Translate

domingo, 21 de agosto de 2011

Trânsito menos violento no RS

Divulgado dia 15/08/11, um levantamento feito pelo Departamento Estadual de Trrânsito indica que ações de conscientização e de fiscalização podem estar contribuindo na redução de mortes nas ruas e estradas gaúchas. O número de vítimas fatais no trânsito diminuiu quase 11% no primeiro semestre em relação ao mesmo período de 2010. O índice é ainda mais expressivo se for levado em consideração o crescimento de 6,6% na frota de veículos no ano passado

O trânsito gaúcho foi menos violento no primeiro semestre de 2011. O número de mortos em acidentes diminuiu 10,8% em comparação com o mesmo período de 2010. Mais representativa se confrontada com o aumento da frota no Estado, que teve um incremento de 6,6% no ano passado, a redução da carnificina em ruas, avenidas e estradas do Rio Grande do Sul é atribuída pelas autoridades a uma união entre o aumento da conscientização dos motoristas e o recrudescimento da fiscalização.

Os dados apresentados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) na tarde de ontem apontam que 93 vidas foram poupadas: são 770 mortes de janeiro a junho, em relação a 863 nos mesmos meses do ano passado. Os acidentes fatais também diminuíram, caindo de 745 para 692. Ainda que seja preciso levar em conta que o número de vítimas pode ser maior do que esse total – são contabilizados apenas os mortos no local do acidente, sem considerar óbitos em hospitais –, o governador Tarso Genro celebrou a diminuição, ressaltando a necessidade de ações efetivas para conter as mazelas do trânsito.

– A comunidade está pedindo para compartilhar com o poder público campanhas para esse setor. Os Estados que aplicaram com vigor as normas do Código de Trânsito Brasileiro e da lei que coíbe a alcoolemia estão reduzindo as mortes – disse o governador, durante entrevista no Palácio Piratini.

Apesar de afirmar não ter condições de apontar razões diretas para a redução, o presidente do Detran, Alessandro Barcellos, põe o resultado na conta de ações como a Operação Balada Segura – que combate a perigosa combinação de álcool e direção nas madrugadas dos finais de semana – a melhora no índice. A mobilização dos gaúchos em torno do tema e a atuação de entidades civis de combate à violência no trânsito também estão entre os motivos apontados para a mudança nas estatísticas.

– Isso mostra que temos um caminho a ser trilhado. Nossa meta é chegar a uma redução acima de 50%. A impressão, pelos números, é de que estamos em uma crescente de conscientização social – afirmou o diretor da autarquia.

Medida considerada polêmica à época da implementação, o uso de policiais militares para a entrega da notificação da suspensão da carteira de motorista também parece ter surtido efeito. Dados preliminares do Detran dão conta de que a maior parte dos condutores envolvidos no processo já entregou a habilitação.

Conforme os dados do Detran, o perfil da vítima mais frequente dos acidentes é o de um homem com mais de 60 anos – os jovens entre 18 e 24 anos aparecem em segundo lugar. Apesar de a frota de motos ser menor, o índice de condutores de veículos e motociclistas mortos é quase o Justificarmesmo – 26% e 24%, respectivamente –, e a maior parte das ocorrências acontece nas noites dos finais de semana. Entre as vítimas, chama a atenção que mais da metade pertença ao grupo dos chamados usuários vulneráveis: motociclistas, ciclistas e pedestres.

Ações focadas em pedestres idosos

Espécie de menina dos olhos dos responsáveis pelo órgão de fiscalização do trânsito gaúcho, a Balada Segura deve chegar a outras regiões do Rio Grande do Sul nos próximos meses. A ideia é, além de estender gradativamente as abordagens para os outros dias da semana, encaminhar um projeto de lei à Assembleia Legislativa para transformar a iniciativa em projeto estadual a partir de convênios firmados com municípios. No verão, as blitze deverão ser presença constantes nas madrugadas das praias gaúchas.

Para o segundo semestre, estão previstas ações de conscientização para os idosos pedestres – dos 161 pedestres mortos em atropelamentos, as vítimas da terceira idade concentram quase 40% das mortes – pelo uso do cinto de segurança no banco traseiro dos veículos e cursos para aperfeiçoamento e reciclagem de motociclistas. Conforme Barcellos, há um clamor social para que tragédias responsáveis pela destruição de famílias inteiras sejam estancadas:

– A ideia é aumentar progressivamente a fiscalização, a presença do poder público. Não existe mais espaço para que a população não se sinta fiscalizada.

