Translate

terça-feira, 11 de outubro de 2011

A criança e o trânsito- o papel dos pais

As crianças, quando olham para o trânsito, vêem-no de modo diferente consoante a idade. Mas, quer sejam mais estouvadas ou mais calmas, ainda não têm noção do perigo.
Uma coisa é certa: as crianças não olham o trânsito como os adultos, e é a estes últimos que cabe ensinar-lhes como proceder, consoante o seu desenvolvimento e maturidade.

Vamos observar a forma como as crianças, nas diferentes idades, olham para o trânsito e informar os adultos sobre o papel que devem desempenhar no desenvolvimento de «sensores de trânsito» nas crianças.

Até aos 5 anos:

As crianças não têm a noção dos perigos que as rodeiam quando saem à rua. A sua única preocupação é brincar e, muitas vezes, é assim que interpretam os avisos dos pais: é mais uma brincadeira.
Desta forma, nunca devem estar sem vigilância ou sair à rua sozinhas.
Para uma criança, qualquer objeto que lhe chame a atenção, na sua imaginação, pode transformar-se numa brincadeira e levá-la a seguir um impulso que coloque a sua vida em perigo.
Mesmo que a criança seja sossegada e pouco "aventureira", ainda não é responsável pela sua segurança.

Conselhos aos pais e educadores:

  1. Chame a atenção da criança para a importância de andar sempre no passeio e para o perigo de andar na faixa de rodagem (explicar-lhe que a faixa de rodagem é para os veículos e não para os peões).
  2. Ande sempre com a criança pela mão e siga todas as regras de trânsito. O exemplo é sempre o mais importante!
  3. Vá explicando à criança qual é a maneira mais segura para atravessar a faixa de rodagem: usar a passadeira e seguir as regras básicas (parar no lancil do passeio; olhar para a esquerda, para a direita e novamente para a esquerda; quando a via está livre pode-se atravessar, mas sempre a olhar para a esquerda e para a direita).
  4. Ao atravessar, mostre à criança que a forma mais segura de o fazer é sempre perpendicularmente ao eixo da via e nunca em diagonal, uma vez que este processo nos deixa na faixa de rodagem durante mais tempo, expondo-nos mais ao perigo.
  5. Pela mesma razão, nunca se deve atravessar um cruzamento pelo centro, o melhor é contorná-lo, mesmo que o caminho se torne mais longo.
    Para que a criança não tenha tendência a descer do passeio, leve-a sempre pelo lado de dentro (a criança à sua direita e a faixa de rodagem à sua esquerda).
  6. É com esta idade que a criança aprende a maior parte do vocabulário usado pelos adultos. Assim, deve iniciar uma aprendizagem simples do vocabulário da segurança rodoviária.
  7. Por outro lado, deve ainda saber que o melhor sítio para brincar são locais seguros, longe do trânsito e escolhidos por um adulto.Aos poucos a começará a imitar o comportamento do adulto, seguindo um padrão de comportamento semelhante. 
fonte: http://www.junior.te.pt

51 comentários:

ONG ALERTA disse...

A criança é extremamente observadora e os pais náo se dáo conta que fazem coisas erradas no tränsito e um dia elas váo crescer e fazer igual, falar no celular, náo parar na faixa de pedestre, correr acima do limite de velocidade.
As Crianças sáo futuros motoristas...e já sáo pedestres...

Ivana disse...

Ninguém é perfeito, mas somos o exemplo para nossos filhos. Um ótimo feriado, um beijo grande.

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Se ninguém é perfeito, e a situação está como está, a beira do caus total, alguma coisa anda errada, com a nossa conduta.
O exemplo é tudo.
Faça o que eu faço.
bjs.
Wilma
www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

Mary disse...

Meu filho tem 5 anos e presta muita atenção na hora de atravessar, sempre na faixa, uma gracinha e na escola uma vez por semana tem aula de trânsito o que incentiva muito.
Bjos Bom feriado
Mary

Lilá(s) disse...

Nós somos o melhor exemplo para nossos filhos, sem dúvida.
Bjs

Yasmine Lemos disse...

