Translate

sábado, 12 de maio de 2012

Gaúchos morrem mais no tränsito aos sábados

Dados deste ano apontam que o último dia da semana registra 24% dos óbitos no trânsito do RS
Uma tendência preocupante serve de aviso aos motoristas que sairão às ruas e estradas gaúchas no próximo fim de semana. As mortes no sábado representaram 24,27% do total de vítimas do trânsito nos três primeiros meses de 2012 no Rio Grande do Sul.
Levantamento feito pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), a pedido de ZH, aponta um aumento na proporção de óbitos no sábado em relação ao mesmo período de anos anteriores e revela um perfil de vítima mais jovem do que a média.

GRÁFICO: Os tipos de rodovias e o perfil dos mortos 
A constatação de que praticamente uma em cada quatro mortes ocorreu no último dia da semana coloca em alerta autoridades e especialistas. A violência sobre rodas fez 482 vítimas fatais entre janeiro e março em 2012 no Estado — oito mortos a menos do que o registrado no primeiro trimestre do ano passado. Nos sábados, foram 117 mortes. E uma contagem extraoficial feita por Zero Hora aponta que o número de vítimas no trânsito ao longo do mês de abril deve garantir que a proporção de mortes aos sábados se mantenha alta em relação aos demais dias da semana.
Diretor-presidente do Detran, Alessandro Barcellos entende que tanto os órgãos públicos responsáveis pela segurança no trânsito do Estado quanto a sociedade têm de estar atentos, mesmo ponderando ser necessária uma avaliação com mais fôlego ao longo do ano. Chefe de policiamento e fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no RS, o inspetor Antônio Marcos Martins Barbosa diz ainda não ser possível perceber a elevação. Mas o dado preocupa:
— A gente procura fazer um remanejamento de efetivo para termos um maior número de policiais trabalhando nesses dias.
Imperícia é dos um dos fatores
Especialistas apostam em um mantra repetido a cada final de semana pelas autoridades para justificar o aumento na proporção de mortos no trânsito, aos sábados.
Sábado é o dia da balada, em que todo mundo bebe. Apesar da intensificação das blitze, as pessoas procuram andar em ruas onde não há fiscalização. Em estradas, é pior. Há uma tendência de andar em velocidades maiores — avalia João Fortini Albano, professor da Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Albano entende que a divulgação dos números do Detran dá indicativos às autoridades para um reforço ainda maior na fiscalização. O especialista afirma que campanhas de conscientização devem ter o efeito pensado em longo prazo — para conter de imediato índices como esses, a solução estaria no rigor com os maus motoristas. Além da imprudência, a falta de experiência e a imperícia dos condutores que se aventuram por estradas desconhecidas são agravantes.
— Há um movimento de pessoas que não estão acostumadas a transitar em rodovias. Durante a semana, há motoristas profissionais ou amadores que estão acostumados a andar em rodovias — confirma o chefe de policiamento e fiscalização da PRF, Antônio Marcos Martins Barbosa.
Especialista em segurança viária do Laboratório de Sistemas de Transportes da UFRGS (Lastran), Christine Nodari faz a ressalva de que pode haver oscilações da média de acidentes. Para ela, seria preciso um período maior de análise para embasar mudanças nas ações de prevenção. Ainda assim, Christine afirma que os órgãos de fiscalização precisam ficar atentos.
Fonte: ZERO HORA
Pedro Moreira

30 comentários:

ONG ALERTA disse...

Impressiona os dados pois devem morrer muito mais pessoas que se imagina, porque como ja expliquei estes numeros náo colocam as vítimas que morrem ao serem transportadas.
Náo deveria ser afirmado que morreram tantos pois eles nem sabem este número.
Outra as nossas ruas náo evoluiram continuam do século passado!

Marlene Maravilha disse...

Querida, é muito triste o que estamos vivendo em relacao ao transito e mortes. Isto virou uma calamidade pública. Parabenizo-te pela luta
em tentar salvar outros deste mal.
Que este dia das maes seja um bálsamo no teu coracao.
beijos. Jesus te ama e eu também!

Teresa Cristina disse...

Oiee!!
Infelizmente triste esta a nossa realidade, Bjs no ♥..pq a luta continua.

She disse...

Nossa que coisa! Afffff!
Beijo, beijo querida!
She

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Muito triste tudo isso.
Numa noite como essa eu só penso no coração das mães.
Às grandes vítimas de toda essa atrocidade, cometida nas estradas, e nos gabinetes inertes dos nossos políticos omissos.
Um dia tudo isso muda.
Wilma
www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

Mary disse...

Um domingo cheio de amor, paz e coisas boas.
feliz dia das mães
Beijos
Mary.

Marilu disse...

Querida amiga,
Mãe,
Teus braços sempre se abrem quando teu filho precisa de um abraço.
Teu coração sabe compreender quando teu filho precisa uma amiga.
Teus olhos sensíveis se endurecem quando eles precisam uma lição.
Tua força e teu amor os guiaram pela vida e lhe deram as asas para
que eles pudessem voar.
Feliz Dias das Mães. Beijocas

jose claudio disse...

O trânsito violento já está tornando-se uma espécie de epidemia nacional. Estamos quase precisando tratar como caso de saúde pública, por causa do nível de loucura que acomete tanta gente à direção de um veículo. é estarrecedor. Um abraço e ótimo fim de semana. paz e bem.

. intemporal . disse...

.

.

. trago.Lhe um abraço de domingo .

.

. mariano .

.

. e ampla.mente respirável .

.

.

