Translate

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Como se caísse um avião com 379 pessoas a bordo



De tanto contar mortos em acidentes — ou em crimes de trânsito —, os brasileiros parecem anestesiados. Entre o dia 20 de dezembro e a manhã desta quinta-feira (02/01), morreram 379 pessoas nas estradas federais — e nós temos que nos dar por satisfeitos, porque esse número é 9,7% inferior ao do mesmo período do ano passado. A ele somam-se os acidentes nas estradas estaduais e nas vias urbanas. Só nas rodovias estaduais gaúchas foram 11 mortos no mesmo período.
Fiquemos, pois, com os 379 mortos nas rodovias federais. É como se caísse um dos maiores aviões em operação no mundo e quase ninguém desse atenção. Porque o avião é um dos meios de transporte mais seguros, um acidente choca, comove e desencadeia uma investigação profunda para identificar as causas e impedir que o problema se repita. Os mortos no trânsito não resultam em uma foto de caixões enfileirados _ exceto quando o acidente envolve ônibus _ e acabam sendo tratados com a frieza das estatísticas: são 6.651 acidentes com 379 mortos, o que dá 41 vítimas fatais a menos do que em 2012.
Somos induzidos a achar que o número é bom, porque, afinal, a curva é decrescente. Além da redução em números absolutos, houve queda proporcional em relação aos veículos emplacados. Em 2012, foram 97,13 acidentes por milhão de veículos. Em 2013, baixou para 81,4 por milhão. Poderia ter sido pior, é verdade, mas os números são péssimos. Só nas estradas federais, 4.352 pessoas ficaram feridas. Isso é coisa que se comemore?
Desse batalhão de feridos, parte ainda corre o risco de morrer em consequência das lesões, outros ficarão incapacitados para o trabalho ou terão projetos interrompidos.
Quando se abrem os dados, fica claro que boa parte das mortes ocorreu por imperícia ou imprudência. Foram 83 em colisões frontais, 30 em saídas de pista, 24 por atropelamento, 17 em colisão transversal e 14 em capotamentos. O número de motoristas flagrados alcoolizados ou sem habilitação sugere que o caminho para reduzir os acidentes passa pela fiscalização e pela aplicação de multas, como fazem os países que conseguiram vencer a guerra do trânsito.
Rosane de Oliveira
Fonte: zero hora 03/01/2014

52 comentários:

nos"entas!!!! ( e feliz) disse...

Parece inacreditável .....um numero que não devia deixar ninguém indiferente.

Beijinhos

Claudete disse...

primeiro quero te agradecer pela fidelidade e companheirismo para conosco , segundo parabenizá-la pelo enorme serviço que nos presta através do seu Blog Ong Alerta. Realmente tudo se resume à falta de uma fiscalizaçõ mais eficiente e talvez , quem sabe, impossível de ser corrompida. Beijos amiga e Feliz 2014!

O Árabe disse...

Que inconsciência, não, Lisette? Que em 2014 a sua luta pela vida tenha resultados cada vez melhores, amiga; obrigado, bom fim de semana!

ONG ALERTA disse...

Para mim é um descaso em relação ao trânsito neste país, pessoas morrem a cada 20 minutos e nada muda, estradas, avenida e ruas uma vergonha, sinalização péssima e educação nem se fala, adultos são mais mal educados que crianças acham que sabem tudo e podem tudo....
Esta mais do que na hora do governo tomar uma atitude em relação ao trânsito só que nem conseguem tomar uma atitude em ralação a eles mesmos...vergonhoso.
Morre muito mais pessoas que imaginamos pois só computam quem morre no local do acidente e ai este numero sempre esta desatualizado....
Que país é este....

Van disse...

Olá Lisette

Um panorama assustador, do qual poucos tem consciência. Saber todos sabem, ter a real consciência, creio ser só os envolvidos diretamente com a questão do trânsito.

Este padrão precisa mudar, mais que assustar estes números sinistros precisam provocar mudanças de comportamento.

Beijos

Anônimo disse...

