Translate

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Acidentes matam três pessoas

Casos fatais ocorreram desde a tarde de terça-feira até a noite de ontem em rodovias e ruas da Serra
Caxias do Sul – Três pessoas morreram no trânsito da região desde a tarde de terça-feira até a noite de ontem. O primeiro acidente, às 13h de terça-feira, matou Lindonês Ferrari, 36 anos, em Nova Bassano. O segundo caso foi registrado no centro de Caxias.
A pedestre Maria Gallio, 77, foi atropelada na esquina das ruas Bento Gonçalves e Vereador Mário Pezzi. Na tarde de ontem, Eurico Paiva Miletto, 65, morreu após o carro que dirigia cair do barranco localizado na Curva da Morte, em Farroupilha.De acordo com o Grupo Rodoviário, Miletto perdeu o controle do Gol placas IJN-0332, de Caçapava do Sul, e morreu na hora.
A caroneira dele, Terezinha Ferreira Miletto, 56, foi levada ao Hospital São Carlos e seu estado de saúde era estável à noite. O acidente ocorreu por volta das 16h15min.O tráfego não chegou a ser interrompido, mas os patrulheiros recomendam cuidado aos motoristas, um vez que, a partir do Km 53, no sentido Farroupilha-São Vendelino, há uma grande quantidade de óleo derramado sobre a pista.
Em alguns pontos, a quantidade é tanta que os motoristas têm dificuldades para frear o veículo.A outra morte ocorreu por volta das 10h30min de ontem. Maria Gallio foi atingida pelo caminhão baú, placas IPA-5016 de Vale Real no centro de Caxias.
O veículo era dirigido por Cristiano Krewer, 22 anos. Ele conta que estava subindo a Rua Bento Gonçalves e, quando percebeu, a mulher atravessou a sua frente. O motorista diz que tentou frear, mas não conseguiu.
A pedestre morreu na hora.Em Nova Bassano, o acidente ocorreu entre um caminhão e um carro no Km 13 da rodovia RS-324. Lindonês Ferrari era o motorista do Escort placas IDL-0432, de Nova Araçá, e trafegava no sentido Nova Araçá-Nova Prata quando houve a colisão com o caminhão Ford Cargo placas INO-2926, de Bento Gonçalves, dirigido por Augusto Caprara, que não se feriu.Foto:Curva da Morte fez mais uma vítima na tarde de ontem
Fonte: Pioneiro, 12/11/09

14 comentários:

ONG ALERTA disse...

Apartir do momento em que saimos de casa fazemos parte do trânsito andar na rua é ser pedestre, andar de carro é ser motorista, então até quando teremos tantos acidentes? Nenhum órgão responsável leva a sério todas estas mortes?
A vida não é um jogo, a vida é uma só tem de ter atitude...

ONG ALERTA disse...

Apartir do momento em que saimos de casa fazemos parte do trânsito andar na rua é ser pedestre, andar de carro é ser motorista, então até quando teremos tantos acidentes? Nenhum órgão responsável leva a sério todas estas mortes?
A vida não é um jogo, a vida é uma só tem de ter atitude...

Antônia Vasconcellos disse...

Um dia vamos abrir os jornais e estará escrito o índice de acidentes tem diminuido neste país.

Norma Villares disse...

É amiga muito triste!
Muito triste.

Irradiações de luz para seu dia.
Abraços estrelados

Danielle Silva disse...

Bom dia Lisette, obrigado por te acessado ao nosso Blog.
Hoje eu estudei mais o seu Blog e quero te parabenizar por este trabalho tão bonito que vc vem fazendo.
Eu trabalho na area de Responsabilidade Social da minha empresa e sei o quanto as ONG's são importantes e necessários para que possamos ajudar ao próximo seja da forma como for.

Gostaria muito de um dia poder conhecer vocês e pode ter certeza que temos o maior prazer em ajudar a divulgar essa ideia de passarmos a todos o cuidado que precisamos ter com o trânsito!

Se quiser publicar algo em nosso Blog fique á vontade, meu email é: danni.vsilva@gmail.com

Pode me mandar e faremos um trabalho em conjunto.

Obrigada

Pelos caminhos da vida. disse...

É a realidade, dura e cruel.

Bom dia amiga.

beijooo.

soninha disse...

È muito triste a realidade que vivemos no trânsito hoje!

Ricardo Conceição disse...

Aonde vamos parar com tantas tragédias.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Infelizmente ficamos de mãos atadadas e nada podemos fazer, a não ser, gritar, gritar e gritar. Quem sabe, um dia conseguiremos alguma coisa. "Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura"!

Belo trabalho amiga! Continue!

Beijos,

Furtado.

Canduxa disse...

Vivemos neste sobressalto constante.
É preciso tomarmos consciência de que este problema é real e não imaginário. Ser mais responsável quando se vai ao volante poderá não ser tudo mas pode ajudar.
Que os anjos nos protejam.
Bom fim-de-semana com muita luz e paz

Lisette Feijó disse...

Talvez os órgõas responsáveis pelo trânsito um dia possam ajudar a mudar este quadro.

Jurandir Santos disse...

Ano de eleição, ano de salvar vida!

Karlota disse...

"Hoje ainda temos também que correr o risco com desabamento de construções, porque o governo sempre tem que levar vantagem!"

Lu Citadin disse...

Estradas mau conservadas,motoristas despreparados,carros com pouca ou muita tecnologia,falta de conhecimento.....até quando??