Translate

sábado, 26 de dezembro de 2009

Natal de 2009 é mais violento

ALERTA REDOBRADO
Natal de 2009 é mais violento
Pelo menos 18 pessoas morrem no início do feriadão e as polícias rodoviárias estadual e federal multam 5.351 motoristas
O feriadão de Natal começou no Estado com carnificina no trânsito, aplicação de uma multa a cada meio minuto nas rodovias e um número assustador de acidentes em um único dia nas estradas federais.As autuações aplicadas por policiais rodoviários chegaram a 5.351, considerando apenas os dias 23 e 24 de dezembro – e sem contar os controladores eletrônicos de velocidade fixos.
Foram 74 acidentes registrados somente anteontem pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), número superior ao computado em qualquer outro dia de 2009. Em geral, a média diária é de 30, subindo para cerca de 50 nas vésperas de feriadão. Vinte e oito motoristas foram autuados por embriaguez ao volante.– É absurdo. É tão raro que não lembro de outro dia com tantos acidentes assim.
Se o feriadão continuar nesse ritmo, a tragédia será inédita – alarmou-se o inspetor Alessandro Castro, chefe da comunicação da PRF no Rio Grande do Sul.As comparações com o ano passado mostram uma escalada de violência rodoviária no Natal de 2009. Da noite de quarta-feira até o final da tarde de ontem, havia pelos menos 18 mortos no trânsito gaúcho – pouco menos do que em todo o feriadão passado.
Em 2008, entre o meio-dia de terça-feira, 23 de dezembro, e o domingo seguinte, Zero Hora computou um total de 22 mortes no Rio Grande do Sul.Contra as 2,4 mil autuações dos primeiros dois dias do feriado do ano passado, a PRF registrou agora um total de 3.073 – 2,1 mil delas por excesso de velocidade.
O dado se refere apenas aos 27 radares móveis da corporação, deixando de fora os controladores fixos de velocidade. Nas rodovias estaduais, as autuações, excluindo aquelas por excesso de velocidade, pularam de 1.246 para 1.912.
– Tivemos um número muito alto de multas. E ainda temos de considerar que choveu durante boa parte do dia 24, condição em que os radares não funcionam. O comportamento dos condutores está sendo suicida – disse Castro.Ao todo, chegaram a 137 os acidentes nas rodovias federais na quarta e na quinta. Considerando todos os seis dias do feriadão de Natal passado, eles foram 208.
As mortes contabilizadas pela PRF na totalidade do feriadão de 2008 foram sete. Neste ano, até o meio da tarde ontem, já somavam nove.Nas rodovias estaduais, quase todos os indicadores foram piores em 2009. A
pesar de o total de veículos fiscalizados ter subido 15% e de as multas aumentaram 53%, os acidentes cresceram 30%, na comparação entre os dois dias iniciais do feriadão de 2008 e 2009. Ao todo, foram 2.278 multas aplicadas pelo Comando Rodoviário da Brigada Militar. O maior número foi no dia 24, com 1.281 autuações (1.007 por agentes e 274 com o auxílio de radares móveis.
Fonte: zero hora, 26/12/09

14 comentários:

ONG ALERTA disse...

Interessante a uns dias atrás foi publicado que o número de acidentes havia diminuído, enfim, ninguém fez nada para isso acontecer, o governo do estado deveria ter ido a Brasília em maio para buscar os redutores de velocidade para o estado e pelo jeito não o fez, pois não existe em nenhuma estrada.
Fiscalizar até ajuda, mas orientar passar informação, não adianta só multar pois o dinheiro das multas vai para o bolso de quem, de nós cidadãos não vejo porque as estradas continuam do mesmo jeito, enfim um ano de eleições, votar para que e em quem faz algo diferente?????????

Fernanda Guerra disse...

Esta na hora dos governos fazerem algo de bom pelo trânsito!

Ricardo Conceição disse...

Polícia não adianta só multar e sim informar para ter mais respeito.

Carlos Albuquerque disse...

Desse como deste lado do Atlântico, a mesma persistente dor pela perda de vidas nas estradas.
Quando falo de estradas não me refiro só às esburacadas e desprotegidas pelos poderes públicos e por onde circulamos, falo, também, das estradas das mentes de cada um. Estas continuam, infelizmente, em muito mau estado, necessitadas de um banho de civismo.
Abraços

Everson Russo disse...

Essa é a parte horrivel das comemoraçoes de final de ano...otimo fim de semana e um beijo.

Entre o Real e o Virtual disse...

Querida Lisette,

É inacreditável que essas situações ainda aconteçam!

É um desrespeito do ser humano com sua própria vida e, principalmente, c/ a dos outros.

Quantas vidas são afetadas por causa de uma simples irresponsabilidade que poderia ter sido evitada! Meu Deus, por que fazem isso, por quê?

Vamos rezar por todos que estarão nas estradas no retorno deste feriadão que deveria ser de muita alegria!

Grande beijo.
Gi.

Maria Emília disse...

Santas festas para si e todos os eus. Apesar de tudo, vamos aprendendo que vale a pena viver a vida.
Um grande beijinho,
Maria Emília

Lisette Feijó disse...

Fora as vítimas que não morrem no local do acidente, estas não entram nas estatísticas de acidente de trãnsito, então as pesquisas não são reais, morrem muito mais pessoas no trânsito que imaginamos.
Fique atento e fique vivo!!!!!!!!

Sônia Silvino disse...

Lisette!Como foi o teu Natal? Espero que tenhas tido muita paz no teu coração!
E o ser "humano" continua imprudente e irresponsável!
Que em 2010, as coisas possam melhorar. É preciso crer!!!
Bom final de semana!
Bjkas!!!

Antônia Vasconcellos disse...

Fazem alguma coisa séria neste país para mudar esta quadro de violência????
Votar em quem?
Votar para que?
Quem merece?

Wanderley Elian Lima disse...

Infelizmente nas estada de Minas os acidentes foram violentos. Não adianta só culpar as condições das estradas, acho que os motoristas apressados são os maiores culpados , não respeitam nada nem ninguém.
Beijos

Chica disse...

Vamos esperar que isso não se repita nopróximofim de semanae feriadão.Paz !

Lu Citadin disse...

Falta prudência para os motoristas e empenho do governo em manter estradas em condições e fiscalizadas

soninha disse...

Ainda tem mais um feriado,fora que começa também ,época de férias,tenham mais cuidado,menos pressa!