Translate

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Picareta contra óbitos em rodovia

VIA DA MORTE
Picareta contra óbitos em rodovia
Polícia Rodoviária desobstruiu pista da estrada Passo Fundo-Marau, mas ninguém foi preso
Moradores de Passo Fundo e Marau voltaram a protestar ontem na rodovia que mais mata no norte do Estado. Com picaretas, eles quebraram parte do asfalto para pedir providências e houve princípio de confronto com a Polícia Rodoviária Estadual, que tentou impedir a ação.
Ninguém foi preso na manifestação.No sábado, Alexandre Reveilleau Santin, 43 anos, morreu ao bater a caminhonete Saveiro que dirigia contra um caminhão. Revoltados, familiares e moradores de Marau se reuniram ontem para pedir providências ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer).No km 90, local do acidente que matou Santin, eles tentaram instalar placas anunciando quebra-molas, pintaram a rodovia com spray e colocaram caixões sobre a pista. Com picaretas, os manifestantes começaram a abrir valas na pista, arrancando o asfalto. Policiais rodoviários tentaram impedir a ação, e os moradores revidaram.
O empurra-empurra terminou com a chegada de um pelotão do Batalhão de Operações Especiais de Passo Fundo. São 28 quilômetros de asfalto entre Passo Fundo e Marau (RS-324).O coordenador do sexto Distrito Operacional do Daer, engenheiro Fabiano de Oliveira Pereira disse que desde maio deste ano o Daer, as prefeituras e a comissão pró RS-324 vêm discutindo a situação e buscando alternativas para reduzir o número de acidentes.
A rodovia teve a sinalização reforçada, com a instalação de tachões, pintura da pista, aumento do número de placas alertando o limite de velocidade e a existência de curva perigosa e o alargamento do acostamento. Também foram pintadas linhas de estímulo à redução de velocidade.marielise.ferreira@zerohora.com.brMARIELISE FERREIRA
Outra vítima
- Rodeio Bonito – Um homem morreu e outros três ficaram feridos durante um acidente na tarde de ontem. A colisão entre um Chevette e uma caminhonete F350 ocorreu na ponte sobre o Rio da Várzea, que dá passagem a apenas um veículo. No Chevette, viajavam Bhorer, Roberto Almeida, 50 anos, e Ivo Gomes, 42 anos. Gomes morreu no local.
Fonte: Zero Hora, 24/11/09

9 comentários:

ONG ALERTA disse...

São vidas, querem um bemmaior que este,temos que lutar por nossos direitos já que os responsáveis não fazem sua parte.

Antonio Paulo disse...

E a sra. Yeda coloca várias propagandas de que investe na malha rodoviaria sera?

Elaine Barnes disse...

Tanto dinheiro público, tantos pedágios e nada muda, só piora. pasei pra desejar uma excelente semana e que venham boas notícias! bjão

Maria José disse...

Oi Lisette. Força na sua luta, amiga. Que haja mais conscientização no trânsito. Beijos.

Lisette Feijó disse...

Já que os governos não fazem sua parte vamos reenvindicar por melhorias da melhor maneira que pudermos.

sandra Freitas disse...

A vida é cheia de caminhos pedregosos, obstáculos, espinhos, inimigos visíveis e invisíveis. Mas existe algúem que nos enche de esperança e nos encoraja a caminhar, não olhando as adversidades mas olhando somente para seu olhar terno e sereno a nos dizer: Eu estou contigo!
Permanece firme olhando para Jesus autor e consumador da nossa fé.
Bjos..

soninha disse...

Só assim para mostrar ás autoridades como estão nossas estradas, que façam alguma coisa...

Mariana disse...

As pessoas, estão formando grupos e reagindo.
E isto deve ser feito,cobrar ,,,pois chega de pagar impostos e não ver resultados.

Luciano disse...

É incrivel isso, sabem que o custo de manutenção é menor que o custo social advindo deste erro.
Existe dinheiro, existe tecnologia para melhorar as estradas, mas o investimento é aquém do esperado.
Vidas maravilhosas ceifadas!