Translate

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Polícia Rodoviária Federal divulga balanço das operações no feriado

A operação prendeu quatro pessoas por dirigir sob o efeito de álcool.

61 acidentes foram registrados.

Comente agoraA Polícia Rodoviária Federal do Pará divulgou hoje o balanço da Operação Trabalho, que fiscalizou o trânsito nas rodovias federais do Pará durante o feriado de primeiro de maio. Segundo a polícia, três pessoas morreram e 35 ficaram feridas em 61 acidentes registrados nas estradas do Pará. Foram cinco dias de fiscalização, realizada de 00h do dia 27/04 às 24h do dia 01/05.
Segundo a polícia, cerca de 75% desses acidentes ocorreram na BR-316. A principal causa dos acidentes apontada pela PRF foi falta de atenção, seguida por descuido na hora de manter a distância de segurança entre os veículos, dirigir sob o efeito de álcool, além de defeito mecânico e desobediência à sinalização.
Ainda de acordo com a PRF, nove pessoas foram autuadas por embriaguez ao volante e 226 testes foram realizados para verificar a quantidade de álcool presente no sangue. Quatro pessoas foram presas por dirigirem sob o efeito de álcool.
Foram 1.405 autos de infração de trânsito, com 33 veículos retidos por apresentarem irregularidades na documentação e/ou nos equipamentos obrigagótios, além de 22 carteiras apreendidas por vencimento ou apresentarem suspeita de falsificação.
As principais infrações registradas foram transitar pelo acostamento, conduzir o veículo com licenciamento vencido, equipamento obrigatório em mau estado de funcionamento ou inoperante e ultrapassar em local proibido pela sinalização.

Fonte: g1, 02/05/2012 12h12 - Atualizado em 02/05/2012 12h12

40 comentários:

ONG ALERTA disse...

O mais interessante é que os carros tem novas tecnologias, um volume maior, o homem também mudou e nossas estradas continuam do século passado e nunca sáo avaliadas como péssimas...

Toninhobira disse...

Pois é Lisette, li com tristeza das 30 mortes nas estradas mineiras, apesar de todos alertas a coisa continua feia.Claro que nossas estradas ultrapassadas são responsaveis em grande parte,pois são armadilhas mesmo.
Com carinho meu abraço.

Flor de Jasmim disse...

Numeros assustadores! É triste já acontecer todos os dias mas nestes feriados aumenta sempre! Lisette nós por cá temos boas estradas mas não impede os acidentes, pelo contrário porque aumenta a velocidade.

Beijinho e uma flor

Anpara disse...

Olá! Passando para agradecer a visita ao Filosofando! Saúde e Paz. O resto a gente corre atrás! Bjs Ana Paula

O Árabe disse...

E até quando essas autuações continuirão a mostrar o nosso despreparo para com o trânsito?! Bom resto de semana, amiga.

Leonice disse...

Com esses números assustadores de acidentes, chegamos a temer os feriados prolongados.
Um carinhoso abraço amiga!

lucidreira disse...

É o balanço aqui foi de 114 acidentes com 17 mortes nas rodovias federais, fora o balanço da polícia rodoviária estadual que foi 41 acidente com mais 14 mortes e no centro de salvador foram 27 acidentes porém sem vítimas fatais.
Abraço

claudete disse...

acrescento aos dados mais uma tragédia ocorrida aqui em PE no interior , uma família inteira, pai com 43 anos, mãe com 39, filho com 22, gêmeos com 12 e uma criança de 01 ano de vida..A causa? para se livrar de uma animal que transitava livremente na rodovia, bateu de frente numa carreta...Por que os donos de animais insistem em deixá-los soltos nas rodovias? Como punir os donos deste animais? esta é também uma situação calamitosa. beijos amiga.

Desnuda disse...

Querida Lisette,


Li o balanço do feriado e o seu comentário e concordo com você.

Graças a Deus voltei de São Lourenço, Minas Gerais, ontem e fizemos uma viagem tranquila.

Beijos com carinho

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Eu penso, ou talvez sonho, que um dia, tudo isso vai mudar, porque as pessoas estarão mais responsáveis e mudaram as leis e o mundo onde vivemos.
Bjs.
Wilma
www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

Van disse...

Oi Lisette,

será que um dia teremos um feriado sem acidentes? E será que um dia nossas estradas estarão decentes?

