Translate

terça-feira, 28 de junho de 2011

"A morte de um filho é uma gravidez às avessas"

Vocalista do Biquíni Cavadão canta e recita poesia para o filho em missa

O vocalista da banda Biquíni Cavadão, Bruno Gouveia, homenageou o filho Gabriel, de dois anos, cantando a música "Vento Ventania" durante missa de sétimo dia do menino, que foi uma das sete vítimas do acidente com um helicóptero, ocorrido no último dia 17, em Porto Seguro (BA).

Realizada na noite desta sexta-feira (24) na Igreja Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, na zona sul, a cerimônia prestou homenagens também a outras três pessoas que morreram no acidente: a jornalista Jordana Kfuri Cavendish, o seu filho Luca Kfuri de Magalhães Lins e a irmã Fernanda Kfuri.

Ele afirmou ter composto o poema durante a semana "em meio a uma tarde triste" por não poder levar o filho à creche.

A participação de Bruno foi o momento de maior emoção na missa, que reuniu cerca de 500 pessoas. O músico contou que, há duas semanas, esteve na mesma igreja com o filho e lhe apresentou a casa do "papai do céu".

Leia abaixo a poesia escrita por Bruno em homenagem a Gabriel:

"A morte de um filho
é uma gravidez às avessas
volta pra dentro da gente
para uma gestação eterna

aninha-se aos poucos
buscando um espaço
por isso dói o corpo
por isso, o cansaço

E como numa gestação ao contrário
a dor do parto é a da partida
de volta ao corpo pra acolhida
reviravolta na sua vida

E já começa te chutando, tirando o sono
mexendo os órgãos, lembrando o dono
que está presente, te bagunçando o pensamento
te vazando de lágrimas e disparando o coração,

A morte de um filho é essa gravidez ao contrário
mas com o tempo, vai desinchando
até se transformar numa semente de amor
e que nunca mais sairá de dentro de ti."

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/rj/vocalista+do+biquini+cavadao+canta+e+recita+poesia+para+o+filho+em+missa/n1597045832387.html

40 comentários :

ONG ALERTA disse...

A semente germina, vem a flor, mas a flor um dia seca e o sonho termina...

"(H²K) 久保 - Hamilton H. Kubo" disse...

Nenhum ciclo é respeitado quando um filho parte. A ordem não é esta, por isso a mente entra em disparate.
Uma tristeza a ser velada, uma vida inteira como se pela raiz repentinamente fosse cortada.
A poesia de Bruno certamente o filho alcança, e este tomado como anjo a quem fica cobre com o manto.
Há de dar alento às vidas que continuam...

Beijos

lita duarte disse...

E é uma dor que parece não ter fim...

Deus é grande.


Beijos.

Victor Zanata (Exilados do Paraíso) disse...

Que dizer? Realmente triste.
Mas sempre existem os amigos para darem força e ajudarem a manter essa flor viva em seu coração.

✿ chica disse...

Linda homenagem que ele fez mesmo em meio à dor.

piedadevieira disse...

Muito triste, mesmo.
Beijos

shan-Tinha disse...

nunca imaginamos a dor de um pai e mãe pela perda de um filho, li o blog dele, emocionante mesmo, Deus conforta!
bj caloroso pra ti nesses dias gelados!

Alê disse...

Creio que seja a pior de todas as perdas,

E nada que se fale, expresse o que sente quem perdeu um filho,

Arrepiei,


Um beijo

ValCruz disse...

Como esse amor é maravilhoso... Diante de uma dor tão grande.

Meu carinho e obrigada pela partilha!

Regina Rozenbaum disse...

Sem palavras...
Beijuuss n.a.

Cynthia disse...

Oi querida Lisette, nós reconhecemos bem a dor do Bruno. Obrigada por vir ao meu blog, abraço cy.

Cynthia disse...

Oi querida Lisette, nós reconhecemos bem a dor do Bruno. Obrigada por vir ao meu blog, abraço cy.

soninha disse...

Muita paz nesse teu coração,que hoje em especial sei que dói um pouco mais,que teu anjo tenha muita paz,muita luz!!!Um grande beijo...

Carla Fernanda disse...

SÓ SABE QUEM JÁ PASSOU POR ISSO UM DIA. ATÉ IMAFINANDO DÓI.
BEIJOS E BOA NOITE QUERIDA!!
CARLA

Solange disse...

realmente um poema/música muito triste e bonito..

bjs.Sol

Ingrid disse...

nossa... sem palavras..
beijo..

Tânia T. disse...

Triste...

=/

Vera Lúcia disse...

COMO ME EMOCIONEI AO LER ESTA POESIA!
ACREDITO QUE NÃO HÁ PALAVRAS QUE POSSAM ALIVIAR TAMANHA DOR. SOMENTE O AMPARO NA FÉ SERÁ CAPAZ DE AJUDAR
NA SUPERAÇÃO.
BEIJOS.

Lena disse...

Alessandra,
A ordem natural das coisas foi desobedecida! Perder um pai é triste; perder um filho é trágico.
Bela homenagem de um pai para um filho que se foi!Bjkas minha linda!