francisco.amorim@zerohora.com.br

pedro.moreira@zerohora.com.br

FRANCISCO AMORIM E PEDRO MOREIRA
As razões
- Neste ano se intensificaram campanhas educativas e blitze conjuntas, organizadas e executadas por instituições ligadas ao trânsito, como o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), com apoio das polícias Civil e Militar.
FISCALIZAÇÃO
- Testada nos primeiros meses do ano na Capital, a Operação Balada Segura é a principal ação de combate ao uso de álcool ao volante organizada no Estado. Realizadas nas noites dos finais de semana, as blitze são montadas em áreas boêmias da cidade ou em seus acessos. A ação deve ser estendida gradualmente ao Interior nos próximos meses e também poderá ter edição especial durante o veraneio. Nas estradas, a Brigada Militar têm intensificado barreiras com uso de bafômetros.
ESTATÍSTICAS
- A compilação de dados estatísticos – com perfil das vítimas, locais dos acidentes, tipos de veículos envolvidos e horários e dias de incidência – tem norteado a fiscalização e as campanhas educativas no Estado.
CAMPANHAS SEGMENTADAS
- EPTC e Detran têm investido em nichos. Além de ações pontuais em datas específicas, as campanhas têm abordado também a conduta de pedestres e motociclistas.

Fonte: Zero Hora

36 comentários:

ONG ALERTA disse...

Em primeiro lugar como eles podems aber se diminuiu se eles nems abem exato quantos morrem???
Em segundo moro em Porto Alegre e náo vejo acmpanha nenhuma acontecendo este ano???
Em terceiro o governo tem como obrigaçáo mudar sua maneira de pensar sozinho náo se faz nada...
Enfim pessoas morrem todos os dias e nada muda...

Pelos caminhos da vida. disse...

Saudades de vc amiga.

beijooo.

Marly Bastos disse...

Que essas campanhas tenham sucesso querida.
Beijokas doces e uma semana de paz.

CLEMENTE GERMANO MULLER disse...

Olá minhas amigas. Que bom receber o recadinho e a visita de vocês em meu diário de viagens e descobertas. Fiquei feliz em saber que vocês querem participar, vou pedir para a nossa amiga Mary Bastos convidar vocês ok? Que todos tenhamos uma maravilhosa semana 100 acidentes graves. FIQUEM COM DEUS.

Pat. disse...

Quando li menos violento já me veio uma sensação mais positiva... mas é como tu mesma disse Lisette amiga, eles não tem noção do que verdadeiramente acontece e nada muda.

Um beijo

Flor de Lótus disse...

Que boa noitícia,Lisette!
Uma ótima semana!
Beijosss

Ângela Coelho disse...

Lisette, acho que eles estão mentindo para o povo, pois as manchetes nos jornais continuam: "Morre ... neste fim de semana" ou " Morrem 8 no inicio do feriadão".
A Zero Hora ou o Governo está tentando enganar o povo.
Beijos

Marly Bastos disse...

Alessandra, vim aqui convidar você para participar da brincadeira promovida pela ONG VAA campanha para o dia das crianças, onde se tem o intuito de arrecadação de dinheiro para ajudar crianças carentes. Fique à vontade para participar ou não. Caso queira, basta colar a gravura da campanha que está em minha página e convidar mais 3 blogs para participar.
Beijokas doces

Blue disse...

Pois também acho que é notícia "veinculada".
A cada dia temos mais mortes no trânsito.

Beijo

Solange disse...

uma excelente semana pra vc minha querida...

bjs.Sol

Eliana disse...

Oi Lisette, interessantissimo este bolg... parabéns!!!

Obrigada por me seguir, estou te seguindo também!

Fica com Deus, tenha uma ótima noite!!! Beijos

Áh! Deixei um recadinho lá para você!

Cléo disse...

Agradecendo a visita!

Toninhobira disse...

Concordo plenamente com voce amiga, o governo que não democratiza,não tem poderes para executar nenhum plano como magica.Enquanto isto o fim de semana foi horrivel,com acidentes violentos.As campanhas são timidas e mal geenciadas.
Uma bela semana a voce.
Meu abraço.
Bju.

cidinha disse...

Olá, Lissete. Já está aparecendo uma luz no fim do túnel.Que possa háver mais mudança e que levem a sério novos projetos nesse sentido. Obrigada pela visita e carinho! tenha uma boa semana. Bjos.

Tânia T. disse...

Cada dia a situação fica pior... o número de morte em acidentes de trânsito só aumentam... =/


bjoo

Wilson e Sanzinha disse...

Bom dia, Lisette!

Nosso antigo blog – Nuestro Cielo – infelizmente foi invadido e completamente excluído, o que nos obrigou a criar outro novamente.
Pedimos desculpas pela confusão. 
Aqui está o link do novo blog:

http://nuestrociello.blogspot.com

Esperamos poder nos encontrar por lá novamente.

Beijos carinhosos!

Wilson e Sanzinha

✿ chica disse...

