Translate

quinta-feira, 6 de março de 2014

Governo lança campanha para evitar acidentes de trânsito no carnaval

Peças publicitárias aconselham motoristas a não serem vítimas do álcool.

Campanha federal será veiculada em TVs, rádios, redes sociais e outdoors.

Filipe Matoso
Do G1, em Brasília
Peça da campanha lançada pelo Ministério das Cidades (Foto: Reprodução / Ministério das Cidades)Peça da campanha lançada pelo Ministério das Cidades (Foto: Reprodução / Ministério das Cidades)
O Ministério das Cidades lançou nesta terça-feira (25), em Brasília, uma campanha publicitária para tentar conscientizar os motoristas a não consumirem bebidas alcoólicas antes de dirigir durante o período do Carnaval.
Batizada de  “Não seja vítima do álcool. Seu Carnaval não precisa acabar assim”, a iniciativa tem o objetivo, segundo o governo federal, de causar impacto e sensibilizar a população sobre os cuidados com o trânsito durante as festas. O lema da peça publicitária será “Fuja do trio: Álcool, direção e carnaval”.
“Os comerciais são fortes porque a nossa ideia é retratar a realidade. O acidente retira a vida das pessoas e é exatamente aquilo que estamos colocando nos vídeos, para provocar as pessoas, para que elas possam refletir e dar maior importância à vida”, observou o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro.
Os comerciais são fortes porque a nossa ideia é retratar a realidade. O acidente retira a vida das pessoas e é exatamente aquilo que estamos colocando nos vídeos, para provocar as pessoas, para que elas possam refletir e dar maior importância à vida"
A campanha do Executivo federal contará, entre outras peças, com vídeos de 30 e 60 segundos na TV e em redes sociais. Os filmes começarão a ser exibidos a partir desta terça e ficarão no ar até o dia 9 de março. Também foram criados jingles para serem veiculados em emissoras de rádio.
A estratégia de divulgação da campanha, destacou o ministério, vai fazer uso ainda de cartazes, anúncios na mídia impressa, outdoors e propagandas em ônibus. Haverá também peças publicitárias em cancelas de pedágios em rodovias.
O Ministério das Cidades informou que dados da Polícia Rodoviária Federal apontam que o Carnaval é o feriado com o maior número de mortes nas rodovias federais. Os principais motivos de acidentes, de acordo com a pasta, são o consumo de álcool por motoristas, velocidade alta, falta de atenção, cansaço e imprudência dos motoristas.
Investimento
De acordo com o Ministério das Cidades, a produção e veiculação da campanha custará cerca de R$ 15 milhões, e os vídeos, que mostraram imagens reais de acidentes, serão exibidos em todo o país.

Durante o lançamento da campanha, Aguinaldo Ribeiro ressaltou que é preciso investir em educação, tecnologia e infraestrutura para reduzir o número de acidentes nas rodovias. Ainda de acordo com o ministro, a legislação é “importante” para aumentar a fiscalização.
Segundo o ministro das Cidades, em 2013, foram registradas 157 mortes nas rodovias federais do país durante o período de carnaval e em 2012, 192. “A ideia era que nenhum brasileiro perdesse a vida, por isso temos aí um desafio”, completou.
“Um outro ponto importante é a legislação, que importantíssima como subsídio para que a gente possa aumentar a fiscalização, e fiscalização como suporte da legislação, para que possamos gerar o fruto que queremos, que é a mudança de comportamento. Acho que temos conseguido provocar as pessoas e elas começaram a pensar que esse assunto do trânsito é uma coisa séria”, disse o titular das Cidades.
Fonte: 25/02/2014 17h16 - Atualizado em 25/02/2014 17h35

43 comentários:

ONG ALERTA disse...

Um absurdo gastar todo este dinheiro em campanhas, deveriam investir isso em EDUCAÇÂO.
Ganhas devem ser feitas sempre não por estação e como sempre as mortes só são computadas quando ocorridas no local, se vem a morrer depois não entram nas estatísticas.
estes números todos errados...

Ivone disse...

Tudo o que se possa fazer para alertar é válido, infelizmente não hão de atender, pois é, bebem, quem é de beber bebe e o pior, dirigem levando crianças no carro sem nenhum cuidado, que pena, esse é o Brasil dos brasileiros!
Abraços!

Luiz Cidreira disse...

O carnaval já acabou, mas, seu legado continua, a imprudência nas estradas... Foi menor que no ano passado mais fazendo vítimas, pelo menos por aqui.
Abraço
Abraço

Flor de Jasmim disse...

As campanhas são necessárias, mas penso que esse dinheiro poderia ser usado em outras coisas, penso eu.

beijinho e uma flor

✿ chica disse...

