Translate

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Onde falhou

RETROCESSO NAS RUAS
Comportamento
Existe a ideia de que a sociedade pode escolher as leis que vai cumprir e as que não vai cumprir. Os brasileiros ainda não compreendem que os benefícios serão para todos.
Fiscalização
Polícias reduziram as blitze para fiscalizar bêbados ao volante. Carentes de pessoas e equipamentos, elas ainda não têm a cultura de submeter motoristas a bafômetro.
Punição
Mesmo quando agentes flagram condutores bêbados, há uma sensação de demora em punições como a cassação da carteira.
Campanha
As ações educativas atuais não convencem os motoristas do risco do álcool.
Mortes se concentram em locais próximos a bares
Na contramão de outras capitais, Porto Alegre registrou aumento de 16% no número de mortes em ruas e avenidas. Até metrópoles conhecidas por seu trânsito caótico, como São Paulo e Rio, acumulam vitórias na luta contra a carnificina de trânsito (ver quadro à direita).
– Os dados sugerem que Rio de Janeiro e São Paulo aparelharam bem suas polícias, providenciaram treinamento forte, e mantém regimes intensos de fiscalização. Desta forma, o motorista percebe que há policiais e fiscais nas ruas com o objetivo constante de fiscalizar a relação beber e dirigir – opina o psiquiatra Flavio Pechansky, coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Trânsito e Álcool (NEPTA).
Uma pesquisa realizada em São Paulo e Belo Horizonte, antes e depois da implantação da Lei Seca, reforça a percepção do especialista. Ao ouvirem 2,5 mil motoristas paulistas e 2 mil mineiros, sempre nos finais de semana, pesquisadores constaram uma redução em 30% de pessoas dirigindo alcoolizadas.
– Não precisamos de penas severas, mas as pessoas precisam ter a sensação de que podem ter uma punição rápida – diz a professora da Universidade Federal de São Paulo, Ilana Pinsky, uma das responsáveis pela pesquisa.
A ação das autoridades, na Capital, pode ser facilitada por um estudo coordenado pela psiquiatra Raquel Brandini de Boni, integrante do NEPTA. De acordo com Raquel, o geoprocessamento dos acidentes noturnos indica que eles ocorrem nas regiões da cidade que concentram o maior volume de bares e boates.
– É fácil de verificar que as áreas de maior concentração de bares são também as áreas que mais concentram acidentes durante a madrugada – pondera Raquel.
Responsável pelo comando de Policiamento da Capital, coronel Antero Batista de Campos Homem, reconhece que o arrefecimento na fiscalização da Lei Seca, mas assegura que barreiras continuam sendo realizadas.
– Cada tempo ao seu tempo. Naquela ocasião (quando a Lei Seca foi implantada), era oportuno que se fizessem mais barreiras. Mas agora passamos a atuar em locais mapeados, com ações pontuais – assegura o oficial.
Fonte: zero hora, 2010

34 comentários:

ONG ALERTA disse...

Cabe a cada um fazer sua parte para as melhorias do trânsito, todos são responsáveis.

Fernanda disse...

obrigada pelo seu comentário no blog espaço de estética sobre alimentos integrais.bjs.

Mariana disse...

Enquanto isto o governo do RS,não
quer saber de cumprir a lei de fiscalizar, veja:
Conforme reportagem do jornal ZH (maio/09) o RS poderia perder bafômetros adquiridos pelo Ministério da Justiça.
Após esta matéria, não soube se o governo retirou estes aparelhos.Perguntei ao jornal ZH, o qual não respondeu ( creio que não sabe) .
Comando rodoviário da BM (mandou perguntar para o fale conosco da BM (sem resposta) e tb para o Detran)
*Detran (mandou perguntar para daer,eptc,prf )
Daer é responsável pelas estradas
PRF respondeu que é com o governo estadual
ETPC é um órgão municipal,
Perguntei por email para o chefe de gabinete da governadora (sem resposta) e até para a governadora Yeda pelo twitter.
E hj perguntei no fale conosco do Mins, da Justiça, vai q eles sabem aonde estão os bafômetros.

lea disse...

pois e menina e aqui e sc, pelo menos na minha cidade a fiscalização no começo era rigorosa , agora ja deu uma relaxada, ai o povo abusa mesmo ne? bjos

Daniel disse...

