Translate

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Em São Paulo, 88% dos acidentes de moto acontecem por imprudência!

Em 2014, 83 mil pessoas foram internadas no país devido a acidentes com moto. Em 6 anos, as internações aumentaram quase 150% na rede pública.


No começo da semana, o Jornal Nacional apresentou o resultado de uma pesquisa sobre o perfil dos motociclistas que se envolvem em acidentes no país.
Segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, quase 90% são homens. A maior parte, jovens que usam a moto para trabalhar.
O motociclista mostrado no vídeo invade a faixa contrária e trafega pela contramão por um quarteirão. Depois volta para a faixa dele. Em seguida, o motociclista entra na contramão mais uma vez, só para não ficar atrás dos carros na fila do semáforo.
Outro também se arrisca e passa perto de uma moto. Na disputa por espaço no trânsito de São Paulo, muitos motociclistas acabam sendo imprudentes. Andar acima da velocidade permitida é uma das infrações mais comuns.
“Esse mês paguei 800 reais de multa. Geralmente mais comum é velocidade”, conta o motoboy Diogo Correia da Silva.
E esses excessos assustam até quem usa a moto todos os dias.
“Tem lugar que você anda a 60 por hora e o cara está a 120. Ele está no máximo. Ele passa por mim que fico até com medo. Quase me atropela”, diz o motoboy Wilson Damião.
Os flagrantes não são restritos aos grandes centros. Em Caxias, no interior do Maranhão, capacete aprece ser um acessório raro. O motociclista mostrado no vídeo passou dos limites.
Tanta imprudência tem uma consequência grave: em 2014, 83 mil pessoas foram internadas em todo o país por causa de acidentes com moto. Em 2008, o número foi bem menor. Em seis anos, as internações aumentaram quase 150% na rede pública – acidentes que poderiam ser evitados se quem anda de moto tivesse mais cuidado.
Uma pesquisa do Instituto de Ortopedia do Hospital das Clínicas mostrou que 88% dos acidentes com motos em São Paulo acontecem por imprudência: 70% dos motociclistas atendidos no pronto socorro acabam internados.
E esses acidentes custam caro, bem caro. Em 2014, só o governo federal gastou R$ 111 milhões com os motoqueiros acidentados. Bem mais do que em 2008.
“Isso implica num longo período de internação, necessidade muitas vezes de várias cirurgias, necessidades de utilização de materiais de implante. Isso tudo, no final, representa um alto custo desses pacientes”, afirmou o ortopedista do Hospital das Clínicas de São Paulo Marcelo Rosa.
O Emerson sofreu um acidente em dezembro de 2014, quando estava saindo da casa de um amigo. Era noite e ele estava correndo. Passou por uma cirurgia e colocou 14 pinos na perna direita. Está fazendo fisioterapia há nove meses e parou de trabalhar.
“Se eu não estivesse correndo e não tivesse olhado pro lado, tivesse prestado atenção, eu acho que eu não tinha batido em nada. Eu tinha chegado em casa inteiro”, lamenta o manobrista Emerson Cruz de Sousa.

19 comentários:

Maria Adeladia disse...

Olá, querida. Como está você? Muito boa sua postagem e importante também. Aqui na minha cidade, os acidentes de motos são bem intensos! As pessoas geralmente são extremamente imprudentes. Que pena que muitos inocentes acabam pagando também. Linda, tenha um início de semana cheio de paz e muito amor. Beijos!!!

Élys disse...

Uma postagem muito importante, pois é sempre bom falar dos perigos existem por por imprudência.
Um abraço.
Élys.

Toninho disse...

Olá Lisette.
Coincidentemente ontem teve um acidente em São Paulo envolvendo grupo de motoqueiros sendo que três morreram devido o acidente com o motoqueiro da frente, devido a velocidade os de trás não tiveram como frear e assim perderam a vida.
Os números são horríveis, aqui em Salvador todo dia tem acidente e sempre são acusados de falhas de imprudências.
Penso que deve intensificar campanhas sobre estes condutores, pois só mesmo com muita educação muitos poderão preservar a vida.
A coisa está feia, muito feia em todo o país.
Um abraço e que Deus nos proteja das imprudências e irresponsabilidades no transito.
Bjs

Elvira Carvalho disse...

Não sei se em Portugal a média será igual mas que é alta pelos mesmos motivos, é
Um abraço e boa semana

Ana Bailune disse...

