Translate

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Colisões envolvendo ciclistas representam quase 10% das mortes no trânsito gaúcho nos últimos cinco anos


 02/10/2013 19h12 - Atualizado em 02/10/2013 19h28
site http://gaucha.clicrbs.com.br/

Estudo realizado pelo Detran/RS contabiliza 920 acidentes fatais envolvendo ciclistas em todo o Estado entre 2007 a 2012, cerca de 9% do total de mortes no período. Preocupado em reduzir esse índice, o Detran/RS produziu um material educativo com orientações tanto para quem dirige, quanto para quem pedala. O conteúdo foi desenvolvido em conjunto com ciclistas, que trouxeram para os técnicos da Autarquia os problemas vividos em seu dia a dia. 
O resultado foi um folder com formato de discos articulados. Os dois primeiros discos são direcionados aos ciclistas e os dois últimos aos condutores. A ideia é convidar a pessoa a fazer dois passeios, na carona de uma bicicleta e de um automóvel, se colocando sempre no lugar do outro. 

Além de trazer dicas de segurança os ciclistas, o folder também traz informações para o motorista conviver melhor com eles. Quem dirige deve sempre lembrar que o ciclista tem prioridade no trânsito. Mas quem pedala também pode, com suas ações, melhorar sua segurança e facilitar a vida do motorista, sinalizando com os braços as conversões, por exemplo. 

O material está sendo distribuído por cicloativistas em encontros e também nos Centros de Formação de Condutores (CFC), que também receberam material didático e orientações pedagógicas sobre os ciclistas para as aulas de primeira habilitação e reciclagem de motoristas. 
Ainda segundo o estado do Detran, pelo menos 84% dos acidentes envolvendo ciclistas foram colisões (64% frontais e 20% laterais). O estudo também mostrou que a maioria dos acidentes envolvendo ciclistas acontece nas noites dos fins de semana, e a faixa etária que concentra a maioria das vítimas está entre 40 e 59 anos. 


Com informações da Assessoria de Comunicação DETRAN/RS

Zonas Norte e Sul registram quase 80% das mortes de ciclistas
em Porto Alegre.


O número de mortes de ciclistas em Porto Alegre caiu quase pela metade nos últimos seis anos. Um levantamento feito pela EPTC a pedido da Rádio Gaúcha mostra que em todo ano de 2008 foram nove mortos em acidentes envolvendo ciclistas. Em todo 2012 foram cinco. A ocorrência das mortes se concentra nos extremos da cidade. Dos 42 acidentes fatais envolvendo ciclistas, 33 aconteceram nas zonas norte e sul. O ano de 2013 até agora registra seis acidentes fatais. Todos nos eixos norte e sul. O último deles aconteceu no dia 14 deste mês na avenida Baltazar de Oliveira Garcia, na zona norte da capital. João Laurentino de Oliveira da Rosa, de 55 anos, morreu ao ser atingido por uma caminhonete. A região onde João morreu é uma das mais violentas para os ciclistas. Para o presidente da Associação de Ciclistas de Porto Alegre, Pablo Weiss, o maior número de ocorrências acontece em função da diferença da necessidade de deslocamento dos eixos mais afastados.
- O que acontece é que nessas regiões (norte e sul) as pessoas usam mais a bicicleta para deslocamento, como uma forma mais rápida e mais barata de chegar a região central. O problema é que nesses locais estão as vias de maior movimento e maior velocidade. O que falta é uma campanha massiva de conscientização dos motoristas para que eles entendam que a bicicleta é um meio de transporte e deve ser respeitada - avalia Pablo
O levantamento também traz o horário de maior morte de ciclistas. Quase um quarto das ocorrências acontece entre 12h e 14h. O período da noite, entre 20h e 22h é o segundo mais violento. No site da Rádio Gaúcha há um mapa que mostra o local e o horário de cada uma das mortes nos últimos anos. 
Esse mapa será atualizado por nossa equipe a partir de hoje. 
 Porto Alegre descumpre lei e deixa de investir mais de R$ 3 milhões em ciclovias
O Plano Diretor Cicloviário sancionado pelo então prefeito
de Porto Alegre José Fogaçaem  2009 determina que 20% dos
 recursos arrecadados em multas de trânsito devem ser investidos
 em ciclovias e ações educativas. Em 2009, 2010, 2011 e 2012 a
lei não foi cumprida. No ano passado foram arrecadados R$ 35
milhões com infrações cometidas por motoristas. 3,5 milhões
foram destinados a vias específicas para bicicletas.
 É 10% do arrecadado, metade do que deveria ter sido aplicado.
 O diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Capelari, destaca que
 em 2012 ocorreram alguns problemas.