SOU DO BLOG FOLHAS DE OUTONO !!!!
Que bom a oportunidade que vc me dar de entrar no seu cantinho e poder admirar seus escritos...Desejo um ano bem mais cheio de realizações.
Amo ler tuas mensagens...Faz m bem imenso ao coração.
Lembre-se que breve te convidarei para o blog que estou a criar.
Bom fim de semana...
Severa Cabral (escritora)

http://severaescritora.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

SOU DO BLOG FOLHAS DE OUTONO !!!!
Que bom a oportunidade que vc me dar de entrar no seu cantinho e poder admirar seus escritos...Desejo um ano bem mais cheio de realizações.
Amo ler tuas mensagens...Faz m bem imenso ao coração.
Lembre-se que breve te convidarei para o blog que estou a criar.
Bom fim de semana...
Severa Cabral (escritora)

http://severaescritora.blogspot.com.br/

Van disse...

Você disse bem.
"Que país é este"?

Um país onde a vida vale pouco, seja no trânsito, seja na crescente violência. Nenhuma atitude responsável e eficaz é tomada por parte de quem teria a obrigação de preservar a vida dos cidadãos, seja através da educação, seja através da lei e do rigoroso cumprimento desta, seja através da fiscalização.
As poucas atitudes que são tomadas por parte dos políticos visam promove-los.

Um país onde o povo é usado e abusado em todos os sentidos.

Onde a política é totalmente desvirtuada de seu fim e se presta a dar poder e riqueza aos pseudos representantes do povo.

Um país onde tanto faz viver ou morrer.

Dorli disse...

Oi Lisette,
Infelizmente vivemos no país da impunidade em todos os sentidos.
Aqui tudo pode. Por quê. Leis? Nem é bom falar
Vivemos num país do "salve-se quem puder"
Beijos
Lua Singular

Maria Célia disse...

Oi Lisette
Realmente é um absurdo, vendo o jornal na tv ontem à noite, fiquei abismada com o número de acidentes e vítimas fatais nas estradas de Minas, só num deles morreu uma família inteira, cinco pessoas, é muito triste e lamentável, e a maioria é por imprudência dos motoristas.
Beijo.

Vane M. disse...

Oi, Lisette, tem razão, somos induzidos a acreditar que é bom, que está tudo bem, mas não é bem assim, né? O ideal é que a prudência superasse a irresponsabilidade e o trânsito fosse, de fato, somente meio de transporte, não de mortes. Um abraço!

BIA disse...

Precisamos educar o povo e não eleger mais políticos corruptos... realmente Que país é este? A violência no trânsito, nas ruas e a corrupção é o que tem de pior no Brasil. Acho que falta muito amor na vida destas pessoas (cruéis e mal-educadas) quando tiverem mais amor em suas vidas sentirão vontade de espalhar isto ao seu redor ao invés de destruição...
Bom fim de semana Lisette!!!
Bjs :)

Ivone disse...

Minha linda amiga, seus posts são de grande esclarecimentos e alertam sim, mas acontece que os que cometem crimes no trânsito são pessoas inconscientes, acho até que nem sequer pensam, usam o carro como armas e é mesmo de chocar, bebem e nem sequer se preocupam com nada,que pena que é assim, muitas vezes é assim, bebida e direção não combinam, infelizmente é isso!
Abraços e tenhas um lindo ano minha amiga!

teca disse...

Inacreditável!

Beijos.

Criando Artes Carla disse...

Oi querida Lisette!
Estou aqui lendo sem acreditar nisso.
Desejo que neste novo ano as pessoas se conscientizem que não podemos viver com essa impunidade.
Quero agradecer por vc ter me encontrado e por eu ter conhecido seu blog.
Beijos no coração

Luconi Marcia Maria disse...

Boa noite, Lisette, meu anjo sumi por que fiquei sem net mais de três meses, devagarinho vou colocando as visitas em dia, quanta inconsciência até parece que passa batido, que o povo se acostumou, você tem toda razão, vamos ver se devagar sentimos melhoras, eu ando desacreditada do ser humano só quando acontece com eles mesmos é que percebem o mal que causaram isto se sobreviverem, pena.
Um lindo ano pra ti e que neste ano as luzes recaiam sobre nosso povo e quem sabe consigam fazê-lo mais responsáveis, beijos Luconi

Olinda Melo disse...


Uma tragédia nas estradas que parece não ter fim. E parece não haver maneira de sensibilizar as pessoas para este problema que ceifa tantas vidas, mormente em épocas como esta.

Minha amiga, Desejo-lhe um Bom Ano.

Bjs

Olinda

Anete disse...


É triste e desolador!
!!! Puxa, que 2014 traga algo de novo neste sentido!!!