Acho que acidentes não existem; a vida não os admite. O que existe é imprudência, que pode acabar com a vida de muitos - até de quem não tem nada com isso.

Pedrita disse...

é q tem muita moto e muito trânsito. apesar de ser proibido, andam entre os carros e forçam quando quase nem cabem. e pela pressão das empresas que trabalham, querem fazer mais rápido e tb assim ter mais trabalho e mais dinheiro. muito assustador. beijos, pedrita

Mariana Moura disse...

Moto é um meio de transporte cada vez mais usado por enes motivos, mas infelizmente é muito perigoso, praticamente o piloto e/ou carona fica totalmente sem segurança (e solto) mesmo usando capacete. E a loucura do trânsito faz com que aumente os perigos.

Swonkie disse...

Enviamos um convite para o teu email :)

Swonkie disse...

Enviamos um convite para o teu email :)

Emília Pinto disse...

Triste realidade, Lisette! Os acidentes dão-se sempre por imprudência, Aqui, cai uma chuvinha e logo se vê um acidente; não importa se chove, se neva, mas a velocidade continua alta. Aqui as motos andam a uma velocidade tremenda e os acidentes também são muitos. Beijinhos, amiga e desejo-te tudo de bom.
Emilia

Dona GAM (GAM Dolls - 2) disse...

Boa noite, colega Lisette!
É uma estatística muito triste. Os motoqueiros costuram por entre os automóveis, buzinam sem parar e desafiam a vida. Sobra imprudência e falta consciência.
Postagem muito bacana. Parabéns! :)
Ei, moça!
Tem postagem novinha em "GAM Dolls (2)". Passe por lá e confira!
Ficarei feliz com tua visitinha e comentário, sempre tão gentis.
Tenha um ótimo fim de semana.
Abração pra você! :)

Graça Pires disse...

Dados inquietantes... É preciso prudência e cuidado.
Uma boa semana.
Beijos.

O Árabe disse...

Verdade, Lisette. E, infelizmente, nao so em Sao Paulo. Aqui, tambem, temos muitos motociclistas imprudentes! Bom post, boa semana.

pensandoemfamilia disse...

Ola querida.

Há muita irresponsabilidade entre os motociclistas. Minha filha quando tinha 28 anos foi atropelada jã chegando na calçada. O rapaz foi em cima possivelmente de propósito, tipo tirar fino, Ela caiu e teve fratura exposta e tece que por placa. Portanto, eles se arriscam como vc cita e expõem a vida do outro. Bjs

Vieira Calado disse...

E no automóvel é o mesmo...
Saudações poéticas!

Denise Carreiro disse...

É absurdo a imprudência dos motoristas, tanto de moto quanto de carro. Coisas que se as leis de transito fossem cumpridas, muitos acidentes seriam evitados. Muita paz!

Poções de Arte disse...

Infelizmente é a realidade.
Para mim, existe uma diferença: motoqueiro e motociclista. Os motociclistas usam suas motos com responsabilidade e obedecem às leis de trânsito. Já os "motoqueiros" se acham eternos, são extremamente imprudentes e não se importam com suas vidas e com as outras. Por aqui, é comum vermos os "motoqueiros" andando na contra-mão, na calçada, passando farol de pedestres no vermelho e parece que quando têm por profissão moto-boy, a maioria beira a delinquência...
Isso sem contar nos bairros nos finais de semana, que os menores pegam as motos com as menininhas na garupa e ficam subindo e descendo a rua estourando escapamento e empinando. Se esquecem que crianças e animais domésticos compartilham a mesma rua que eles.
Como sempre digo, um país sem educação e leis, gera cidadãos irresponsáveis - uma pena para tantos que perdem suas vidas assim.

Abraços e feliz dia.

lenalima disse...

Tantas coisas boas para gradecer.
Um Natal de muita luz e amor pra ti!

Que seja sempre Natal no coração das pessoas.
Que a esperança, o amor e caridade permaneça em cada ser humano todos os dias! bj

Marineide Dan Ribeiro disse...

No grande palco da vida passam-se os anos,
mudam-se os capítulos, trocam-se alguns atores
e alguns espectadores são substituídos, mas a
verdadeira beleza desta história está nas personagens
que permanecem nas cenas mais queridas.
A todas as personagens que estiveram comigo este ano,
que participam e participarão dos próximos capítulos
de minha vida desejo Boas Festas, Feliz Natal e um
Ano Novo cheio de paz, magia e esperanças!!!

Bjusssssssss