 02/10/2013 19h12 - Atualizado em 02/10/2013 19h28
 02/10/2013 19h12 - Atualizado em 02/10/2013 19h28


-- 
                          

47 comentários:

ONG ALERTA disse...

Como sempre acertado que para podermos ter ciclistas é preciso de maior Educação de motoristas, pedestres e ciclistas, pois para haver respeito deve haver responsabilidade de ambos.

Carolina disse...


Oh doce amiga, bom trabalho de conscientizacao, excelente!

Dorli disse...

Oi Lisette,
Ainda vai precisar morrer muita gente para quem sabe o Brasil se tornar um país mais ameno em acidentes. Por que será que a população do Japão é enorme? Poucos acidentes? É a educação rígida que não tem por aqui.
Eu morro e não verei nenhuma mudança, pois será cada dia pior.
Leis!Que as cumpram !
Beijos
Lua Singular

Lu Citadin disse...

Se cada um respeitar seu espaço todos ganharão.

Severa Cabral(escritora) disse...

BOM DIA MINHA QUERIDA !
HOJE O CONVITE VAI PARA PASSAR NO FOLHAS DE OUTONO PARA COMUNGAR DA MINHA ALEGRIA.
BJS MINHA FLOR !

Maria Alice Cerqueira disse...

Bom dia Lisette
Obrigada por compartilhar tao importante informação!
Infelizmente poucos comprem com seu dever, e por conta disso todos sofrem!
precisamos nos conscientizar que precisamos mudar, precisamos olhar mais para o bem de todos!
tenha uma linda de semana coberta de muita paz.
abraço amigo!
Maria Alice

Bandys disse...

Oi Lisette,

Acho que nos outros estados não é diferente. Aqui no rio ninguem respeita ninguem.


Fica com deus

beijos

Ilca disse...

Oi minha amiga,
Como sempre, informações importantes, muito boa a postagem.
Vamos torcer para que mudanças aconteçam.
Deus continue te iluminando! Sigamos sempre amiga, com a esperança de um amanhã melhor.
Um beijo com carinho.

Silenciosamente ouvindo... disse...

É um horror o número de mortos.
Eu sei que no Brasil existe muita
população de qualquer modo
esse número horrorizou-me...
Mas a amiga faz um excelente
trabalho de alerta/divulgação.
Desejo que esteja bem.
Um grande beijinho
Irene Alves

luna luna disse...

penso que estes ensinamentos devem de começar nas escolas com os pequeninos para aos poucos os irem moldando para a preciosidade que é viver e fazer viver
beijinhos

Maria disse...

Por aqui também há muito a fazer na educação de ciclistas e motociclistas...também temos um número exorbitante de acidentes que os envolvem!
Bjs
Maria

Clau disse...

Oi Lisette,
A ideia do folder é interessante e educativa.Gostei.
Se,condutores e ciclistas se colocassem sempre no lugar do outro,
haveria mais respeito e bom senso de ambas as partes.
Bjs!

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Aqui no litoral, a geografia é um convite a BIKE.
Infelizmente, eu não tenho coragem de andar fora do meu Condomínio.
Infelizmente as pessoas não se respeitam.
E consequentemente sobra para o ciclista, que se vê quase sempre em um passeio de alto risco.
Um beijo minha querida.
Wilma
www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

Lu Cidreira disse...

Praticamente em todas as capitais tem precariedade de ciclovias, a nossa por ex: está entre as piores.
Por isso tanto motoristas como ciclistas tem culpa nessa estatística.
Abraço

Beth/Lilás disse...

Lisette,
O país não está preparado e civilizado para receber ciclovias, não há respeito pelos ciclistas e as mesmas são estreitas e perigosas, geralmente muito perto do tráfego. Se um ônibus em alta velocidade, passa ao lado de um ciclista, pode derrubá-lo e causar uma morte repentina.
Na cidade em que moro, Niterói, existem muitas marcas de ciclovias, mas percebo no dia a dia, a total falta de respeito dos motoristas de automóveis em relação aos ciclistas, acho extremamente perigosas tais vias.
um grande abraço carioca


MARILENE disse...

Eu me surpreendi com a idade dos ciclistas atingidos, em São Paulo. Imaginava que as vítimas dessas colisões eram bem mais jovens. Gosto de me informar através de suas postagens. Bjs.

Vivian disse...

Olá, Lisette!

Os números assustam!Mas o que são eles para quem perde alguém que ama? mesmo se só tivesse 1 vida perdida, já seria muito.Responsabilidade e consciência urgente!!
Beijos!

A BETI disse...

Olá Lisette!
Quando tratarmos nosso semelhante como gostaríamos de ser tratados, aí sim viveríamos felizes!
Tenho esperança que esse dia chegue!
Um mega fds para vc!
Bjsssssssssssssssssssss

Ghost e Bindi disse...

