Translate

sábado, 2 de junho de 2012

Beber e Dirigir

Adoro pegar o carro e sair com a família. Para mim isso sempre foi motivo de alegria. No entanto, este sentimento de felicidade tem se confundido cada vez mais com a sensação de medo e insegurança. Talvez o fato de estar ficando velho, não sei. O que acontece é que cada vez tenho achado mais complicado cada deslocamento.
É muito provável que a causa dessa transformação comportamental seja a exposição que a mídia tem feito acerca dos acidentes e mortes no trânsito. Exposição essa que acho justa, afinal de contas estamos realmente vivendo a época de uma guerra velada, não declarada oficialmente, mas que ceifa milhares de vidas a cada ano. E ninguém me tira da cabeça que os culpados são, única e exclusivamente, os motoristas. Cada vez que saio de casa assisto um festival de imprudências, negligências e arrogância. Sim, arrogância, a capacidade que temos de achar que estamos certos mesmo quando cometemos erros absurdos; a capacidade que temos de não aceitar o fato de não sermos perfeitos.
Uma das campanhas mais fortes expostas pelos canais de comunicação em geral é a respeito da bebida e da direção. A combinação mortal, mesmo (e principalmente) em doses pequenas, nos é apresentada diariamente a partir de todas as direções, da TV à internet; de outdoors às salas de aula de nossos filhos.
Não vou criticar aqui o que bebe e dirige porque ao arrogante não importam as críticas. O arrogante ao ser criticado vai beber mais uma latinha antes de pegar a direção, apenas para mostrar que é melhor do que o critica. De maneira alguma quero fazer parte desse tiro que sai pela culatra.
Contudo, às vezes tenho a sensação de ter superpoderes. De ver além do que pode ser visto, de racionalizar além da inteligência daqueles que são pagos por mim para perceber aquilo que lhes cabe. Sim, porque é só abastecer o carro em qualquer posto de gasolina de minha cidade onde haja uma única mesinha, para ver pessoas bebendo cerveja ao lado de seus carros. Não são casos isolados, é generalizado.
Sou obrigado a entender a lei, para não ser multado e para não expor minha família ao risco, mas não consigo entender que nenhuma autoridade tem poder ou capacidade para entender que um posto de gasolina abarrotado de pessoas bebendo ao lado de seus carros é uma bomba prestes a explodir. Será que serve como argumento dizer que após tomar sua cerveja o motorista vai ficar ali sentado até o álcool ser eliminado por completo de seu organismo?
A maior hipocrisia do mundo é fazer campanhas contra álcool e direção em um país que vende bebidas alcoólicas em postos de combustíveis, e ainda oferece o espaço para seu consumo! Ninguém compra bebidas em lojas de conveniência para beber em casa, para isto os supermercados de grande porte estão abertos sete dias por semana e os serviços de tele-entrega de bebidas funcionam 24 horas por dia, ambos vendem cerveja mais barato que os postos de combustíveis. A bebida oferecida nestes locais é para consumo de quem está ou estará em breve no carro. Que poderosa indústria de dinheiro mesmo é esta dos postos de combustível, que consegue fomentar um número absurdo de mortes a cada noite e mesmo assim continuar funcionando sem que ninguém tenha coragem de tomar qualquer atitude que ponha fim à venda descontrolada de bebidas aos motoristas.
De cá torço de coração que estas pessoas que bebem cheguem vivas em suas casas ao final da festa, que mais nenhuma pessoa inocente seja vítima desta guerra torpe. Mas a quem estou iludindo? Na próxima segunda-feira tenho certeza que mais uma vez vou ouvir, apavorado, a contagem assustadora de mortes no trânsito, enquanto os donos de postos estarão fazendo a contagem do lucro obtido com a venda de cerveja no final de semana em suas lojas de conveniência.
Conveniência, nunca um nome caiu tão bem a um tipo de estabelecimento comercial.
*Professor de informática e blogueiro
Fonte: http://www.zerohora.com/, 01 de junho de 2012
Leandro de Araújo*

35 comentários:

Magia da Inês disse...

