Translate

sábado, 11 de junho de 2011

Contra atropelamentos, SP vai ganhar 11 zonas de proteção para pedestres

Plano da Prefeitura é reduzir pela metade número de mortos entre o centro e a Paulista, com uso de placas, orientadores e marronzinhos
29 de abril de 2011
Renato Machado - O Estado de S.Paulo
A cada quatro mortos no trânsito paulistano, dois são pessoas que se aventuram entre motos e automóveis para atravessar uma via. A aposta para reverter esse problema na cidade de maior frota do País (7 milhões de veículos) é criar 11 zonas de proteção ao pedestre, que servirão de modelo para o resto da capital.

Robson Fernandjes/AE
Paulista. Via tem conflito entre pedestres e veículos
O programa vai ser anunciado no dia 11 pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD). Os locais de segurança serão chamados de Zona Máxima de Proteção ao Pedestre (ZMPP) e terão, além de sinalização específica, reforço de agentes de trânsito para garantir que motos e carros não invadam as faixas de pedestre durante a travessia das pessoas. Orientadores de tráfego também vão usar bandeiras para sinalizar que os veículos devem parar.
"Não queremos que seja uma campanha que parta unicamente da Prefeitura. É preciso que seja algo com a participação do poder público, mas que envolva toda a população para ajudar a conscientizar sobre a importância de respeitar o pedestre", diz o secretário municipal dos Transportes, Marcelo Cardinale Branco. A meta da Prefeitura é reduzir pela metade os atropelamentos - a média de redução anual, por enquanto, é de menos de 10%.
As 11 primeiras ZMPPs estarão em um perímetro que vai do centro da capital até a região da Avenida Paulista. Esses locais foram palco de 11% das mortes de pedestres no ano passado, segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A lista final com os pontos está em fase de conclusão pelos técnicos do Município.
Quatro locais, no entanto, já foram definidos como futuras ZMPPs. São os cruzamentos das Avenidas Ipiranga e São Luís, do Viaduto Jacareí com a Rua Santo Antônio, da Avenida Paulista com a Rua Augusta e o formado pelas Ruas da Consolação, Martins Fontes, São Luís e Xavier de Toledo.
Nas apresentações do programa, o cruzamento da Paulista com a Augusta é usado como exemplo de "ponto de conflito grave" entre pedestres e motoristas. Isso porque os motoristas que saem da Paulista para entrar à direita na Augusta precisam dividir espaço com as pessoas que atravessam no semáforo vermelho para pedestres - o verde dura apenas 12 segundos.
"É muito rápido e não dá tempo para as pessoas atravessarem. Todos ficam impacientes e depois se arriscam, mesmo tendo pouca visão dos carros que entram na Augusta", explica Élton Luís Apollo, de 48 anos, que caminha com ajuda de muletas e sempre tem de passar pelo local.

Velocidade. Especialistas em segurança de pedestres avaliam que as campanhas de conscientização são importantes, mas o principal é fiscalizar os limites de velocidade e as condições dos motoristas. "É preciso fiscalizar bem a lei seca, porque sabemos que os motoristas bêbados são os principais responsáveis pelas mortes", diz o presidente da Associação Brasileira de Pedestres (Abraspe), Eduardo José Daros. "Outra medida que a Prefeitura não pode abandonar e precisa fiscalizar é a redução do limite de velocidade."
Fonte: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110429/not_imp712286,0.php

30 comentários:

ONG ALERTA disse...

Tudo que for para evitar tragédias no tränsito é válido, pedestres também precisam ter responsabilidade.

MARILENE disse...

Existem dois lados nesse problema. E um deles está nos próprios pedestres. Há muita imprudência!

Bjs.

Ingrid disse...

os pedestres também precisam de educação Lisette..
todo motorista é pedestre, mas nem todo pedestre é motorista..
beijos linda e obrigada pelo carinho no Perfumes..

Evanir disse...

Querida Amiga..
Um feliz final de semana para você
Sendo amanhã Dia Dos Namorados
já estou desde hoje nas visitas e oferecendo
se for de seu agrado o mimo dos namorados esta na postagem.
Sinto muito estar levando colinha.
Estou com tendinite espero ficar bem logo.
Pois,, caso não ficar terei que levar cola ou
deixar de visitar até ficar bem ..
Um lindo Domingo beijos no coração,,Evanir.
Li sua postagem e digo enquanto não educar os filhos furos motoristas o exito sera muito pouco.

Blue disse...

O motorista é um pedestre e o pedestre muitas vezes é um motorista. Mas agimos de maneiras diferentes quando somos um, ou o outro. Difícil entender o ser humano.

Beijo

M. disse...

É bom. Mas não deixa de ser triste tal ser necessário...

Desnuda disse...

Concordo com você Lisette!


Beijos com carinho e ótimo fim de semana amiga.

✿ chica disse...

Boa iniciativa! beijos,ótimo domingo!

Mafia Sonora disse...

Como foi dito além das zonas de proteção, teria que haver uma educação mais intensiva dos pedestres também com certeza.