Acho que se houvesse educação, não precisaríamos essas campanhas caras assim! Lindo fds! bjs,chica

soninha disse...

Realmente o que falta é educação,os motoristas imprudentes não devem nem prestar atenção nesses comerciais...

BIA disse...

Concordo plenamente com você Lisette!!! Se investissem mais em educação não precisariam gastar tanto dinheiro com campanhas. Nesse Brasil cheio de irresponsáveis e inconsequentes que não tem um pingo de educação e consciência fazem milhares de vítimas inocentes.

Gracita disse...

Bom dia Lisette
“Você mulher, com seu jeito especial de ser, você é exemplo de amor, perseverança, coragem, determinação, determinação e inteligência.”
Parabéns pelo seu dia!
Um Feliz Dia da Mulher!
Beijos
Gracita

Gracita disse...

Bom dia Lisette
“Você mulher, com seu jeito especial de ser, você é exemplo de amor, perseverança, coragem, determinação, determinação e inteligência.”
Parabéns pelo seu dia!
Um Feliz Dia da Mulher!
Beijos
Gracita

Luma Rosa disse...

Oi, Lisette!
A maioria aprende a beber dentro de casa com pais que deixam a bebida disponível e que incentivam os filhos - principalmente os homens a beber. Vejo o consumo de bebidas alcoolicas aumentar cada vez mais, até mesmo entre as mulheres e, se querem mesmo proteger os cidadãos dessa droga, não deveriam veicular propagandas de bebidas, pois é um contrasenso virem depois com novas campanhas contra beber dirigindo. O alcool é a droga mais consumida no país, seguida da maconha. Temos muitos prejuízos com o incentivo do consumo do alcool, que onera o estado com seus efeitos sociais secundários.
Beijus,

Lu Citadin disse...

O Investimento deveria ser em estradas,sinalização e educação continuada.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Amiga campanhas dá para muitos
ganharem dinhheiro mas sempre
é bom sensibilizar.
Desejo que esteja bem.
Bj. e bom domingo.
Irene Alves

manuela baptista disse...

apenas pela educação se alteram comportamentos

um abraço, Lisete

Ivaneide Henrique disse...

Boa Noite Alessandra

Obrigada pela visita e parabéns pela escolha do post.Entendo que investir em Educação seria menos complexo. Campanhas e campanhas, não conseguem convencer pessoas que não pretendem educar-se.

Beijos e votos de uma semana maravilhooosa.

Lu Nogfer disse...

Campanhas ja não adiantam. É puro gasto.Fazem vitimas em qualquer tempo. Penso que seja preciso tomar outras providencias.

Otima postagem!

Beijocas

MARILENE disse...

De acordo com os levantamentos noticiados, as ocorrências diminuíram no carnaval deste ano. Mas os números ainda são altos e uma vida perdida já é triste. Bjs.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Lisete
Tomara que tudo seja feito de maneira a minimizar tanta tragédia!!!
Bjm fraterno

Ailime disse...

Olá Lisete, sim sem educação qualquer plano será difícil de cumprir, mas tomara que pelo menos as ocorrências tivessem sido bem menos. Um beijinho. Ailime

Emília Pinto disse...

As campanhas pesadas, dramáticas causam sempre mais efeito, mas daí a pouco são esquecidas e tudo volta ao mesmo; costuma-se dizer que o povo só aprende tiranod-lhes dinheiro do bolso, então a fiscalização e multas pesadas sempre é o que mais inibe o condutor. Claro o importante é sempre a educação a partir dos mais novos, em casa e nas escolas. Agora a fiscalização aqui está no uso dos cintos e cadeirinhas para o transporte de bebés e crianças. Estão nas ruas, parando e fiscalizando. Aqui acontece o mesmo; em épocas estivas é quando há mais acidentes e mortes. Beijinho, amiga e tudo de bom!
Emília
desculpa o erro--festivas

Dorli disse...

Oi Lisette,
Quantas campanhas, vídeos e mais vídeos, só que nossa leis são fraquinhas, muito mais pessoas irão morrer.
Beijos
Lua Singular

Lucimar da Silva Moreira disse...

O governo lança campanhas, mais o problema são as pessoas que estão dentro do carro, elas vão dirigir de qualquer maneira, principalmente nessa época de carnaval em que elas bebem mais, mais é ótimo que o governo lancem essas campanhas. Elisette beijos.
http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br

Vera Lúcia disse...


Olá Lisette,

As campanhas são investimentos onerosos, mas cabíveis enquanto o povo não desperta para a gravidade do problema. Mudança de comportamento é fundamental e depende exclusivamente de cada um.

Beijo.

Laura Santos disse...