Priscila Rodrigues disse...

Olá, Lisette, td bem?

Fugi um pouquinho, mas já estou de volta. Espero que esteja bem, Flor..

Um beijo.

angela disse...

Linda e triste poesia como não poderia deixar de ser.
beijo e um abraço apertado

Silenciosamente ouvindo... disse...

Fiquei muito sensibilizada a ler
esse poema. Que tristeza amiga.
Que ganhem forças para superar.
Beijinho
Irene

Yasmine Lemos disse...

Dolorido,forte.Bom dia Lisette,meu beijo

Carmem disse...

Comovente.

Bjsss

Anna disse...

dolorido, comovente, emocionante o poemaque Deus de luz paz e serenidade ao coração desse pai e de todos q perderam seus filhos amados e entes queridos

Everson Russo disse...

Eu senti a dor dele na carta, contando toda a tragetoria até saber da tragedia,,,é uma dor infinita ao certo, e ainda teve forças pra entoar uma ultima canção de despedida...beijos querida e um dia lindo pra ti...

Vivian disse...

Bom dia,Lisette!

Emocionante a poesia, nem quero pensar no tamanho da dor...
Só nos resta orar...
beijos querida.

ValériaC disse...

Com certeza deve ser este o sentimento de perder um filho. Na nossa mentalidade é anti natural que um filho morra antes de seus pais, mas a vida tem razões que desconhecemos e sei que nem por isso é menos doloroso.
Mas que fique a semente e germine a flor, pois o elo foi criado e eternamente será sentido e sustentado pelo Amor entre eles. E o amor é infindável.
Beijinhos...
Valéria

Flor de Jasmim disse...

Lisette querida
Esta foiuma linda e corajosa homenagem de um pai sofredor.
Também o meu sonho partiu juntamente com o meu netinho de 6 mesinhos em 2009, fica a dor que é enorme minha amiga.
Beijinho

Jonathan Cruz disse...

PASSANDO PARA RETRIBUIR A VISITA. VOLTE SEMPRE http://blogjonathancruz.blogspot.com/

Toninhobira disse...

E ainda tem esta saudade que fica para o resto da vida em cada detalhe,em cada movimento desta vida.Não dá para mensurar.É um parto às avessas.
Um abraço Lisete com toda paz.
Bju no seu coração.

orvalho do ceu disse...

Olá, querida
Simplesmente lindo e emocionante!!!
Nunca tinha visto por esse lado... é deveras aterrador essa dor tremenda que antecipadamente sentimos... só em imaginar...
Bjs de paz e amor fraterno.

Tânia T. disse...

Que poesia lindaa... perfeita!


=))

Desnuda disse...

Emociona...Minha mãe perdeu dois filhos. Uma aos 15 anos...


Beijos com carinho Lisette

Lilá(s) disse...

Difícil superar uma dor dessas...fica-se sem palavras.
Bjs

Judite disse...


Boa tarde!
Esta é a palavra do Pai para você no dia de hoje:


“Todo o lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu disse a Moisés.
Desde o deserto e do Líbano, até ao grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus, e até o grande mar para o poente do sol, será o vosso termo.
Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei.
Esforça-te, e tem bom ânimo; porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria.
Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.
Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.
Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares”. (Josué 1:3-9)



http://www.youtube.com/watch?v=sfrSSSp10Bo


Deus seja contigo sempre!

Blog Yehi Or!
http://hajalluz.blogspot.com/

Mimirabolante disse...

O que dizer diante de tts tragédias.......a Mariana foi aluna da creche em que eu trabalhei !!!!Só imagino a dor destas família....inclusive vc,tbm......só posso desejar muita PAZ !!!!!!bjcas

Fa menor disse...

Tocante!

Maria Alice Cerqueira disse...

Bom dia amiga, vim agradecer a voce por sua linda presença no meu cantinho e fazer parte dos meus 200 seguidores! Venha pegar o selinho dos 200 seguidores que eu fiz com muito carinho. Tenha um lindo dia
Abraço amigo!
Maria Alice

Celina disse...

Querida amiga bom dia, li a reportagem''' A morte de um filho é uma gravidez ás avessas''' olha amiga, mesmo sendo espirita, passei muito tempo para me conformar ou aceitar um desencarne de uma criança ou um jovem , sofria muito, depois mais madura dentro da doutrina, ainda assim, ainda sofro, antes eu pensava, será que é mais dolorido quando criança, ou quando é jovem, depois que perdí o meu filho homen feito, pai de familia, acho hoje que a dor se multiplica, vendo a dor da companheira e a dos filhos. As lições que aprendí que o espirito é que tem idade, sempre que eles se vão deixa para os que ficam não só a dor mais muitas lições, muitas coisas boas nascem daí, e só ver os esemplos daqueles que perderam os filhos, e como uma semente do bem lançada para dar bons frutos, incluindo a sua luta para evitar tantas perdas. Amiga Deus te abençõe e a sua luta tambem. Um abraço carinhoso Celina.