Maria disse...

Amiga Lisette passei para lhe desejar um excelente domingo.
Beijinhos
Maria

Vivian disse...

Bom dia,Lisette!

Concordo com você!Tudo que possa ajudar a evitar os acidentes é válido, mas se os pedestres também não criarem consciência...
Beijos!!
Bom domingo!

Toninhobira disse...

Zonas de conflitos é mesmo um caso a ser repensando e como disse não pode ser problema para um só orgão,é preciso todo um envolvimento da sociedades.Ainda acho que vamos morrer velhinhos dizendo que o transito carece de educação e consciencia de ambas as partes e responsabilidade dos orgãos.
Um abraço amiga Lisette toda ação é sempre bem vinda.
Belo domingo de paz.
Bju de luz nos seus dias e que Deus nos proteja sempre.

flor de jasmim disse...

Lisette querida
É bom, é necessário mas muito triste.
Beijinho minha amiga

Olhos de mel disse...

Querida amiga; toda campanha deve envolver todas as partes possíveis, para que venha a ter eficácia. Belo post!
Boa semana! Beijos

Sandra Ribeiro disse...

Eu morro de medo do trânsito, e sou muito atenciosa ao atravessar as ruas, mas nunca é demais as prefeituras colaborarem com camapanhas e o que mais for de ajuda para os pedestres!

Jeanne Geyer disse...

Estou divulgando o novo blog espírita: http://renascerdoutrinaespirita.blogspot.com
É a nova casa onde estarei recebendo os amigos. Infelizmente o blog Doutrina Espírita foi invadido por hackers e mesmo depois de eliminar tudo, deixando apenas o espaço para postagem, continua dando mensagem de vírus. Assim, não foi possível sequer deixar um recadinho para explicar aos amigos e redirecionar para o novo link.
Beijos

Nuestro Cielo disse...

Assim que pedestres e condutores se conscientizarem, qualquer trabalho pode resultar numa grande conquista!

Desejo-lhe um ótimo fim de domingo e uma semana abençoada.

Deus seja contigo.
Abraços!

Wilson

Lena disse...

Lizette,
Estou com você. Os pedestres deveriam também cursar escolinhas de direção a pé, na rua, pois eles são causadores de grandes estragos e tragédias!!!
Estou retornando de um tempinho sumida pois tive uma semana e um fim de semana com um turbilhão de coisas pra fazer. Agora já me liberei o bastante e estou revendo os amigos e deixando uma bjka com carinho pra você!

Dani Gomes disse...

Olá,

É sempre bom estarmos cientes desse tipo de informação. Seu blog faz um grande trabalho social! Parabéns!!

http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

Poesias Partidas disse...

Amiga Alessandra, precisamos fazer auto esola para todos, inclusives para os pedestres também , que olha, eu vejo cada um, é de arrepiar como eles se expõem ao perigo de vida. Parabéns por teu blog que leva essas informações. Amei teu espaço.

Abraços.

Tatiana Moreira disse...

Todos precisam ter mais educação no trânsito. Tantos condutores quanto pedestres precisam valorizar mais a vida!
Tenha uma ótima semana!
Um abraço carinhoso

Smareis disse...

Concordo com vc Lisette, tudo é valido pra evitar tragédias. Os pedestre as vezes são muito desatento quando vão atravessar uma rua.Abraço com maravilhoso começo de semana. Um Beijo!

Zéza disse...

Oi querida! Vim agradecer a sua visita e avisar que já atualizei! Estou esperando sua visita!! Beijos azuis!

Elaine Barnes disse...

Acho que todos devem ser prudentes, motoristas e pedestres também. Agora tem muitos acidentes com bicicletas também né?! Montão de bjs e abraços

Cynthia disse...

Oi querida LIsette, voltei agora de viagem. Foi tudo bem, o carro estava bem revisado e as estradas teve pouco acidentes. Infelizmente Salvador (BR) é um asfalto horrível, Feira de Santana muito buraco, a Fernão Dias está bem melhor com a privatização. Belo Horizonte tivemos que fazer atalho em Santa Luzia pq a ponte caiu, está um caos levamos mais de uma hora do horário que previmos chegar, se quiser viazualizar fotos acesse meu facebook cynthia astroterapia junguiana, bjs.

Tânia T. disse...

Ebaaa!!! \o/

Tomara que dê certo... vai ser bom!!! =D

BJuxxx

Maria Luisa Adães disse...

Correcto amigo. Conheço o local e o
que se passa. Temos de proteger os incautos... O passar por entre as filas de carros paradas, é um atentado à morte.

Tenho em São Paulo minha família mais direta.Muito bom o alerta do texto.

Maria Luísa

Everson Russo disse...

Um belo dia de paz pra ti amiga...beijos.

soninha disse...

Acho ótimo,só falta somar isso à mais educação

taniamvf@hotmail.com disse...

preciso encontrar o acidente com meu genrro dia 23 de agosto de 2011 por favavor me ajude aconteceu na avenida brasil em frente o bobs de santa cruz rj obrigado...