O transito é meio que reflexo de nossa atual sociedade, uma verdadeira selvageria! Há de se compreender que carros de corrida são para autodromos, e cada um é responsável por si e pelos outros no dia-a-dia das ruas das cidades. Tem texto novo no Sub Mundos. Bjus.

http://submundosemmim.blogspot.com

Cantinho She disse...

...passando por aqui para te ler... beijo, beijo querida!
She

Daniel Savio disse...

Uma medida boa quando se sai com os amigos, ficar revezando o motorista, ou se todos beberem, voltarem de taxi, mas só vão sentir na obrigação de fazer isto se houver ums fiscalização severa...

Fique com Deus, menina Lisette.
Um abraço.

Marizza Semeadora disse...

É muito gostoso chegar no blog e encontrar um comentário! Muito obrigada pela visita! O que você tem semeado? Aquilo que você semear, isso também colherá. Semeia para o Espírito e do Espírito colherá vida eterna. Deus te abençoe! Paz e Bem!

Chica disse...

Issoé que deve ser repetido sempre, até cansar.TODOS nós somos responsáveis...

Lilá(s) disse...

Não são só os brasileiros que não compreendem , hoje mesmo Portugal está de luto devido em parte á falta de precaução dos automobilistas.
Bjs

Wanderley Elian Lima disse...

Somos um povo sem educação, e resistente às leis.
Bjux

brasildobem disse...

Acho engraçado que muitas leis com relação ao álcool e ao bafometro não são aplicadas na íntegra. Sendo assim, as leis tornam-se muito elásticas, só aplicam quando convém e vice-versa.
Bjs

Misturação - Ana Karla disse...

Lissete fiquei muito feliz com sua presença lá no MIsturação. Volte outras vezes.
Olha, gostei muito da proposta do seu blog. Tudo haver comigo.
Já vou me tornar sua seguidora.

Xeros

Pelos caminhos da vida. disse...

Se cada um fizer a sua parte, com certeza o trânsito fluirá melhor em todos os sentidos.

beijooo.

soninha disse...

Cada um tem que fazer um pouquinho,mas não adianta decretar leis e não cumprir,ou então não haver punição hoje pessoas matam no trânsito pagam fiança e fica por isso mesmo!!!

Luciana disse...

Oi Lisette...tudo bem contigo? Uma boa semana pra ti..Bjs

Marilu disse...

Querida amiga, e nosso governo nada faz..Beijocas

Nilce disse...

Somos todos responsáveis, inclusive o governo que bem poderia fazer a sua parte.

Bjs no coração!

Nilce

gabyshiffer disse...

Devemos fazer sim

Amiga,tem selinho pra vc no meu blog tá?
Passa lá tem mais de um...rs

Te desejo um bom começo de semana
Beijos na alma!
:)
“Se você quer transformar o mundo
experimente primeiro promover o seu aperfeiçoamento pessoal
e realizar inovações no seu próprio interior.
Estas atitutes se refletirão em mudanças positivas no seu ambiente familiar.
Deste ponto em diante, as mudanças se expandirão em proporções cada vez maiores.
Tudo o que fazemos produz efeito, causa algum impacto.”

(Dalai Lama)

Sônia Silvino disse...

Disseste tudo, amiga! Cada um precisa fazer a sua parte para que as coisas possam começar a mudar!
Beijinhos, linda!

Tania T. disse...

Verdade... todos...

Infelizmente nem todos se importam né? =/

bjoO pra ti Lisette!!

Géssica disse...