¸.•°`♥✿⊱╮
❤♡
Olá, amiga!
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Minas.
°º °♫♫♪¸.•°`

ONG ALERTA disse...

Excelente texto, infelizmente no Brasil tudo é permitido até o que é proibido!
Nos USA para comprar uma bebida precisa mostrar identidade, claro que sempre tem que burle, mas no Brasil nenhuma atitude é tomada para diminuir estes acidentes, se gasta milhóes em anuncios em jornais, em politicos irresponsáveis e náo se gasta aonde deveria em EDUCAÇÁO, mas educaçáo para adultos e jovens porque o exemplo de irresponsabilidade vem de casa.
Os pais cometem infraçés e seus filhos sáo os maiores observadores, quando crescerem faráo igual>

Pelos caminhos da vida. disse...

Falta mais respeito ao próximo, mais educação no trânsito, consciência...

Bom fim de semana amiga.

beijooo.

Tetê disse...

Oi Lisette! Acabo de atualizar o EcoBlog. Obrigada pela visita! Beijocas ecológicas e bom final de semana! Tetê

Luciana Santa Rita disse...

oi querida,

Boa noite! Excelente texto do blogueiro. O que vemos é apenas incentivo a bebida e nunca o contrário.

Bom domingo abençoado!

Lu

Teresa Cristina disse...

Oie!
Adorei o depoimento!
Peço permissão para uma próxima postagem reproduzi-lo.
Bom fds.
bjs e paz!

Bia Jubiart disse...

Texto excelente para as autoridades e senhores que fazem as leis, repensarem sobre a condição de exposição do cidadão nas estradas/rodovias brasileiras...

Lisette, estou com umas imagens p/ te enviar, acho que vai te interessar, amanhã te envio...

Tenha um fim de semana relax!

Bjoooooooooo

alegria de viver disse...

Querida amiga

Muito obrigada.

Um lindo fim de semana.

Com muita alegria BJS.

Cidinha disse...

Oi, amiga. Boa noite e bom fim de semana. Estamos vivendo uma situação realmente difícil de se resolver. Não há respeito e conciência ao dirigir, o que se torna risco para o próprio motorista e outros. OLha: Conheço pessoas que se portam dessa maneira absurda. Bjos e obrigada sempre!

Eu.....Suzana disse...

Infelizmente no Brasil quanto mais se fala sobre isso mais acontece. O povo não tem educação pois aqui sempre existe o tal jeitinho brasileiro de se remediar tudo. Nossas leis são do tempo antigo feitas para quem roubava galinhas e era preso, precisamos fazer uma reforma penal urgente. Talvez assim, possamos mudar um pouco mais as mentalidades deste povo. Um grande abraço e um ótimo final de semana.

Gracita disse...

Olá Lisette
Excelente texto. Gosto da forma como aborda questões tão relevantes e cruciais para os cidadãos.
Que o seu dia seja bonito
Que o sol aqueça seu coração
Que haja alegria no seu olhar
E paz no seu caminhar.
Um ótimo domingo pra você!
Beijokinhas com afeto
Gracita

Luma Rosa disse...

Os grandes supermercados só estão vendendo bebida alcoolica para maior de idade e com carteira de identidade que é registrada na nota fiscal. Acho que logo chegará aos mercados menores. Em geral, os adolescentes bebem porque têm um beberão em casa que deu ou que dá mal exemplo, porque os pais ensinam a beber! Eles dizem aos filhos: Só quando for maior de idade! Quer dizer, a criança não bebe mas tem a promessa de que um dia vai beber. Então, os pais precisam repensar suas atitudes e parar de beber até cair na frente das crianças. Aliás, bebidas alcoolicas tem que ficar longe do raio do olhar da criança, assim reza a cartilha!!
Bom fim de semana!! Beijus,

Ana Bailune disse...

As pessoas não percebem o quanto a vida é preciosa e frágil, ao mesmo tempo, e que quando elas bebem e dirigem, estão arriscando não apenas as suas vidas; irresponsabilidade e egoísmo, com uma boa dose de imaturidade e até crueldade!

AC disse...

Um texto lúcido, a por o dedo na ferida.
Que viver é este, baseado na hipocrisia?