Muito dinheiro poderá ser gasto em campanhas,mas se essas campanhas forem capazes de sensibilizar pelo menos alguns automobilistas e reduzir assim o número de acidentes e mortes, já terá valido a pena.
xx

ॐ Shirley ॐ disse...

Trânsito é uma coisa séria...mas, a prioridade são os campos de futebol.
Lisette, beijo!

ॐ Shirley ॐ disse...

Trânsito é uma coisa séria...mas, a prioridade são os campos de futebol.
Lisette, beijo!

LUZ disse...

Todas as campanhas são de louvar, mas a consciencialização dos condutores, tem de estar na linha da frente.

Beijos.

Graça Pereira disse...

As campanhas servem para alertar quem anda distraído...Deus queira que resultem
Beijo e bom fds
Graça

lenalima disse...

Falta tanto ainda para se conscientizarem qdo se diz respeito no transito ...nem gosto mais de tele jornais é cada acidente tão absurdo´, é tanto blá blá blá e parece que nada da resultado! bj

O meu pensamento viaja disse...

Obrigada pelo teu comentário, querida.
Bom fim de semana.
Beijo

manuela barroso disse...

Olá Lizete, vale bem a pena, primeiro prevenir porque depois nada há a fazer. Sempre pertinentes as suas postagens. Penso que as fotografias causam muito impacto.
Beijinho meu

Maria Adeladia disse...

São tantas campanhas...não sei como a população não têm sensibilidade e nunca aprende!Amiga, passando para desejar-lhe um belo fim de semana.Bjs.

Criando Artes Carla disse...

Querida, isso é balela!
Ninguém aprende nada, esse dinheiro deveria ir para a saúde.
Viajei no feriado e vi um carro numa curva fechada vindo em minha direção!!!!! Menina se meu marido não joga o carro para o acostamento eu não sei se estaria aqui falando com vc.
As pessoas são imprudentes e não respeitam os outros que estão na sua faixa.
Beijos no coração

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Estou tão cheia desse desgoverno nosso que tudo que venha dele cheira corrupção e descaso com o dinheiro público.
Beijos
Wilma

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Olá Lisette, fico muito feliz por você estar fazendo um trabalho maravilhosa como a prevenção.Infelizmente há tantas coisas erradas e o ser humano não leva nada a sério, pelo menos uma minoria.Obrigada! Querida, Lisette tenha um lindo final de semana. Beijos!

Magia da Inês disse...

✿⊱°•

°º。♪♫Bom fim de semana!°。♪♬
Beijinhos✿♫° ·.
Minas⊱°•

✿⊱Lilasesazuis✿⊱by Lígia✿⊱ disse...

Ah...essas campanhas que levam tanto dinheiro dos cofres públicos sem resultados positivos e imediatos...afff....

Lisette, tenha um ótimo fds,

beijinhos,

Lígia e =^.^=

Profª Lourdes disse...

Olá amiga, Bom dia!!
Vim agradecer sua visita e por deixar comentário. Obrigada você será sempre bem vinda!
Querida , que bom que o governo está investindo em mais campanhas para evitar acidentes. É seu dever e dados apontam que com as campanhas diminuíram os acidentes.
Parabéns pelo post.

A vida é uma passagem
De momentos vividos...
Onde realizaremos uma viagem
A um lugar que por
Deus seremos dirigidos”.
Fiquem com Deus, que seu Domingo seja abençoado e que o início de semana feliz e que seus desejos sejam realizados.
Abraços da amiga Lourdes Duarte

Maria Rodrigues disse...

Lisette se todos os condutores fossem mais conscientes tudo seria bem diferente.
Boa semana
Beijinhos
Maria

Dorli disse...

Oi, Lisette
Não adianta essas estratégias, pois o povo brasileiro não tem educação. Deveria sim colocar em cada pedaço de via um entulho de carro destroçado e um boneco ensanguentado e com alguns dizeres, o povo sabe criar.
Beijos
Lua Singular

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Lisette,enquanto o ser humano não conscientizar-se que o automóvel é uma verdadeira arma e que dirigir alcoolizado,correr em busca da morte e não respeitar o próximo,infelizmente haverão ainda muitos acidentes.
bjs amiga e obrigada pela visita.
Carmen Lúcia.

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Olá Lisette passei para deixar meu abraço! Espero que este ano os indices de acidentes tenham sido menores que nos anos anteriores! bjoss

Maria Rodrigues disse...

Lisette hoje passo especialmente para desejar um Feliz Dia do Blogueiro.
Beijinhos
Maria

EU disse...

Por cá também é normal reforçar os dispositivos (humanos ou outros)nas épocas de maior afluência nas estradas...
Contudo, a sinistralidade não varia muito, infelizmente.
Muitas vezes por incúria, outras por condições alheias às vítimas...
:( :(