Beijos

Cida disse...

Que tristeza! É sempre assim. Quantas vidas são ceifadas durante os feriados prolongados!
E o incrível, é verificar que além do péssimo estado das estradas brasileiras, as pessoas ainda tem a "coragem" de enfrentá-las após consumir bebida alcoólica.
Muito triste mesmo!!!

Será que um dia a situação vai mudar pra melhor?
Espero estar viva para ver.

Beijos pra você Lisette, que Deus a abençoe, muito e sempre.

Cid@

Luciana Santa Rita disse...

Oi Lisete,

Boa noite! Também nào entendo porque tanta montadoras, tantos lançamentos, tantas concessionárias e as estradas no século passado. Na minha cidade que tem 800.0000 habitantes são dois carros ao mês e há anos não se amplia nada.

Beijos.

MARILENE disse...

Nada muda, infelizmente. E quando aparece um feriado, tenho até medo de ouvir noticiários, pois fico sensibilizada com a dor dos que perdem seus entes queridos.

Bjs.

Cecília Romeu disse...

Lisette,
esses feriados...
e as estatísticas parece que só aumentam os números em termos negativos...
Grande beijo e te cuida!

ELAINE disse...

Enquanto o povo não quiser se educar para aprender a ter consciência no trânsito, a coisa não muda! Uma abençoada quinta-feira! Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

lita duarte disse...

A responsabilidade é de todos.

Talvez um dia o brasileiro mude, e aprenda a exigir mudanças e a fazer parte dessas mudanças.

Um beijo.

Everson Russo disse...

Infelizmente é a nossa realidade,,,ano após ano,,,beijos de bom dia pra ti amiga.

Fa menor disse...

Todo o cuidado é pouco...

Liane disse...

Olá Lisette, como dizem os espíritas nada acontece por acaso. Estamos unidas pela mesma dor e isso faz nos aproximar pela afinidade dos sentimentos que só nós mães sabemos e sentimos. Como diz no texto que postei: - somos como copos partidos e que neles nunca mais poderemos saciar a nossa sede e temos que encontar outras maneiras para continuar nessa nossa jornada, por isso nos amparamos umas nas outras procurando um caminho para aqui continuarmos pois existem outros filhos que aqui ficaram que também merecem o nosso apoio, carinho e amor e que um dia a tranquilidade virá e realmente só teremos a nossa resposta também quando estivermos do lado de lá. Um abraço carinhoso em seu coração.

Cores da Vida... disse...

Olá minha querida...,

Apesar de aumentarem o rigor da lei seca, as pessoas ainda continuam não se importando em acatá-la. Ainda não se conscientizaram do perigo a si mesmo e, principalmente, ao próximo que em nada fez para ter a sua vida em risco.
Infelizmente, nosso povo é mau educado...

Beijos a você, Lisette e obrigada pela visita,
Ana Lúcia.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Lisette. Infelizmente ainda veremos notícias como essa a circular nos meios de comunicação, pois os motoristas não são responsáveis em sua maioria, e manter um carro com equipamento em dia custa caro, e muitos ou não tem esse dinheiro, ou preferem usá-lo para outros fins!
O que impera na minha opinião, é a falta de consciência dos motoristas, e aquela frase comum de que não irá acontecer com eles, uma vez que se julgam "reis" do volante.
Venho agradecer o seu carinho comigo e com o meu blog, e convidá-la a estender esse carinho ao poeta Caio Vinícius, que ainda no seu blog está comemorando o aniversário do meu, tanto na postagem em evidência, quanto na anterior a ela.
Acredito que irás gostar da obra dele no geral.
Eu penso que devemos falar de espaços que sejam bons, e ajudar ao mesmo tempo com que eles sejam mais visitados.
Eu faço isso com espaços em que acredito demais! É sempre bom nos sentir estimulados.
Quem não precisa disso?
Eu preciso e gosto! Rs!
Sou grata aos que de mim falaram, e ainda falam, a fim de que eu possa ter amigos fiéis!
Um beijo na alma, fique na paz, e tenha um dia abençoado!