Abraço

MA FERREIRA disse...

Lisete..excelente texto..
Sempre bom refletir e ficar alerta!!

Beijos..bom final de semana..

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga um texto brilhante.
Bom domingo e uma excelente semana.
Beijinhos
Maria

Parole disse...

Sabe o que eu penso sinceramente, que falta educação dentro de casa.Lembro-me sempre de minha mãe dizendo: Vc pode fazer, mas não deve... Esse "não deve" cala fundo em mim até hoje...

Beijos, querida e bom domingo.

. intemporal . disse...

.

.

. é muito importante que a insegurança e o receio não tenham a capacidade de retirarem o prazer de conduzir .

.

. um abraço .

.

.

Kellen Bittencourt disse...

Olá Alessandra, realmente é uma hipocrisia vender bebidas alcoólicas em lojas de conveniência, ridículo, e a tal lei seca que nem se ouve falar mais affff Bjooooos

Clecilene Carvalho disse...

Falta cada um reconhecer e exercer a cidadania; falta amar o outro como a si mesmo, falta respeitar a si e aos outros.
Nossa! é muito triste viu.

Ps: muito bom o texto.

Samantha: disse...

A Paz de Jesus e o Amor de Maria! Tudo bem, Lisette? Espero em Deus que sim! Muito bom esse seu post! Boa reflexão! Obrigada por sua visita! Atualizei agorinha. Beijinhos e uma semana abençoada! Samantha

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

O que eu acho que falta no Brasil é punição severa para os que são apanhados bebados ao volante. Aqui, principalmente nos fins de semana os jovens não arriscam a saír dos bares com alcool, pois não há um que não tenha a polícia à saída. Eles sopram o balão e dependendo da quantidade já vão para a delegacia. Mesmo assim as mortes no trânsito por excesso de bebida ainda são muitas, mas penso que aí a fiscalização ainda é muito pouca. Vivi aí muitos anos e vou quase todos os anos ao Brasil e nunca se encontra um policial a parar os motorista para bufarem ao balão, coisa que aqui é frequente. Quando às vezes saio de manhã com o meu marido para dar uma volta e almoçamos pelo caminho, ele bebe água porque tem medo de ser parado na estrada para ser fiscalizado e a maioria faz isso, pois tem medo. Claro que ainda há os que se não importam e bebem, mas, a grande maioria evita, pois além de ser uma multa pesada, corre o risco de ir para a delegacia ou perder a carteira. Penso que proibir a venda de bebidas não resolve, pois o cidadão só aprende quando lhe tiram o dinheiro do bolso. Claro que muita da educação vem de casa; eu, quando os meus filhos tiveram carteirta, o primeiro aviso que lhes fiz, foi de que não toleraria ter de os ir buscar à delegacia por causa da bebida e nem multas por esse motivo.Penso que não foi só sorte, pois um já tem 35 anos e a filha tem 30; nunca foram apanhados com bebida em excesso, embora eu saiba que eles também bebem; o que lhes incuti foi que se tiverem bebido venham de taxi ou de carona, mas nunca a dirigir.Infelizmente ainda há poucos dias morreu uma universitária atropelada por um moço que, se não estaba bebado, ia em tão grande velocidade que conseguiu atropelar duas; uma ainda continua em estado grave e a outra já se foi. Enfim...uma grande tristeza, amiga. Um beijinho e parabéns pelos posts sempre muito oportunos
Emília

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Desculpa o erro, Lisette...estava....e não estaba
Bjos
Emília

Aline Teles disse...

Parabéns pelo texto e pela iniciativa. Tudo isso acontece pela falta de respeito ao próximo e leis brandas (sou jurista e tenho que afirmar isso). É uma vergonha a falta de segurança nas estradas gaúchas e brasileiras. Estou seguindo. Beijinhos.

Bandys disse...

Lizette amada,

Não entendo porque aqui no Brasil ainda se anuncia Bebida alcoólica na TV. è uma doga tanto quanto o cigarro.
Outra os carros de formula 1 são patrocinados por bebidas também, o que acontece??

Fique com deus , uma semana de paz e amor pra vc.