Beijos e BOM SÁBADO!

Pérola disse...

Mortes desnecessárias.
É uma luta inglória, a da luta pela educação no trânsito

beijinhos

Maria Ferreira N. Vechi disse...

Olá
Realmente absurda a quantidade de vidas perdidas.Enquanto não houver profunda conscientização da população e empenho das autoridades, o cenário permanece.Que nesse novo ano tudo seja diferente.
Bjs

LUZ disse...

Oi, Lisette!

Houve menos mortos esse ano, mas continuam os comportamentos incorretos na estrada.

Bom fim de semana.

Beijos da Luz.

Luzes e Luares- novo post. Obrigada!

manuela barroso disse...

Um fim de ano com um balanço trágico
Mas nas festas aqui repetem-se os mesmos erros.
Bom Ano de 2014 querida amiga
Beijinhos

Eu...Suzana disse...

Lisette, tudo é muito assustador, e as pessoas a grande maioria delas não se conscientiza que é preciso ser responsável e dirigir com prudência num trânsito cada vêz mais louco. A cada feriadão ou saída de férias, onde a circulação de pessoas é ainda maior acontecendo mais tragédias, seres humanos se transformam em estatísticas e gráficos; é a banalização da vida. De verdade, não sei como vai ser daqui prá frente, mas acredito que será sempre pior, infelizmente, se nada mudar e se continuarmos a agir e pensarmos assim.

Lua Negra disse...

Passando para te desejar um ano bom e possamos ver esses números mudando e os motorista mais educados nas estradas.
Bjs

`⋎´✫¸.•°*”˜˜”*°•✫
..✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫
☻/ღ˚ •。♥ ˚ ˚✰˚ ˛★* 。 ღ˛° 。* °♥ ˚ • ★ *˚ .ღ 。
/▌*˛˚ ░ ░HAPPY NEW YEAR - 2014░ ░* °♥ ˚ • ★ *˚ .ღ 。
/ \ ˚. ★ *˛ ˚♥♥* ✰。˚ ˚ღ。* ˛˚ ♥♥ 。✰˚* ˚ ★ღ ˚ 。✰ •* ˚ ♥♥"

Cidinha disse...

Olá, amiga. Vc disse muito bem: Parece que todos estam anestesiados com tanto acidentes, e tudo isso torna~se frio. Lamentável tantas vidas perdidas!! Desejo um 20014 de paz, saúde e prosperidade para vc e todos os seus. obrigada pelo carinho e que continuemos juntas agora em 20014! Bjosssss e boa semana.

✿ chica disse...

Incrível e lastimável tudo isso! beijos,tuuuuuuuudo de bom,chica

Cristi@ne disse...

Meus Deus, onde vamos parar com tantas imprudências... pq para mim é só imprudências... inacreditável... Deus nos guarde...

Querida, uma ano novo cheio de alegrias e novas realizações... tudo de bom e que Deus te abençoe e a sua família... bjinhos com carinho.

Cris

Filha do Rei disse...

É realmente incrível, aqui no Rio Grande do Sul os mortos em acidentes neste fim de ano aumentaram .Precisamos urgentemente de leis rígidas.Tenha uma semana abençoada.Bjs

Lidia Ferreira disse...

Tudo parece estar tudo igual , tudo muito triste .
O que você acha da nova leia que esta para ser votada
Que quem for culpado terá que pagar pensão, e alem de pagar as despesas medicas
Sera que essa lei sai?

ॐ Shirley ॐ disse...

As coisas ruins se intensificam, lamentavelmente...
Beijos!!!

ValériaC disse...

É lamentável e fica ainda mais triste ver o quão pouco efetivamente é feito para que isso mude.
Beijos e boa semana amiga,
Valéria

Camille disse...

gente nao tinha ideaia desses dados!
bjs

Sachê e Bombom

meus instantes e momentos disse...

as pessoas não reparam essa quantidade absurda de pessoas perdendo a vida.
O que o governo não faz em relação ao transito é doloroso e cruel. Um descaso total. Uma pena.

O Sibarita disse...

Ô dona moça! kkk Que ABSURDO, HEIN?

Pois é! Enquanto não houver conscientização de que carro é para se deslocar, para nos levar a lugares e não uma arma mortífera as estatísticas tendem a subir de ano para ano infelizmente!

