Translate

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Polícia divulga lista de vítimas do tiroteio em escola do Rio

11 crianças morreram em ataque na manhã desta quinta-feira. Atirador se matou após ser alvejado por policial em escola da Zona Oeste. A Polícia Civil divulgou na tarde desta quinta-feira (7) uma lista das vítimas do ataque à escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, atirou contra alunos em salas de aula lotadas, foi atingido por um policial e se suicidou. O crime foi por volta das 8h30. Veja lista das vítimas Karine tragédia Realengo (Foto: G1) 1- Karine Chagas de Oliveira, 14 anos 2- Rafael Pereira da Silva, 14 anos 3- Milena dos Santos Nascimento, 14 anos Mariana tragédia realengo (Foto: Reprodução) 4- Mariana Rocha de Souza, 12 anos Larissa dos Santos Atanázio Tragédia Realengo (Foto: G1) 5- Larissa dos Santos Atanázio, (aguardando documento) 6- Bianca Rocha Tavares, 13 anos 7- Luiza Paula da Silveira, 14 anos 8- Laryssa Silva Martins, 13 anos 9- Géssica Guedes Pereira (aguardando documento) 10- Samira Pires Ribeiro, 13 anos 11- menina não identificada - aguardando identificação de familiares Wellington é ex-aluno da escola onde foi o ataque. Seu corpo foi retirado por volta das 12h20, segundo os bombeiros. De acordo com polícia, Wellington não tinha antecedentes criminais. saiba mais A polícia diz que ele portava dois revólveres calibre 38 e equipamento para recarregar rapidamente a arma. Esse tipo de revólver tem capacidade para 6 balas. Segundo testemunhas, Wellington baleou duas pessoas ainda do lado de fora da escola e entrou no colégio dizendo que faria uma palestra. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, ele falou com uma professora e seguiu para uma sala de aula. O barulho dos tiros atraiu muitas pessoas para perto da escola (Presenciou o caso? Envie fotos e vídeos ao VC no G1). O sargento Márcio Alves, da Polícia Militar, fazia uma blitz perto da escola e diz foi chamado por um aluno baleado. "Seguimos para a escola. Eu cheguei, já estavam ocorrendo os tiros, e, no segundo andar, eu encontrei o meliante saindo de uma sala. Ele apontou a arma em minha direção, foi baleado, caiu na escada e, em seguida, cometeu suicídio", disse o policial (veja abaixo a declaração, em reportagem do Jornal Hoje). A escola foi isolada, e os feridos foram levados para hospitais. Os casos mais graves foram levados para o hospital estadual Albert Schweitzer, que fica no mesmo bairro o colégio. Sobrevivente conta como foi Uma das alunas lembra os momentos de terror na unidade. A menina de 12 anos disse que viu o atirador entrar na escola. Ela estava dentro da sala de aula quando ele abriu fogo contra os alunos. “Ele começou a atirar. Eu me agachei e, quando vi, minha amiga estava atingida. Ele matou minha amiga dentro da minha sala”, conta ela, que afirma que estava no pátio na hora em que o atirador entrou na escola. “Ele estava bem vestido. Subiu para o segundo andar e eu ouvi dois tiros. Depois, todos os alunos subiram para suas salas. Depois ele subiu para o terceiro andar, onde é a minha sala, entrou e começou a atirar”, completou. O estudante Leonardo Pacheco da Silva, de 16 anos, contou que a irmã, Ana Carolina Pacheco da Silva, de 13 anos, está desaparecida desde o tiroteio na escola. Segundo ele, a família já esteve no Instituto Médico Legal (IML) e em hospitais da região, mas não encontrou a menina, que estuda na oitava série. “Tenho esperanças dela estar viva, apesar da escola nunca ter tido segurança”, disse. O morador Leonardo Andrade dos Santos, de 23 anos, contou que ajudou a resgatar pelo menos oito crianças, algumas mortas e outras com vida. Vizinho da escola, ele contou que ouviu os disparos e correu para escola. Lá, ainda segundo Leonardo, ele encontrou Wellington Menezes de Oliveira já morto. Já uma das alunas da escola, que estava no local no momento do tiroteio, contou que viu quando Wellington entrou nas salas. Segundo a menina, cuja identidade foi preservada, o rapaz usava um colete a prova de balas. Ela contou que, logo após os tiros, os professores pediram para as crianças subirem para o terceiro andar. Em seguida, os professores colocaram cadeiras e armários na porta da sala para tentar impedir a entrada do atirador. Fonte: 07/04/2011 17h35 - Atualizado em 07/04/2011 20h14