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga que triste realidade.
Hoje venho também para desejar um Feliz Dia da Mãe.
“Deus não pode estar em todos os lugares e por isso fez as mães.” (Ditado judaico)
Beijinhos
Maria

✿ chica disse...

Impressionante!! Um lindo domingo pra ti!beijos,chica

Ivana disse...

Você é um exemplo de força, fé, perseverança e determinação.

Um forte abraço, com todo meu carinho!

Pelos caminhos da vida. disse...

Vim deixar um abraço carinhoso para vc nesse dia amiga.

beijooo.

Calma que estou com pressa! disse...

olá
prabéns pelo excelente conteúdo e alertas aqui no teu blog
e que esempenho e votade de lutar
parabés
bj
lu

Leonice disse...

Passando para te deixar um abraço com muito carinho!
Deus a abençoe sempre!

apenas umas letras disse...

Olá. Os acidentes são provocados por estupidez e por pequenas coisas que deveriam ser evitadas. Primeiro, uma pessoa que beba não deveria de conduzir. Segundo, conduzir a falar ao telemóvel é proibido segundo a lei, mas todos conduzem a falar ao telemóvel. Terceiro, a velocidade. muitos condutores conduzem com velocidade em vez de irem a 50 km/hora. Na minha cidadezinha, em Valongo, perto do Porto, ainda na Sexta-feira, eu ia atravessar uma rua, do meu lado direito não vinha nenhum carro e do meu lado esquerdo, vinha um senhor com os seus 70 anos. Tinha tempo de parar, mas eu estava no meio da passadeira e ele fez-me sinal com a mão a dizer que não ia parar, tipo " podia parar mas não me apetece. desculpa " e ele passou e eu lhe gritei " obrigado ". Mas como este senhor, já passaram senhoras nos seus jipes e que não pararam na passadeira. O facto de algumas estradas serem boas e longas faz com que os condutores andei com mais velocidade. Quanto aos peões, se saírem á noite é bom que não usem roupas escuras. Por vezes, uma pessoa vai devagar na estrada a conduzir o seu carro e se os peões usarem cor preta, torna-se dificil a visualização. era muito bom que existisse uma campanha, que pedisse aos peões para usarem roupas claras, enquanto circulam na rua. beijos Lisette

We.Care disse...

A responsabilidade social passa por todos. Passa pelo nosso blog e comenta.

Obrigada,
http://agencywecare.blogspot.pt/

Flor de Jasmim disse...

Lisette querida
São numeros assustadores, mas infelizmente estão a acontecer todos os dias.

Sei que hoje é o dia das mães aí no Brasil.
Para mim devem ser todos os dias.

Possivelmente para a Lisette é mais um dia de tristeza como todos os outros, desejo do coração que tenha muita força.

Beijinho e uma flor

Everson Russo disse...

Um feliz e abençoado dia das mães pra ti, que Deus abençoe com paz, amor, serenidade e muita fé todas as mães que fazem parte da sua vida,,,,beijos e beijos.

Bandys disse...

Lizette amada,

Infelizmente a bebida ainda é veiculada na tv,nos estádios etc...
O cigarro há muito foi proibido os Anúncios. Mas se é um produto que é para maiores de 18, não deveria estar sendo anunciado a torto e a direito.
Se a badala mudar pra segunda o indice de morte vai passar pra segunda.

Desejo a você nesse dia, que seu coração não perca nunca a coragem de continuar na luta. E eu estou com voce .

Beijos

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando hoje para te deixar um beijinho carinhoso.

Sonhadora

Alê disse...

Parabéns as Mães!

Samantha: disse...

A Paz de Jesus e o Amor de Maria! Tudo bem, Lisette? Espero em Deus que sim! Obrigada por sua visita! Atualizei agorinha. Beijinhos, FELIZ DIA DAS MÃES e uma semana abençoada! Samantha

Multiolhares disse...

é assustador como tantas vidas são ceifadas
bjs

Bruxa disse...

Realmente os dados são alarmantes. O que sinto e vejo diariamente é a falta de respeito pela vida.
Ultimamente tenho notado que os motoristas de ônibus cometem tantas infrações, tanto desrespeito, parecem que esquecem qtas vidas carregam...
Bjs amiga e uma semana de bênçãos.

Sissym disse...

Eu estava lendo na Veja sobre o numero de mortes de usuarios de motos que já dobrou o de veículos. Uma loucura que impressiona e entristece.

Sobre acidentes com carros, a maioria é de jovens, não é mesmo?! São inexperientes e mais atirados.

Beijos a voce e a todos nossos amigos.

Que DEUS esteja conosco.

Vera Lúcia disse...

Oi Lisette,

Profundamente lamentável! Neste dia das mães solidarizo-me com as mães que perderam seus filhos nas estradas ou em razão de qualquer outro tipo de acidente.

Cheguei há pouco de Lafaiete, onde eu e meus irmãos fomos celebrar a data com minha mãe, que neste mês completa 84 anos. Fomos em dois carros e confesso que fui com o coração apertado. Tenho verdadeiro
horror de estradas.

Espero que seu dia tenha sido sereno.

Beijo.

LUCONI disse...

Querida Lisete, triste é a realidade eu trabalhava em PS e bem sei como tudo é camuflado, uma pena que para melhorar alguma coisa demore tanto, beijos Luconi

Ivana disse...

Passando para deixar meu abraço e lhe desejar uma ótima semana, bjs

Pérola disse...

O sábado, dia de festas, de descanso, de passeios. Não admira que morram mais. As pessoas andam mais distraidas, mais alcoolizadas.
Estes estudos são muito interessantes!
Um beijinho