Translate

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Dono de carro que provocou atropelamento se apresenta à polícia, mas fica em silêncio.

Segundo delegado, empresário não admitiu nem negou ser quem dirigia o veículo no momento do acidente que deixou casal ferido no Parcão.

Por: Vanessa Kannenberg
04/04/2016

Dono de carro que provocou atropelamento se apresenta à polícia, mas fica em silêncio Ronaldo Bernardi/Agência RBS
Proprietário de Audi A5 não confirmou nem negou que era o motorista no momento do acidenteFoto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS




Na companhia do advogado Jader Marques, o dono do Audi A5 que provocou o atropelamento de um casal durante um suposto racha, na madrugada do último sábado, se apresentou à polícia na tarde desta segunda-feira. Thiago Brentano, 39 anos, é proprietário de uma produtora de vídeo e, segundo seu defensor, não confirmou à polícia se era ele quem dirigia o carro no momento do acidente, pois usou o direito de permanecer em silêncio. 
— Ele não quis prestar declaração. Se mostrou bastante abalado com o acontecimento e disse que vai falar só em juízo — afirmou Butarelli.
O advogado e seu cliente chegaram por volta das 14h45min na Delegacia de Trânsito, junto ao Palácio da Polícia, e saíram sem falar com a imprensa menos de 20 minutos depois. Segundo Marques, o dono do Audi "entregou todos os documentos e se colocou à disposição do delegado, mas só vai prestar depoimento ao juiz".
O caso é investigado pela polícia como lesão corporal culposa (sem intenção), com pena de detenção de dois meses a um ano, com agravante de fuga do local, além de possíveis racha e embriaguez, questões que o inquérito ainda vai apurar. 
Antes do acidente, a investigação aponta que o motorista do Audi estava em uma casa noturna localizada na Rua Silva Jardim. A polícia conseguiu imagens de monitoramento de sete empresas localizadas entre a boate e o local do acidente, o cruzamento da Rua 24 de Outubro com a Avenida Goethe.
— Vamos analisar as imagens para ver se realmente houve racha, se o segundo carro que aparece nas imagens (um Camaro) estava participando, ou se apenas o Audi está envolvido no acidente — afirma o delegado.
Segundo ele, o Camaro ainda não foi identificado. Peritos devem usar um programa especializado para tentar aproximar as imagens e tentar identificar a placa. Ao Instituto Geral de Perícias o delegado também requisitou que seja feita uma estimativa da velocidade em que os carros estavam, já que não há nenhum radar na região. O cálculo aproximado pode ser feito com a distância e o tempo percorrido no trecho do vídeo.
Outro exame que vai ajudar na investigação é o papiloscópico, que vai comparar as digitais presentes no volante e no câmbio do Audi com as de Brentano. Butarelli ainda confirmou que o proprietário está com a CNH suspensa e que, se for comprovado que ele era o motorista, o inquérito será remetido ao Detran, que pode abrir um processo de cassação da carteira de habilitação dele.
Na terça-feira de tarde, o passageiro do Audi deve ser ouvido na Delegacia de Trânsito. Considerado uma "testemunha chave", o homem, de identidade não divulgada, ficou ferido no acidente e permaneceu dentro do veículo, enquanto o motorista fugiu a pé. Ele foi atendido em um hospital e confirmou à polícia que vai prestar depoimento.
— Ele está na condição de testemunha, não de acusado, por isso tem o dever de falar e de falar a verdade — afirmou Butarelli.
Outras testemunhas já foram ouvidas, incluindo o motorista do táxi em que o Audi colidiu. Conforme o delegado, ele confirma que o veículo vinha em alta velocidade, mas não conseguiu reconhecer o condutor.
Outros depoimentos importantes serão os das vítimas, mas estes ainda não têm data marcada. Rafaela Cruz Perrone, 24 anos, segue internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Moinhos de Vento. O namorado dela, Thomaz Atillio Coletti, 25 anos, foi liberado do Hospital Cristo Redentor ainda no sábado pela manhã. O casal passeava com o cachorro quando foi atropelado na calçada do Parcão.

33 comentários:

ONG ALERTA disse...

Um absurdo aonde vamos parar....

✿ chica disse...

Revoltante isso! Até quando?

Mariangela do lago vieira disse...

Muito triste isto...
Revoltante essa não consciêntização!
Beijão!

Gracita disse...

É mais um caso absurdo e revoltante
Um condutor que dirige de forma tão irresponsável merece ter a CNH cassada
Uma semana iluminada Lisette
Beijos

Lucinalva disse...

Olá Lisette

Muito triste esta situação. Bjs querida.

Ivone disse...

As leis aqui têm tantas brechas que ninguém as respeitam!
Enfim...
Triste essa realidade, igual o que acontece com as torcidas organizadas em futebol, matam e saem impunes!
Que pena que é assim, que pena!
Abraços amiga Lisette!

Toninho disse...

Olá Lisette, mais um caso do absurdo dos absurdo com os acidentes frutos da irresponsabilidade. E neste caso corre-se o perigo de ver uma grande pizza, ou mesmo uma pena lavando privadas ou pintando paredes de órgãos públicos. Dá desanimo ver como as pessoas tem como se livrar de seus atos irresponsáveis.
Vamos crer na justiça para ver o que vai dar.
Ainda lembro do caso do carro que cortou outro em Parana como se fosse uma lamina e pelo vi, ainda nada pesado aconteceu ao infrator.
Que Deus nos proteja destes animais.