31 comentários:

ONG ALERTA disse...

1 minuto de silénico em homenagem as crianças...ninguém tem o direito de tirar a vida, principalmente de meninos e meninas...
Que Deus ilumine todas estas famílias e as crianças que partiram.

ValériaC disse...

Realmente um ato lamentável, insano a ceifar vidas, destroçar famílias.
Bjo
Valéria

Pelos caminhos da vida. disse...

Anjos que perderam suas vidas nas mãos desse VERME.

beijooo.

Anna disse...

muito triste ver a que ponto chegamos em materia de violencia
me uno ao minuto de silencio, q Deus de paz e compreenção aos corações dos pais e familiares fdos q se foram e proteção aos q ficaram

Nilce disse...

Muita tristeza Lisette.
Estou sem palavras. Crianças que perderam a vida e tantas traumatizadas.

Bjs no coração!

Nilce

Cristina disse...

Boa Noite Amiga!!!

Estamos diariamente correndo riscos,cada vez mais é feita apologia a violência...os valores estão invertidos,as familias destruídas,o afastamento de Deus,a pobreza moral e material,enfim convivemos cada vez mais com pessoas desajustadas e com sérios problemas.Infelizmente acredito que isso abriu mais um precedente...afinal crianças e adolecentes estão a mercê de todo o tipo de material seja fornecido pela internete ou nos próprios bairros onde moram.
Minha Querida,é uma luta de gigantes,cabe a nós fortalecer o Bem,com bons exemplos e muitos pensamentos positivos!!!

Uma Boa Noite de Paz!!!

Beijos

Turquezza disse...

Rezar muito pedindo a Deus que alivie o sofrimento dos pais, familiares e amigos. Chorei muito, e fico me perguntando: por que tanta violência?
Paz e luz para todos.
Beijos.

Marilu disse...

Querida amiga, também fiz uma postagem dessa tragédia indescritível. Nada explica a atitude desse monstro, matar e ferir tantos inocentes. Que Deus amenize o sofrimento das famílias envolvidas. Beijocas

Sônia Silvino disse...

Um ato insano do qual ninguém está livre. Não sabemos quem está perto de nós. Muito triste!
Beijos meus, Lisette!

Tania T. disse...

Onde vamos chegar?

Qual será o nosso amanhã?

Cada dia a violência se torna maior... as pessoas estão se esquecendo do verdadeiro amor.

=(

Um minuto de silêncio...

Dri Andrade disse...

Acabei de ver o niticário agora de manhã de novo aqui no trabalho, é mt triste ver tudo isso, eu não entendo o que passa na cabeça das pessoas para serem tão más, tão insanas desse jeito.
Um minuto de silencio sim, acho até que deveria ser 1 dia inteiro de silencio para repensarmos sobre a nossa vida.

beijos

Livinha disse...

Um estupro a inocência, uma violência irreparável.
Roubo de sonhos e quantas mães com seus corações dilacerados...
Como é triste ver ainda tanta falta de amor nas terras abençoadas que Deus nos entregou com tanto por se fazer em vista do amor...

Sem palavras...

Bom dia!

Livinha

Débora disse...

Oi Lisette,

O que dizer num momento como esse.
Eram anjos, anjos que sonhavam com um futuro que lhes foi roubado de forma brutal. Que Deus conforte o coração dessas famílias.

Adorei o blog, muito bonita a iniciativa, estarei sempre aqui.
Beijos...