JUÍZO MEU POVO, VAMOS PRESERVAR VIDAS OBSERVANDO, SEGUINDO AS LEIS DO TRANSITO!

O Sibarita

Lu Citadin disse...

Uma Guerra diária!!!O que mais precisa acontecer para que se tome uma atitude,recirso existe não se tem é vontade de investir em estradas,educação,sinalização,melhores condições.

Anônimo disse...

amei o seu blog! te convido a conhecer a minha casinha. que seu 2014 seja abençoado!:)

Vera Lúcia disse...


Olá Lisette,

A situação é mesmo absurda e continua desoladora. Educação, prudência e consciência são indispensáveis nesta batalha. Governo e condutores de veículos devem fazer cada qual a sua parte, caso contrário o quadro caótico não será amenizado.

Continuemos a luta, torcendo para um cenário melhor e mais saudável no trânsito.

Beijo.

Profª Lourdes disse...

OLÁ AMIGA, MAIS POSTAGENS IMPORTANTES
SUCESSO!!
Grata pela visita, volte sempre, aquele cantinho é nosso. Abraços fica na paz de Deus.

Lucimar da Silva Moreira disse...

Isso é muito sério lamentálvio, Lisette passando pra desejar uma ótima terça-feira beijos.

http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Lisette. Triste demais são as estatísticas e saber que nada ou quase nada muda em relação aos crimes de trânsito.
Acredito como você, que para muitos, tornou-se banalidade, algo comum, esperado.
Surpresa será quando as pessoas realmente não se conformarem e fazerem alguma coisa para minimizar e muito essa situação, pois acabar, não creio, infelizmente.
Desejo que tenhas um abençoado e feliz 2014 com muita paz, saúde e fé!
Beijos na alma!

Maria José Rezende de Lacerda disse...

Olá amiga. Voltei das férias. Espero que tenha passado um ano novo com muitas alegrias.
Esses índices me assustam cada vez mais. Bjs.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Aqui em Portugal quando há operações
policiais,como Natal,Fim do Ano,
Páscoa, por exemplo, a Polícia
diz: morreram x pessoas, menos x
que o ano passado...
Parece que o que conta são as
estatísticas, não as pessoas que
morreram ou as suas famílias.
Beijinho
Irene Alves

Ailime disse...

Olá Lisete, desejo que em 2014 o número de vitimas seja cada vez menor e que cada um se capacite que a vida do outro é muito importante! A maioria se esquece dos outros e corre e ultrapassa e faz ziguezagues, incrível o que se vê nas estradas! Beijinhos Ailime

Sonica disse...

Excelente texto, Lisette, também tenho uma indignação enorme com o pouco caso com que se trata as rodovias do Brasil. Na minha cidade houve uma acidente horrível no mês de novembro, de trem, vc acredita? E falta de manutenção e de respeito pelo cidadão. Oxalá isso rude se transforme, bjs

Nilson Barcelli disse...

A sinistralidade rodoviária é pior e provoca mais vítimas que uma guerra...
Lisette, minha querida amiga, tem um bom resto de semana.
Beijo.

Araan disse...

Triste demais,
Continuemos a luta, torcendo para um cenário melhor e mais saudável no trânsito.
Beijos
http:\\blogaraan.blogspot.com.br

Sissym Mascarenhas disse...



Lisette, ouvi que dezembro de 2013 o índice de mortes nas estradas caiu em relação ao ano anterior, mesmo assim é uma barbaridade.

Bjs

SOL da Esteva disse...

Lizette, Querida

Qualquer número diferente do zero, é mau!
Acidentes, são isso mesmo. Imprudência é inconsciência.
Lamentáveis, os números divulgados.
Esperanças para um melhor 2014.


Beijos



SOL

Marineide dan ribeiro disse...

Que no ano que se inicia possamos ter forças para continuar lutando por justiça neste país...

Um grande abraço!

Marly disse...

Nossa, até quando? as pessoas têm de cair em si o quanto antes, para evitar estes terríveis acontecimentos.

Beijoca

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Venho agradecer a sua presença lá no meu cantinho, obrigada pelo seu carinho.
Feliz 2014! Que este ano venha coberto de muita paz e amor!
Perdoe-me pelo meu silencio.
Tudo do melhor para você.
Abraço amigo!
Maria Alice

Nal Pontes disse...

Tudo muito triste e desolador. Quem dera que as autoridades tomem providências. Abçs