Nao conheço nada sobre leis de transito, mais conheço um pouco sobre pessoas. Sao elas que fazem tragedias, nao as leis e nem os carros.
(desculpe pela demora)




até...
ps: se cuida

Suziley disse...

Oi, Lisette, todos somos responsáveis por um trânsito seguro. Bom dia, beijos ;)

Everson Russo disse...

Um super beijo carinhoso de bom dia pra ti querida.

anita sereno disse...

querida amiga
quanta batalha a sua
o seu espaço esta mais alegre mais colorido
boa semana beijos na alma

ⓣⓔⓡⓔⓢⓐ ⓒⓡⓘⓢⓣⓘⓝⓐ disse...

Infelizmente as pessoas ainda agem no trãnsito como se a conversa não fosse com elas....ainda hj de dentro do ônibus vi passar uma moto o motorista com capacete e as duas caronas uma criança e uma mulher sem capacete, pense??!!!E se acontece algo daí o infrator e imprudente é o outro....é Deus q castiga e por ai vai!!
Post educativo, vlw!!
Bjs♥

Erico disse...

Olá,

Falhou na engenharia de trânsito, na aplicabilidade das leis, na educação, falhou no ato de policiar e de policiar-se, no amor próprio e pelo próximo. Falhou e continuará falhando enquanto o alcoolismo não for entendido como doença e o hábito de beber como o de usar qualquer outra droga ilícita.
Beijão :)

Nilza disse...

Oi querida: passando para agradecer a visita e avisar que já atualizei! Paz, saúde e que Deus nos ajude! Boa semana! Nilza

claudete disse...

Minha querida Lisette num País onde ´pessoas ainda não aprenderam a esperar na fila , seja qual for, fica dificil implementar com êxito absoluto mudanças radicais. A sensação de falta de educação que começa no lar não é equivocada.E quando se trata de obter a CH então fica mais dificil , obtem-se sem o minimo requisito para enfrentar as ruas e estradas; Eu me pergunto como é aferido o comportamento psicológico ,também ,de tantos "loucos" autorizados a dirigir. É complexo , mas, no Brasil , é desconcertante as punições impostas a infratores. Esperemos que o próximo presidente se sensibilize com a questão crucial. Obrigada por sua visita e comentário ao nosso Blog. Beijos no coração.

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Ontem foi um dia trágico em Portugal...
Por causa de um denso nevoeiro na A25 ( no Norte do país) setenta e tal carros chocaram numa violenta carambola...dois camiões tir incendiaram-se e as expulções começaram...os carros pagaram fogo em série... seis pessoas morreram logo ali e mais de vinte estão em estado critíco...Uma mulher em chamas saiu de um carro a gritar e um homem tentou salvá-la...numa visão de terror...
Felizmente que o sol voltou...menos aquelas pessoas ás suas casas...
Muito triste!
beijo
Graça

ValériaC disse...

É desanimador ver que as pessoas insistem em não assumirem responsabilidade por si mesmas e por seus atos...em todos os níveis da vida. E ver como as autoridades lidam com a situação de forma muito precária...isso tem que mudar.
Beijos...
Valéria

ZildaeAntonio disse...

Oi, Lisette
Boa Noite!
Há mesmo, no Brasil, as leis que pegam e outras não. Mas, a impunidade é que incentiva a desobediência das leis. As pessoas realmente responsáveis se empenham em cumprir as leis. No Rio de Janeiro, creio que surtiu efeito a vigilância e a conscientização.
Um abraço e tudo de bom!

Mi Satake disse...

Exato, amiga. Qdo todos entenderem q o beneficio pelo cumprimento das leis, somos é pra todos, pra nós e pras nossas famílias, tudo mudará!

Sou tão revoltada com essa situação do trânsito, q qdo visito seu blog, q é tudo de bom, fico enlouquecida com as informações q leio.
Sério, saio de mim...

Um beijo Li
E ótima semana pra vc!

t. disse...

oi, é muito importante discutirmos essas questões de violência no trânsito hoje mesmo.. obrigada pelo comentário no blog. beijos!