E nesse fds já tivemos 17 mortes...Pena!beijos,linda semana,chica

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa disse...

Urge consciencializar aqueles (e são tantos!) que ainda o não estão.
Beijo.

Vivian disse...

Bom dia,Lisette!

Dizem uma coisa, e na prática comprovamos outra...
Também não vi nenhuma campanha acontecendo por aqui...
E mesmo se diminuir, pra quem perde alguém estes números não querem dizer nada...
beijos pra ti!

Everson Russo disse...

Uma bela segunda feira pra ti minha querida amiga, e uma semana cheia de poesia...beijos e beijos.

O Árabe disse...

Cabe-nos esperar, amiga, que os números correspondam à realidade... e continuar a luta, para que os acidentes realmente diminuam! Boa semana, fica bem.

ValeriaC disse...

Até onde isto é fato verídico não sabemos, mas com certeza muito queremos que as pessoas se conscientizem cada vez mais por um transito mais seguro para todos.
Beijinhos...boa semana amiga...
Valéria

Anne Lieri disse...

Lisette,isso parece mesmo aquelas pesquisas compradas pra angariar votos!O povo sabe quando a coisa não é vedadeira e,infelizmente essa estatistica não corresponde a realidade!Bjs e boa semana!

Anne Lieri disse...

Lisette,isso parece mesmo aquelas pesquisas compradas pra angariar votos!O povo sabe quando a coisa não é vedadeira e,infelizmente essa estatistica não corresponde a realidade!Bjs e boa semana!

。♥ Smareis ♥。 disse...

Lizette,O governo não tem visão quando se trata de ajudar o povo. Ele ver as mortes todos os dias, mas não se importam, acham que tem outras coisas a serem feito primeiro, e sempre o povo fica em segundo plano. Esse é o nosso Brasil, e estamos sempre votando errado.Deixo um beijo grande e desejo de um ótimo começo de semana. Abraço!
Smareis

Vera Lúcia disse...

Desejo sucesso para toda campanha
que vise o bem estar do cidadão e da família. A luta pela redução de mortes no trânsito deve ser cada vez mais objetiva e eficaz.
Beijos.

Rosi Alves... disse...

SEMANA DE PAZ E AMOR!!BEIJOS

Em tudo está deus
No cantar dos pássaros
Nas águas que correm
No sol que nasce
Na lua que dorme
Ele esta em mim
Ele esta em você
É a rocha firme
Que me faz renascer
Amo esse deus
Que me amou sem medidas
Que me deste a vida
Somente por me amar
Todos os dias
Quando o sol nascer
E a noite cair vou agradecer
Por cuidar do meu viver
E florir o meu caminho de amor
(Rosi Alves)

O Profeta disse...

Um barco parado no cais de espera
Amarras soltas do frio ferro
Uma gaivota adormeceu sem penas
Uma criança chora no meio do aterro

Cheio de penas amarro a alma
Uma saudade arrocha meu peito
Sou um caçador de nuvens breves
Um romântico sem ponta de jeito

Um barco de papel perdido do norte
Roseira plantada num campo de pedras nuas
Uma casa perdida da sua cidade
Um labirinto feito de mil e muitas ruas


Doce beijo

Néia Lambert disse...

Oxalá as notícias veiculadas sobre a diminuição das mortes no trânsito sejam verdadeiras!

Beijos

Tetê disse...

Lisette querida: obrigada por sua visita ao Livre Pensamento! É uma alegria recebê-la em meu cantinho! Bjks e uma semana abençoada Tetê

::Tetê:: disse...

Oi Lisette! Voltei! Que bom encontrá-la mais uma vez no Gotas de Sabedoria! Fiquei muito feliz com sua visita! Acabo de atualizar e, como sou feliz quero vê-la feliz, também! Bjks Tetê

Flor de Jasmim disse...

Lisette querida
Que essas noticias possam vir a ser verdadeiras, redução de vitimas.
Beijinho minha amiga

Zéza disse...

Oi querida! Vim agradecer a sua visita e avisar que já atualizei! Estou esperando sua visita!! Beijos azuis!

Vanuza Pantaleão disse...

Lisette, minha querida!
Que boa notícia em meio a tanta brutalidade!
Vamos em frente e conscientes, essa luta é de todos nós.
Boa semana, amiga!!!

Michelle Nazar disse...

Querida Lisette, no meu curso de Sociologia aprendemos que esta questão das estatísticas e das relações que se fazem a partir delas é muito dúbia e, por vezes, tendenciosa. A questão já parte até de quem as realiza e as mensura..e isos me entristece..ms fica o seu alerta e seu belo post para muitos refletirem.. Beijinhos querida!

Lu CItadin disse...

É isso aí,não existe estatística correta!!!Precisamos é de segurança e fiscalização nas ruas e nas estradas.