃO PARA FALAR SOBRE A ONG.
ABRAÇOS PERFUMADOS
ENF. REGINA

Blue disse...

A favor de lombadas, pardais, radares guardas e tudo o mais que necessário for para inibir os excessos.
Mas a burocracia é coisa irritante!

Beijos

"Cantinho Poético" disse...

Uma semANA DE PAZ E MUITA POESIA.
Abraços M@ria

ღPat.ღ disse...

Obrigada por me seguir e adorei teu blog! Amanhã com mais calma quero lê-lo, mas deixo-te um abraço com carinho.
Patrícia

Johnny disse...

''...Ao deixar de emitir uma média diária de 505 multas, os pardais do Estado ficam sem arrecadar pelo menos R$ 40 mil a cada 24 horas – considerando-se o valor mínimo das multas. Em duas semanas fora de operação, a soma já representa uma perda de R$ 560 mil aos cofres públicos....'' OU SEJA, MAIS UM MOTIVO PARA TERMOS CERTEZA QUE O ESTADO, ASSIM COMO A UNIÃO E OS MUNICÍPIOS NÃO APLICAM MULTAS PREOCUPADOS COM A MUDANÇA NO COMPORTAMENTO DOS MOTORISTAS E SEGURANÇA NO TRÂNSITO, E SIM PARA ARRECADAR. PARA RESOLVER O PROBLEMA DO TRÂNSITO NO PAÍS, DEVE-SE ATACAR A RAIZ DO PROBLEMA. QUALAQUER RETARDADO MENTAL, IDIOTA, PSICOPATA E ETC TIRA CARTEIRA NO BRASIL, SÓ NÃO TIRA AQUELE QUE NÃO DISPÕE DE R$ 1.000,00 PARA PAGAR AOS CFC. E OUTRA, SERIA MUITO MAIS EFICIENTE PUNIR OS INFRATORES COM A SUSPENSÃO DA CARTEIRA, DO QUE MULTANDO, POIS PARA MUITOS DESTES INFRATORES, 500 UFIR NÃO FAZ A MENOR DIFERENÇA NOS SEUS ORÇAMENTOS MENSAIS.
E OUTRA, ESTA PERDA DE R$ 560 MIL, TEM A MINHA COLABORAÇÃO POIS EU VIAJEI A 100 KM/H, SEM SABER QUE OS PARDAIS NÃO ESTÃO MULTANDO E SEM SABER TAMBÉM ONDE ESTAVAM OS PARDAIS NA ESTRADA QUE EU ESTAVA. TOMEI UMA CAGAÇO QUANDO EU VOLTAVA PELA MANHÃ E VI OS PARDAIS, PASSEI A SEMANA APAVORADO. MAS HOJE MEU ADVOGADO ME DEU ESTA ÓTIMA NOTÍCIA, E A MERCENÁRIA DA YEDA NÃO VAI GANHA NADA DO MEU BOLSO. JÁ BASTA OS QUASE R$ 700,00 DE IPVA QUE NÃO SERVE PARA NADA, POIS AS RODOVIAS ESTADUAIS DO INTERIOR SÃO UMA VERGONHA!