Obs: Coloquei a logo no meu blog.

Janeisa Tomás disse...

Essa tragedia toda me fez lembrar do livro "Precisamos Falar Sobre Kevin", que conta uma estória como a desses rapaz que invade uma escola sem mais nem menos e sai matando inocentes que encontra pela frente. Uma tragédia imensurável.
Bks

Sonhadora disse...

Minha querida

Não há palavras para comentar esse acto bárbaro...apenas uma oração.

Beijinho
Sonhadora

Marinha disse...

Muito triste!
Fico sem palavras, amiga!
Bjo e luz e paz para todos nós.

Taíssa L. - Garotas Puro Luxo disse...

Oi, realmente é uma tragédia o que aconteceu aqui no Rio. E a gente só se pergunta, aonde o nosso mundo vai parar ? Porque esse maluco tentou matar crianças ?
É realmente deplorável a situação.
Agora é só imaginar que essas crianças são anjinhos e tão livre de qualquer coisa, nos braços do Senhor.

Beijo

Taíssa
http://garotaspuroluxo.blogspot.com

Fernand's disse...

tudo isso é surpreendentemente triste!



=(

Pena disse...

A sua luta pela justiça em todos os domínios é pura e simplesmente gigantesca e notável.
Encanta e sensibiliza.
Excelente!
Bem-Haja, pela preciosidade humana enorme que é e significa.
Abraço amigo.

pena

Tetê disse...

Triste demais isso... é a ausência de Deus na vida da pessoa. A Rádio Globo começou a dar a notícia logo após o ocorrido, fiquei logo arrasada! Ainda tem três no CTI em estado grave... Bjks, querida!

Flor de Lótus disse...

Oi,Lisette!Com certeza é um fato que não há explicação, não há nada que console pais e mães que perderam seus filhos de uam forma tão brutal.
Beijosss

Vozes de Minha Alma disse...

O Brasil está de luto.
Basta de violência.
Abraços.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Que DEUS abençoe a todos!

Furtado.

Carla Fernanda disse...

Neste mundo todos estamos no mesmo barco querida. nossa humanidade nos faz viver e sentir a dor do outro. Triste para todos nós. O mais importante a fazer é superar com o bem.
Beijos,
Carla

valquiria calado disse...

•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ✿ڿڰۣ¸.•*♥ڿڿ•*♥ڰۣ¸.•*

Sobre o amor

Fácil de acontecer, difícil é descrever.
Amar é sentir sem querer, é querer sem perceber.
Fugaz ou duradouro, não importa o tempo, o que vale é o sentimento.
Que o eterno seja pra sempre, mesmo que seja breve.
Sobre o amor é tudo que não sei, daquilo que já sei.

Fim de semana de luz e paz,
abraço.

ڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ✿ڿڰۣ¸.•*♥ڿڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣڿڰۣ

Brasileiros enlutados ♥♥♥♥♥♥♥♥♥...


ڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ✿ڿڰۣ¸.•*♥ڿڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ

FlorAlpina disse...

Leio em silêncio...
Sem palavras, apenas tristeza.

Bjs dos Alpes

Julieta disse...

Oi flor
PASSEI PARA DESEJAR UM MARAVILHOSO FINAL DE SEMANA.
BEIJOSSS

(¯`·._.·[***Celina***]·._.·´¯) disse...

Terrível essa tragédia, mesmo eu sendo mãe é impossível sequer imaginar a dor dessas mães porque não dá pra medir tamanho sofrimento, o maior que uma mãe possa sentir. Só nos resta orar muuuuito.
Grata pela visita, será sempre bem vinda.
BjoBjo;)

C. disse...

É só mesmo o silêncio para estancar a dor dos que se foram, e das famílias que ficaram para viver de lembranças. Que Deus conforte à todos!

piedadevieira disse...

Muito triste mesmo, querida.Eu, como professora, fico imaginando o horror que todos passaram.
Beijos

Misturação - Ana Karla disse...

Achei assustador.
Que todos sejam bem iluminados.

Xeros