O meu filho é ligado nos sinais do trânsito e quando estamos no caro sempre alerta para a velocidade etc .Acho legal isso ,por ser tão pequeno,mas mesmo assim estou sempre,sempre ensinando.
beijo Lisette,ótimo post

Camila Monteiro disse...

Olha ja trabalhei com crianças e sei que isso é relativo, a criança é meio moldada pelos pais mesmo e depende deles a boa formação de seus filhos.
Excelente post!
Beijos!

Toninhobira disse...

Pois é assim que as coisas acontecem, os pais fazem as besteiras e quando eles estão sós fazem exatamente igual.Outro dia vi um pai com um filho,atravessando a rua com a sinaleira fechada para pedestre, é certo que nao vinha nenhum carro por perto,mas isto msotra a cultura erronea.Custava esperar um pouco mais?.
Pois bem amiga, educação será sempre a palavra magica,para humanizar este caotico transito no Brasil.
Um abraço de criança feliz.
Bom feriado.
Bju.

Pati Alves disse...

Boas dicas.
Tenho um filho de dois anos que é bem abusadinho.
Bom, ele já aprendeu que só podemos atravessar a rua quando o sinal do pedestre está verde, ele aperta o botão para acionar o sinal e fica olhando o bonequinho, quando muda para o verde diz ”vamos, vamos” e apressa o passo.
Tive bastante dificuldade com ele, pois moro em uma rua sem saída e deixava-o bem a vontade, mas, percebi que estava fazendo errado, pois quando nós íamos para outras ruas ele não queria dar a mão então mudei e agora faço dar a mão e aviso para tomar cuidado com os carros, pois eles podem nos machucar ainda aviso que ele é muito pequeno e o motorista não o enxerga. Espero estar fazendo o correto.
Obrigada pelas dicas.

Élys disse...

Toda criança é muito observadora e cabe aos pais, realmente, dar o exemplo certo para bem educá-las e protegê-las.
Um grande abraço.

tecas disse...

Um alerta precioso. Pela falta de atenção e exemplos dos pais é que existem tantos acidentes com as crianças.Concordo plenamente com o comentário de Cancer da Mama Mulher.
« O exemplo é tudo.»
Bjito amigo e uma flor.

Tetê disse...

Oi Lisette! Muito bom o post! Os pais devem ser exemplo para os filhos! Obrigada pela visita ao Livre Pensamento! Bjks e bom feriado! Tetê

Renata Diniz disse...

Lisette. Minha filha tem 2 anos e meio e já tem alguma noção do perigo no trânsito porque eu ensino. Quando levo-a na escola, ao atravessarmos a rua ela diz: cuidado com o carro mamãezinha! Muito bom este post. Beijos!

Simone butterfly disse...

Muito interessante esse texto informativo, muita dica bacana, beijos carinhosos e um ótimo feriadão!

Nilza disse...

Oi querida: passando para agradecer a visita no De Tudo Um Pouco. Já o atualizei! Seu post está caprichado, heim! Paz, saúde e que Deus nos ajude! Bjs Nilza

Flor de Jasmim disse...

Pode-se não ser o melhor exemplo para os filhos, mas deve-se ter em conta de os ensinar a fazer como deve ser sem correr riscos.
Beijinho e uma flor

Marilda disse...

Parabéns pelo blog...
Desejo um feriado com muita luz no coração.
bjsssssssss

Graça Pereira disse...

Um bom alerta para os pais que, ás vezes, tambem andam um pouco distraídos ou preocupados!
Nunca é demais avisar e ensinar!
Beijocas
Graça

Luma Rosa disse...

Alessandra, quando eu era criança morava em uma cidade pequena e desde cedo mamãe nos ensinou a só brincar no passeio, nunca atravessar a rua, mesmo atrás de uma bola. Éramos obedientes mas mesmo assim nunca ficamos sozinhos brincando na rua. Mais tarde aprendemos o caminho da escola, só que existia uma rua bem movimentada e sempre algum adulto ia com nós até atravessá-la.
Ultimamente vimos dois acidentes com crianças ainda dentro de seus carrinhos de passeio, o que prova que não existe mais respeito a velocidade para conduzir em perímetro urbano. A pressa tem matado pessoas. Beijus,

Pri Araujo disse...

