Translate

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Acidente com caminhão mata uma criança e duas adolescentes no Vale do Taquari




Um acidente com um caminhão matou uma criança e duas adolescentes de uma comunidade indígena às margens da BR-386, em Estrela, no Vale do Taquari. Uma quarta vítima foi encaminhada para o Hospital Estrela — ela está em estado grave, segundo a instituição.
Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo teria perdido o rodado do semirreboque enquanto trafegava na rodovia. As rodas atingiram as quatro vítimas, com idades entre 11 e 15 anos. Elas estavam aguardando o ônibus escolar em uma parada às margens da rodovia, que fica em frente à aldeia. Três delas são irmãs, e a quarta é prima.
Morreram as irmãs Chaiane Soares Lemes, 15 anos, e Thaís Soares Lemes, 11, e a prima Franciele Santos Soares, 14. Anelise Soares, 13, foi levada ao hospital.
O acidente aconteceu às 6h40min, no sentido Capital-Interior, em um trecho não duplicado da rodovia. Oito crianças e adolescentes da Aldeia do Coqueiro, comunidade que vive há cerca de 60 anos na região, pegavam o transporte escolar todas as manhãs até a Escola Estadual de Ensino Fundamental Pedro Braun, em Estrela. Quatro deles não estavam junto às vítimas porque não iriam à aula nesta segunda-feira.


Leia as últimas notícias

O acidente causou revolta entre os indígenas da aldeia, da tribo caingangue. O cacique Carlos Soares disse que havia solicitado que o ônibus escolar buscasse os estudantes dentro da aldeia, a cerca de 300 metros da rodovia, para que não tivessem de caminhar pelo acostamento.
A prefeitura de Estrela informou, por meio de nota (confira a íntegra abaixo), que não há pedidos de que o transporte entrasse na aldeia na prefeitura e na 3ª Coordenadoria Regional de Educação. A administração munincipal ainda disse que o ônibus escolar obecede um roteiro estabelecido há mais de 10 anos e que é de responsabilidade dos pais acompanhar e embarcar os filhos com segurança.
Em protesto pelas mortes e pela falta de segurança no trecho, indígenas depredaram um caminhão — sem relação com o acidente — com pedaços de madeira e atiraram pedras contra veículos que estavam na área — inclusive, contra uma viatura da PRF. O tumulto foi controlado, mas o grupo manteve o bloqueio total da rodovia por quase sete horas.

O caminhão que teve o rodado desprendido não permaneceu no local do acidente. Um motorista suspeito de dirigir o veículo foi preso em flagrante na BR-386, em Tio Hugo, cerca de três horas após o ocorrido. Ele disse não ter percebido que o rodado havia se soltado do veículo.
Do outro lado da rodovia onde aconteceu o acidente, uma cruz sinaliza a morte de outra menina da aldeia. Há um ano, a criança, de 2 anos, foi atingida por uma roda de um veículo que se soltou.
Com o trânsito bloqueado nos dois sentidos, há congestionamento na rodovia. Para o motorista que se desloca em direção a Porto Alegre, o desvio deve ser feito no km 258 até o acesso a Bom Retiro. Quem dirige para o Interior, a alternativa é entrar no km 366, após Fazenda Vila Nova, e seguir em direção a Teutônia.
Confira a nota divulgada pela prefeitura de Estrela sobre o transporte escolar:
"O governo de Estrela consterna-se com o trágico acidente ocorrido na BR-386 e se solidariza com as famílias das vítimas. Em relação ao transporte das crianças, o mesmo segue o padrão de todo o transporte escolar feito no município, onde o ônibus da Secretaria de Educação obedece um roteiro estabelecido há mais de 10 anos, passando pelas principais vias e recolhendo seus pequenos passageiros nas paradas de ônibus existentes. É responsabilidade dos pais acompanhar e embarcar seus filhos com segurança no transporte, ficando sob a tutela do município do embarque à ida para escola até sua volta e desembarque. Em relação a pedido para que o transporte entrasse na aldeia, não encontram-se nem na Prefeitura de Estrela e nem na 3ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) nada a esse respeito. Mais uma vez, o governo de Estrela ressalta a importância da completa duplicação da BR-386 que tantas pessoas já vitimou".

* Zero Hora

19 comentários:

ONG ALERTA disse...

Impressionante e o motorista não parou, nem notou que a toda caiu como pode!!!!!

Anete disse...

Puxa!!! Que coisa!...
Lamentáveis mesmo coisas assim!

Um abraço

Ivone disse...

Muito triste!Atropelados pelas rodas, notícias assim nos deixam desolados, atônitos mesmo!
Abraços linda amiga!

Gracita disse...

Que tragédia meu Deus
Como o motorista não percebeu que a roda havia se soltado. Inacreditável!!!!!
Beijos querida

Mariangela do Lago Vieira disse...

Que tristeza acontecer isto...
Deixa-nos triste mesmo...
Beijos!!
Mariangela

BIA disse...

Precisamos manter o mantra da Paz e Amor! A violência não é normal! Há muita desumanidade e insanidade! :(

Bjs

Lu Citadin disse...

Quanta irresponsabilidade!!!

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

O Roteiro estabelecido á mais de dez anos já deveria ter sido revisto. A segurança diminui com o aumento temporal do tráfego. Por outro lado pode-se contrapor que os Pais que houvessem acompanhado as crianças, iriam "engrossar" o número de vítimas.
É desolador como se conseguem protelar resoluções que são essenciais.

Beijos
SOL

Simone Felic disse...

Que triste fato não há o que falar.
bjs

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Vera Lúcia disse...


Muito triste, Lizette.
Uma fatalidade que talvez pudesse ter sido evitada com cuidados com a manutenção do caminhão ou com o empenho do Poder Público local em adotar medidas de maior proteção aos pequenos passageiros, principalmente porque já havia ocorrido acidente similar no local.

Beijo.

Lilazdavioleta disse...

Também me pergunto como o motorista não se apercebeu que a toda caiu !

A correria em que vivemos e a falta de atenção que prestamos aos outros ...




Um beijo Lisette ,
Maria

Isa Sá disse...

É uma triste realidade que diariamente mata muita gente...

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Graça Pires disse...

Uma notícia tão triste. As pessoas não aprendem, mesmo...
Beijo.

CÉU disse...

Só qdo há vítimas é que se tomam algumas medidas, mas quem morreu, morreu. Beijos.

Ane disse...

Nossa, que triste isso...Trágico.
E poderia ter sido evitado.

. intemporal . disse...

.

.

. por cada vida que se perde . renasce a revolta pela inconsciência .

.

.

Poções de Arte disse...

Triste, principalmente por serem crianças e ainda, parentes. Que Deus possa confortar o coração dos familiares.

Essa estrada é famosa pelo recorrentes pedidos de "duplicação" em vários trechos, mas nada é feito. Meu pai quase morreu nessa famosa.
Infelizmente, o dinheiro público é usado pra tantas outras falcatruas, menos para o que é necessário e urgente.
O estado da estrada é algo a se levar em consideração também.

Abraços e ótima semana.

Toninho disse...

Infelizmente é possível que o motorista não perceba dado à velocidade que esteja. Creio porque deve ser dos eixos auxiliares Lisette.
Lamentável ver crianças expostas pelas rodovias neste país e assim vez ou outra temos um acidente com perdas humanas.
Lamentável acidente amiga.
Meu abraço

Ailime disse...

Muito triste tudo isso envolvendo crianças indefesas.
Há que alertar sempre!
Beijinhos, Lisette.
Bom domingo.
Ailime