Beijos

Eliane disse...

Olá Lizete!
Agradeço a sua visita!
É um assunto muito importante.Falta responsabilidade e consciência.Falta de amor nem se fala porque essas pessoas não tem amor a si mesmos que dirá amor ao próximo!
Um abraço!

claudete disse...

Execelente explanação somente faço um adendo ao Professor , não se trata de "capacidade de ou para" é incapacidade mesmo de compreender onde fica o direito de cada um e o respeito ao do outro. E como tudo no brasil é devagar, pode ser que alguma autoridade assimile e metabolize este alerta contido no texto em relação às lojas de conveniência, a situação é a mesma em todo o país. Beijos Lisette.

http://claudiaymarques.wordpress.com/ disse...

Dirigir é realemente uma delicia..eu adoro...mas Lizete é verdade que esta muito insegura e falta muita educação no transito...e outras mil coisas..passo por apuros muitas vezes....beijos querida e boa semana para vc titi

Toninhobira disse...

A hipocrisia parece estar em todas campanhas nesta terrra.Seja da violencia, da intolerancia, do fumo, do alcool e até nas de defesa do meio ambiente.O governo é o primeiro a rasgar as faixas.Basta um olhar apurado para sentir a hipocrisia. Esta da bebida é a mais ridicula delas como bem o texto pontualiza.Aqui por todos os postos tem bebida farta e espaço para a pratica.Outra coisa amiga, era meu prazer anual pegar o carro e fazer a viagem para ver a familia em Minas, uma viagem de 1300 Km,vi coisas horriveis pela BR 116.Agora não tenho mais o estimulo, pois as armadilhas estão em cada curva, em cada manobra de malucos soltos pelas estradas.
Educação já e punição aos infratores por um transito mais humano e pacifico.
Uma bela semana voce e familia.
Meu carinhoso abraço de paz.
Bjo.

Marilu disse...

Querida amiga, tenha uma linda e abençoada semana. Beijocas

Fa menor disse...

Quando é que as pessoas aprendem?

ValériaC disse...

Que triste verdade... vivemos contrassenso em cima de contrassenso...
Boa semana,
Valéria

Tina disse...

Perfeito, cada letra.
Aqui em Salvador desde quinta passada se não me engano está proibida a compra em postos de gasolina e consumo no local de bebida alcoílica.
Muitos estão dizendo, achando que estão falando algo que preste: Isso não vai pegar! Não vai durar!
Eu espero que dure, se estenda, vire lei, seja fiscalizado, imitado, entendido e que os bons de algo tão óbvio, pequeno e tão grande, tragam a elucidação, a prática, os frutos do que é correto, sensato, racional.

Zilani Célia disse...

OI LISETTE!
SEMPRE COM POSTAGENS ESCLARECEDORAS E EDUCATIVAS, NOS LEVANDO A PENSAR EM NOSSAS PRÓPRIAS ATITUDES.
O CARRO, HOJE EM DIA NÃO É MAIS UM LUXO, É UMA NECESSIDADE, PRINCIPALMENTE PARA QUEM MORA EM GRANDES CENTROS E PRECISA SE LOCOMOVER DIARIAMENTE TENDO HORÁRIOS A CUMPRIR,MAS TEMOS QUE TER EM MENTE QUE TAMBÉM PODE SER UMA ARMA, APONTADA PARA NÓS MESMOS OU PARA O OUTRO DESDE QUE NÃO USADA COM A DEVIDA REPONSABILIDADE.
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

JUREMA disse...

Pena, que o tempo corre ....vidas e vidas são ceifadas diariamente....e nada muda neste país do faz de conta.....das mascaras para os desmascarados.....da irresponsabilidade para os egoistas que naõ se colocam no lugar do outro....
até qnd, vamos acompanhar tantas injustiças....qnts ainda terão que viajar antes da hora para o país dos esquecidos....até qnd.....
mas que bom que ainda existe gente com vasos cheios de esperança e na luta continuam seu trabalho de MOSTRAR A CARA PARA ESTE BRASIL DESIGUAL.....
parabens pela persistencia em seguir avante tão nobre trabalho .
abraços