João Batista da Silva disse...

olá querida amiga Lisette.tudo bem?
com você o mundo por mais trágico q esteja sempre se sentiras bem!.
eu sempre me pergunto porque eles fazem carros com o velôcimetro marcando até 220 km por hora se no maximo em uma auto estrada o permitido é 110 km?
acho uma temeridade fabricar os carros populares sem ar-bag nem freio abs e no velôcimetro outro disparete marcando 220 km por hora..é um convite á velocidade sem segurança
já as estradas mál conservadas e pedágiadas e com rara exeções bem cuidadas.
é muito caro o pedágio!
o que é outro péssimo exemplo de gestão pública e privada.
é o q eu humildemente penso sobre como mudar-mos este quadro.

ATT-João Batista Da Silva
SulPampa.blogspot.com

Suzuki disse...

Olá! Feliz de ver seu comentário lá no blog! Gosto de tê-la entre meus amigos! Atualizei... Dá um pulinho lá! Beijos Suzuki

Nilza disse...

Oi querida: passando para agradecer a visita no De Tudo Um Pouco. Já o atualizei! Paz, saúde e que Deus nos ajude! Bjs Nilza

Ana Martins disse...

Lisette, boa noite!
São número verdadeiramente assustadores. Cá, infelizmente também é assim, até temos estradas boas, mas essas, convidam mais à velocidade, o que por vezes é catastrófica.

Beijinho,
Ana Martins

Artes e escritas disse...

Um relato bastante interessante, é preciso estar atento às normas de trânsito. Um abraço, Yayá.

Marilu disse...

Querida amiga, é triste mais um feriado e mais famílias ficaram orfãs
de seus entes queridos, e nada é feito para melhorar estradas. Beijocas

Zilani Célia disse...

OI LISETTE!
TUA POSTAGEM É VERDADEIRAMENTE PREOCUPANTE, PORQUE ESTES DADOS DO FERIADÃO, SÃO COMPUTADOS EM TODAS AS ESTRADAS DO BRASIL,MORTES, ACIDENTES
COM FERIDOS GRAVES QUANDO ERA PARA SER SÓ ALEGRIA, TERMINA EM TRAGÉDIA POR CONTA DE PESSOAS QUE SAEM,NÃO PARA APROVEITAR UM FERIADO, MAS PARA EXTRAVASAR AO PONTO DE MATAR.
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Vera Lúcia disse...

Olá Lisette,

A imprudência, juntamente com o estado lamentável de algumas estradas, ainda continuam a ser os principais responsáveis pela maioria do acidentes.

Por aqui, procuramos não entrar nas estradas em época de feriadão. É realmente temerário.

Beijo.

Maria disse...

Querida amiga números sempre tristes e trágicos.
Tenha um maravilhoso fim de semana
Beijinhos
MAria

✿ chica disse...

Chegamos a um novo fds. Tomara seja tranquilo no trânsito! beijos,chica

O meu pensamento viaja disse...

Lisette, obrigada pela visita e pelo incentivo.
Beijo

Vivian disse...

Olá,Lisette!

Uma pena isso...as coisas sempre se repetindo.Estes números são terríveis.Mesmo uma vida já faz falta.Mas o ser humano teima em não respeitar nada!
Vejo cada coisa,aqui na ERS 118!!
Beijos! Tudo de bom pra ti!

Mari Rehermann disse...

Sempre viajo com um pouco de receio...Dirigimos com prudência, mas, e os outros?? É complicado....

Tenha um ótimo final de semana!
Beijos!♥

Pedrasnuas disse...

Já que as pessoas não zelam pelas próprias vidas...tem de haver um controlo apertado...o problema não está nas estradas...é o "desamor", o desânimo...em que todos andam...a falta de respeito pelas normas...a dificuldade em cumprir regras...enfim...muitas falhas humanas...demasiadas...que custam vidas e vidas...(e se for preciso criticam as crianças...enfim...) Beijo

DADI SILVEIRA disse...

Difícil as coisas por aqui.

Bjsss

alegria de viver disse...

Obrigada querida amiga

Lindo fim de semana BJS.

Elisa T. Campos disse...

É muito triste quando esses acidentes matam pessoas inocentes.

bjs

Pérola disse...

Querida Lisete,
Só com uma educação muito apertada se conseguiria travar esta onda de homicidios na estrada. Tarefa quase impossivel,mas não se podeficar de braços cruzados.
Se conseguires salvar uma vida, já terás a batalha ganha.
Força, amiga!