Translate

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Mesmo com duplicação, BR-101 mantém alto número de acidentes e mortes no RS

Em sete meses de 2011, já são 326 acidentes no trecho entre Osório e Torres

Mesmo com a duplicação concluída, a BR-101 mantém o alto número de acidentes e mortes no litoral norte do Estado. A obra foi inaugurada no final de 2010, após seis anos de trabalhos.

Além de facilitar o trânsito até Santa Catarina, outro objetivo era acabar com a fama da "Estrada da Morte". Em sete meses de 2011, já são 326 acidentes, 164 feridos e 11 mortos no trecho entre Osório e Torres.

De 2000 a 2004, antes do início das obras, a média anual foi de 348 acidentes, 163 feridos e 20 mortes. Até dezembro, a violência em 2011 deve superar esta média.

O chefe da comunicação da Polícia Rodoviária Federal, inspetor Alessandro Castro, cita o aumento do fluxo de veículos e a alta velocidade como principais fatores para o alto número de acidentes.

Antes das obras, o fluxo no inverno era de seis mil carros por dia. Em julho deste ano, a movimentação ultrapassou a marca de 15 mil carros diariamente.

Desde 2000, 209 pessoas morreram e mais de 2 mil ficaram feridas em acidentes no trecho gaúcho da BR-101.

Fonte: RÁDIO GAÚCHA,
Trânsito |
31/08/2011 | 08h46min

26 comentários:

ONG ALERTA disse...

Infelizmente falta responsabilidade de todos os motoristas.

Flor de Jasmim disse...

Lisette querida
infelizmente tenho dúvidas que alguma vez este tormento terá fim.
Beijinho

Gisa disse...

A imprudência nas estradas continua causando dor e tristeza.
Um grande bj

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Lisette
Parece que quando duplica piora, pois os motoristas correm mais.
Bjux

ॐ Shirley ॐ disse...

Sua luta não será inglória, Lisette. Um beijo!

Néia Lambert disse...

Essa rodovia é muito conhecida mesmo pelo número de acidentes, horrível isso!

Beijos

Lilá(s) disse...

Não se vê o fim a este tormento...
Bjs

Janeisa Tomás disse...

Como disse a Flor de Jasmim, eu também tenho dúvidas quanto ao término deste tormento.
Bjs

Ivana disse...

Lisette,
Que possamos exercer o sentido de renovação que o mês de Setembro anuncia. Renovação no amor, na solidariedade, na amizade e principalmente na conscientização na mudança de comportamento seja no trânsito, seja com o próximo. Obrigada pela visita, um abraço!

Lua Negra disse...

Responsabilidade, falamos sempre sobre isso, mais parece que está em falta essa característica na maioria
das pessoas.
Beijos de tranquilidade.
Lua.

Renata Diniz disse...

Lisette. Vejo muita imprudência no trânsito. Se por um lado tem investimento em infra-estrutura das estradas, por outro, falta educação para os motoristas. Beijos.

Sonhadora disse...

Minha querida

Cá em Portugal também é assim...muita falta de responsabilidade, sente-se os donos do mundo com um carro nas mãos.

deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

cidinha disse...

Olá, Lissete. È impressionante a falta de conciência dos motoristas em relação ao trânsito. Além de mortes há muita briga, desrespeito ao pedreste. O número de acidente tem aumentado dia a dia em todos os estados. Aqui na minha cidade está sendo concluido um projeto feito com crianças para concientizar os motoristas devido ao grande número de acidentes. Esperamos que dê certo! bjos Obrigada sempre pela visita.

Vilma Gonsales disse...

Olá, é a dura realidade, mas esperamos que a cena mude um dia...

Amor feito Poesia disse...

"Há uma primavera em cada vida: é preciso
cantá-la assim florida, pois se Deus nos deu
voz, foi para cantar! E se um dia hei-de ser
pó,cinza e nada que seja a minha noite uma
alvorada, que me saiba perder...
para me encontrar..."

Florbela Espanca

Beijos & flores.....M@ria

Ana (Ballet de Palavras) disse...

Lisette,
Um flagelo que não tem fim.

Um laço de cetim de mim para si.

Ana

ValériaC disse...

Sempre lamentável estes fatos... apesar da duplicação da BR-101, ou seja, melhorou a estrada, acidentes e mortes continuam... então, faltou a parte dos motoristas.
Segurança no transito requer participação e comprometimento de todos!
Bom final de semana querida...beijos
Valéria

*♡* Jane Dos Anjos *☆* disse...

Eu não entendo pra que tanta pressa, moro perto da RJ140 e não entendo, a velocidade maxima permitida e 80 quilômetros por hora, mais o que vejo é carro a 120, 130 e motos então a mais de 150, as pessoas acham que só por que estão dentro do carro nada vai lhe acontecer... Uma pena!! Bjs

vanessa cony disse...

Lisette,vim agradecer teu carinho e dizer que és bem vinda!
beijos no teu coração.

Folha em Branco disse...

Hoje quando ia entrar no seu blog, pensei como você tem disposição, por que é complicado defender uma causa que cansa, desgasta, mas que é importante, mas confesso me surpreende ver essa disposição em pessoas que vendo tudo isso não desistiram. Gostei muito do texto Marisa PF, descreve de forma clara a sensação de quem vive trabalha nas nossa rodovias. O texto da Eliane Brum, longo, mas verdadeiro, um alerta, temos que pensar e lembrar que estamos criando os filhos para o mundo. Bjs Eliane

Maria disse...

Amiga deixei no meu cantinho “SELINHOS – Presentes dos AMIGOS” - http://maria-selinhos-presentesdosamigos.blogspot.com/ - um miminho especial é o Selo “Este Blog eu Recomendo” o seu cantinho merece, pois é um espaço sempre com informações pertinentes e onde a qualidade é uma constante.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Van disse...

Sua contribuição para a conscientização é importante, Lisette.

Um beijo!

tecas disse...

Um belo soberbo artigo, de chamada de atenção. Infelizmente, não chega a todos. A irresponsabilidade, parece que se instalou no ser humano. Quem dera que o seu artigo querida,fizesse eco nas consciências.
Bjito amigo e um bom fim de semana.

BRISA disse...

QUERIDA
SE OS GOVERNANTES SE PREOCUPASSEM MAIS COM ISSO. NÃO HAVERIA TANTAS MORTES. "A força interior é como um raio de luz
que torna a vida cada vez mais brilhante,
quanto mais se busca no íntimo,
tudo se torna mais claro.
Pois é ela que ilumina e alegra nossa vida."

Final de semana perfeitinho!!!

ruth disse...

Muito triste ver tantas vidas ceifadas nesta BR. meu esposo é motorista de viagem, e qd vai pegar esta estrada fico orando, e qd vamos a Curitiba é o mesmo sufoco. Cadê os governantes?

Toninhobira disse...

Há um movimento de duplicar todas as pistas que levam este terrivel apelido,mas enquanto nao conscientizar os motoristas ou limitar velocidades, nada mudará,pois no que vimos, nem os cursos de direção defensiva, tem conseguido fazer um processo de conscientização, assim parece que vivemos mesmo sobre o signo da sorte ou que Deus nos proteja.
Um belo domingo Lisette.
Meu abraço de paz.
Bju.