Olá, fiquei feliz com sua visita e impressionada com sua força! Deus te abençõe!!! volte sempre viu? bjocasss

Evelyn Dias disse...

Ah, isso ajuda muito! São preciosas dicas.. boa noite!

MARILENE disse...

Por mais que pareçam distraídas, elas sempre estão atentas ao comportamento dos pais.

Bjs.

Regina Rozenbaum disse...

Educação é tudo...constância!
Beijuuss, amada, n.a.

Pena disse...

Deslumbrante Amiga:
Um gesto de sensatez e de maravilhar, estas condutas a serem seguidas pelos mais pequeninos.
É uma preciosidade humana.
Beijinho.

pena

Lizete Delmonte Ferraz disse...

Lis, eu vi esse vídeo e lembrei-me de voce. Quem sabe voce não o usa no blog? é forte mas é emocionante:

http://www.youtube.com/watch?v=e997YGzFZ3c&feature=related

Desde pequenos meus filhos sempre ouviram de nós muitos conselhos sobre os perigos do trânsito. Eles ficavam muito com minha mãe, que morava em uma rua com muito movimento de carros. Então, eu falava abertamente que se eles corressem para a rua poderiam virar anjinhos e voltar para o céu e não poderiam mais ficar conosco, seus pais. Falava com amor, e como eles nos entendem. Nunca tive problemas, embora sempre ficassem soltos por ali. Realmente, a orientação com carinho é extremamente necessária.

Um feliz dia das crianças, para aquelas que ainda vivem em nós...!
Beijos

Secreta disse...

A melhor forma de educarmos os nossos filhos é dando os exemplos corretos!
Um beijito :)

anita sereno disse...

ola querida amiga
lindo texto para quem sabe aplicar a regra do bom condutor
nos podemos ser cautelosos
mas os condutores muitas vezes
não respeitam e acabamos por ser os prejudicado
,minha linda amiga saudades muitas obrigada pelo carinho na minha pagina Deus te abençoe sempre beijocas boa quarta feira

BELA FLOR. disse...

Lindo e com conteúdo muito bom e sábio seu blog parabéns!

Beijos

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Bons conselhos, Lisette. O adulto esquece-se que a criança observa e vai com certeza seguir os actos dos pais. Mesmo dentro do carro é importante que os pais se lembrem de que o filho presta atenção a tudo e portanto deve conduzir sempre com civismo, respeitando os sinais, as passadeiras e sempre com uma velocidade adequada. Assim ele estará criando um futuro condutor sensato e prudente. Hoje é o dia das crianças aí no Brasil; aqui é a 1º de Junho. O maior acto de amor que lhes podemos oferecer é dando-lhe regras através do nosso exemplo. Um beijinho, amiga e obrigada por este alerta tão importante.
Emília

Magia da Inês disse...

Amiga,

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!!!

Beijinhos.
Brasil.

♥ •˚。
°° 。♥。
●/ ♥•˚。˚

São disse...

Bela maneira de ajudar a formar pessoas responsáveis tanto ao volante como a pé.

Bem haja...e um beijo doce para a sua menina linda, onde quer que se encontre.

Glória Maria - Fadinha disse...

Meus alunos eram mais educados no trânsito que os pais. Precisei em uma reúnião de pais, chamar a atenção deles. Conseguimos colocar um semáforo em frente a nossa escola, e os pais ficavam puxando as crianças para atravessar correndo na frente dos carros. Não podemos esquecer das cadeirinhas para as crianças usarem nos carros. Bom feriado. Bjs

Tânia T. disse...

Se a criança começar a aprender sobre a educação no trânsito.. tenho certeza que o futuro será melhor. Ela tem que ter consciência da importância disso tudo..

bjooo

Sueli disse...

Isso mesmo! os adultos dão o exemplo, não podemos exigir dos outros algo não fazemos. Abraços,

Tatiana Moreira disse...

Fantástica a postagem!
Educar desde pequenino é a forma de termos cidadãos mais conscientes!
Um abraço carinhoso

Luciana Mira disse...