Um abração minha amiga.
Beijo de paz.

Vera Lúcia disse...


Desolador, Lisette.

Acredito que enquanto não houver leis mais severas a respeito, com ágil julgamento, a irresponsabilidade persistirá, causando grandes transtornos e dor aos respectivos familiares.

Beijo.

Crocheteando...momentos! disse...

Algo que nunca deveria acontecer!
Atropelar alguém...deve provocar uma sensação de desespero!
Bj amigo e obrigada pela visita

Crocheteando...momentos! disse...

Algo que nunca deveria acontecer!
Atropelar alguém...deve provocar uma sensação de desespero!
Bj amigo e obrigada pela visita

Cadinho RoCo disse...

Tudo muito triste e com a marca indelével da imprudência que não dá mais pra ser protelada pelas autoridades. Que tudo esteja sendo realçado pela luz da verdade.
Cadinho RoCo

Anete disse...

Puxa! Infelizmente!!
Um abraço

Ailime disse...

Boa tarde Lisette,
Muito triste tudo isso, que nem sempre é ajuizado de forma correcta.
Mas o que preocupa mais é a irresponsabilidade da condução.
Beijinhos,
Ailime

MARILENE disse...

Processos lentos que, na maioria das vezes, não resultam em punições eficazes. Mais uma triste ocorrência! Bjs.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, a falta de leis com prisão imediata até ir presente ao juiz faz falta, o dono da viatura é responsável pela mesma, como tal é detido para apurar a verdade, talvez o Brasil um dia mude a lei para responsabilizar.
AG

Zilani Célia disse...

OI LISETTE!
TOMARA QUE CONSIGAM APURAR LOGO ESTE CASO, QUERO MUITO SABER QUEM DIRIGIA ESTE CARRO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Élys disse...

Infelizmente coisas deste tipo vem e nos causa uma grande tristeza.
Um abraço.

Ailime disse...

Boa tarde Lisette,
Deixei um prémio no meu blogue sinais de esperança.
Beijinhos e bom fim de semana.
Ailime

Emília Pinto disse...

Olá amiga. É sempre muito triste ver o sofrimento causado por esses irresponsáveis do trânsito, gente que tem um audi, mas que não tem um pingo de educação, qualidade que o dinheiro não consegue comprar. Perante tanto descaso, pelo menos o teu post anterior nos dá alguma esperança; andar a pé ou de bicicleta só faz bem e se a segurança para essas pessoas tem aumentado, ainda melhor, pois incentiva outros a fazerem o mesmo. Obrigada, Lisette e fica bem. Desejo-te um bom fim de semana. Beijinhos
Emilia

Lu Citadin disse...

Enquanto a impunidade reinar a irresponsabilidade será uma constante.

Mirtes Stolze. disse...

Boa tarde querida Lisette.
Uma situação bastante delicada. Que a verdade vem a tona e a justiça seja feita. Não me sinto a vontade de julgar nada sem ter presenciado. Que Deus ampare esse casal fazendo o melhor para eles. Um feliz domingo. Enorme abraço.

Mirtes Stolze. disse...

Boa tarde querida Lisette.
Uma situação bastante delicada. Que a verdade vem a tona e a justiça seja feita. Não me sinto a vontade de julgar nada sem ter presenciado. Que Deus ampare esse casal fazendo o melhor para eles. Um feliz domingo. Enorme abraço.

ॐ Shirley ॐ disse...

Tomara o dinheiro não fale mais alto.
Grande beijo, Lisete!

Lucimar da Silva Moreira disse...

Que a justiça seja feita, na hora de atropelar eles estão bem ativos,quando a polícia prende eles não querem falar nada fica em silêncio, Lisette bjs.

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite Lisette.
Deixei um premio de Dardos para você no meu blog, pois esse blog é uma alerta para que no transito tem que ter responsabilidade e do valor de uma vida. Uma semana abençoada. Enorme abraço.

BIA disse...

Falta de respeito e responsabilidade neste País! Bom início de semana Lisette!

Bjs

Jaime Portela disse...

Pelo menos o dono do carro foi à polícia. Porque em muitos casos nunca mais se sabem quem foi que atropelou.
Boa semana, querida amiga Lisette.
Beijo.

Graça Pires disse...

Há muita falta de consciência por aí...
Beijos.

Arte & Emoçoes disse...

Necessário se faz maior intensidade na fiscalização e mais rigor nas penalidades.


Beijos e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado.

Aline Goulart disse...

As imagens desse acidente dá arrepios. Eu vi no jornal ontem. Mais um caso de imprudência. Até quando o ser humano vai continuar desrespeitando regras tão básicas e que todos conhecem? Triste! Beijinhos.

Marly disse...

Oi, Lisette,

Que situação mais revoltante, fala sério? É por isso que um trabalho como o seu é importante, essa gente tem mesmo de ser denunciada na web! Acho que enquanto existir a idéia de que rachas e coisas do gênero são "naturais" e não crimes, é preciso que a gente ponha a boca no trombone e mostre as coisas como elas são.

Beijoca

Mimirabolante disse...

Absurdo !!!!

Amiguinha, obrigada pela visita !!!
beijocassssssssssssssssssssssssss

pensandoemfamilia disse...

Não conseguimos captar esses absurdos que cotidianamente nos ameaça. A impunidade faz a manutenção disto.
bjs