Precisamos aprender sempre com a pureza na verdade das crianças. Beijos

angela disse...

Sem duvida o exemplo ainda e o melhor professor, mas o cuidado e a atenção devem sempre estar presentes.
beijos

Ane disse...

Oi Alessandra!Nos encontramos de novo neste mundo de blogs,tudo bem?Gostei muito de suas dicas,a ciança deve aprender a lidar com o trânsito desde cedo seguindo o exemplo dos pais.Um abraço pra vc!

BlueShell disse...

Muito oportuno e devia ser divulgado...
Aplaudo!
BJ

Mimirabolante disse...

Amiga,voce sempre atenta !!!!Feliz Dia das Crianças.....bjcas queridas p/ vc !!!!

claudiaymarques disse...

Lizette é verdade temos que nós pais sermos exemplo para os filhos de atenção no transito,ao atravessar uma tua,não beber quando dirigir..
São preceusoes importantes e o resto é a vontade de Deus que prevalece..
Amiga boa mensagem muito instrutiva.
Beijos
boa semana
titi

cidinha disse...

Olá, amiga. Devemos ser exemplo para as crianças. Mostrar sempre o caminho certo para que se tornem no futoro pessoas responsaveis, corretas. Obrigada amiga sempre pelo carinho. Belo post! Bjos.

NOEMI disse...

ÉS jovem e tão inteligente...fico feliz pois vc. representa a juventude deste país.... São raras as pessoas que tem atitudes, e é de exemplos como vc , Lisette que este mundo precisa.Linda sua alma...
Deus te ilumine sempre e faça brilhar a tua estrela.CONTINUE.
BJS

Luna Sanchez disse...

Explicações claras e exemplos. É disso que as crianças precisam, sim.

Beijocas, Lisette.

ValériaC disse...

É minha querida, muito pertinente este post, pois temos que estar atentos com as crianças, pois além da importância imensa em orientarmos, temos que ser bons exemplos.
Bom dia amiga...beijos
Valéria

ॐ Shirley ॐ disse...

A educação deve começar bem cedo. Parabéns pelo seu idealismo, quem sabe o nosso mundo fique melhor. Beijo, Lisette!

jeito simples disse...

Passei pra te deixar um beijo.
;*)

Waninha disse...

Oi Lisette,
Que prazer recebê-la em meu blog-tão-falante.
Continuo admirando seu trabalho e sua perseverança. Um dia (faz um tempinho) escrevi em alerta para os jovens de minha familia em meu blog "Para meus parentes, especialmente para o pessoal entre 18 e 30 anos". Gostaria que muito que desse uma olhada no video mais punjente que assisti sobre acidentes. Talvez já conheça. De forma autoritária os fiz assistir e o resultado foi mutismo e seriedade; espero que para sempre. Um beijo

Lua Negra disse...

O ser humano é exemplo vivo para os pequenos. Acho que todas as pessoas deveriam pesar nisso antes de fazer qualquer coisa boa ou ruim, pois sempre tem alguém nos observando.
Bom final de semana.
Beijos de paz.
Lua.

Pat. disse...

Nós somos o exemplo para as crianças em tudo! E nada é pior do que um bom conselho acompanhado de um mal exemplo... a educação começa sempre em casa.
Ensinar as crianças cedo é sinal de adulto com atitudes saudáveis.
Beijos amiga.

Dri Andrade disse...

A verdade é que, vivemos numa sociedade doente, carente, precisando ser bem educada.
Praticar a tolerãnica no dia-a-dia fica dificil quando o encomodado somos nós -tão egoístas-, praticar a solidariedade é dificil quando -dizemos-não ter tempo, e ser democrático tbm é dificil quando eu só sei de mim, e tenho minhas próprias idéias formadas.

Dinheiro não traz felicidade,poder não traz,status,sucesso tbm não.
A idéia da pluma é boa, ser leve, Paul Valéry disse: “É preciso ser leve como o pássaro, e não como a pluma”, a pluma flutua – um vôo sem plano,sem direção, sem desafios. Os pássaros riscam o ar com precisão, colocam a leveza a serviço do existir.

beijos