Oi Lisette, esperamos que essas medidas ao menos venham amenizar toda essa violência, desnecessária no trânsito.
A pressa e a imprudência causam muita dor, podemos evitar tudo isso...lutar por uma humanidade mais consciente ao respeito com o nosso semelhante.

Abs

Ghost e Bindi

Brisa Petala disse...

OI QUERIDA
Vc como sempre passa sempre dicas de aprendizado.
Passando para agradecer sua presença no meu cantinho e pelo carinho com a amiga Marly. Um feliz fim de semana.Muito grata.Não são as coisas bonitas que marcam nossas vidas, mas sim as pessoas que têm o dom de jamais serem esquecidas! Tenha um ótimo dia... Amo sua amizade.
Ana

Lucinalva disse...

Olá Lisette

Muito importante conscientizar as pessoas. Bjs querida e um excelente final de semana.

Rosemildo Sales Furtado Furtado disse...

Oi Lisette! Tudo que vier para melhorar é válido. Isso, sem esquecer à importância do respeito mútuo.

Beijos e ótimo final de semana pra ti e para os teus.

Furtado.

José María Souza Costa disse...

Olá, bom dia.

Hoje, é sábado. Na minha Sampa, estamos na Primavera. Tempo de frio e ventos, tudo juntos e misturados. Mas, certamente não falta o aquecimento humano em quaisquer lugar, onde encontra-se uma Alma, amiga e admirável.
Por isso, desejo-te, um fim de semana bom. Com alegrias e contentamentos mil.
Além do meu Sentimento de Amizade. Saúde e Paz. Estou te esperando, para falarmos do " tempo", lá na minha página.
Um abraço, do tamanho dos seus sonhos.

Ailime disse...

Olá Lisette, plenamente de acordo com a sua mensagem! Todos devemos dar o nosso contributo para evitar acidentes e aqui entra e educação no respeito pelo outro e que se torna obrigatório privilegiar. Um beijinho e bom fim de semanan. Ailime

Fa menor disse...

Sempre a alertar!

Bj

Tetê disse...

Meu marido e a bike são como unha e carne. Se eu não brecasse muitas saídas dele de bike, ele nem usava o carro... mas é muito arriscado e eu fico sempre com meu coração na mão! Bjks e um abençoado final de semana! Tetê - Manancial

Flor de Jasmim disse...

Lisette minha querida, a educação nem todos a aceitarão, infelizmente ainda morre muita gente até que se comece a ter consciência e responsibilidades.

beijinho e ua flor

Vera Lúcia disse...


Olá Lisette,

Respeito e educação continuam sendo a chave para a melhoria na circulação segura de todo e qualquer veículo de locomoção.

Ótimo final de semana.

Beijo.

ॐ Shirley ॐ disse...

Os ciclistas. quase sempre, nos assustam. Lisette, beijos!

Nyce Pinto. disse...

Olá Lisette, você como sempre informando, conscientizando, convidando a responsabilidade e a educação no sentido mais amplo da palavra e muito respeito pela vida!
Abençoado final de semana, muita paz! Abraços...

Rita disse...

Que bom te visitar e e ver suas postagens tão boas...no bom sentido é claro...ajuda na conscientização das pessoas bjuss de boa noite e um lindo amanhecer

└──●► ¸.·*Rita!!

Lilá(s) disse...

Sem pre muito boas estas postagens, informações muito importantes! bater na mesma tecla é preciso...
Bjs

Magia da Inês disse...

°º °º✿✿
º✿

Bom domingo!
Bom início de semana semana!
Beijinhos.
♫ ¸.•°♫♫♫

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Olá Lisette, aqui encontro informações importantes que você divide conosco, obrigada! Todos estamos vivendo com muita pressa em tudo o que fazemos. Tudo incentiva para que algo dê errado e os acidentes acontecem.Realmente, deve haver com urgência mudanças, para que o trânsito não continue sendo um encontro desagradável.

O meu pensamento viaja disse...

Por aqui, já vão aparecendo as ciclovias, embora estejamos muito longe da evoluída Europa do Norte.
Beijo

Cidinha disse...

Olá, Lisette. È necessário sempre concientizar á todos no que se diz respeito a vida. Ainda chegaremos lá!! Agradeço o carinho sempre e desejo uma boa semana. Bjos!

Dorli disse...

Oi Lisette
Temos que ir à luta
Obrigada
Lua Singular

Severa Cabral(escritora) disse...

TRAZENDO MEU DESEJO DE UM LINDO DIA DE DOMINGO.ENCONTRO SEU TEXTO QUE É FENOMENAL NAS PALAVRAS.
APROVEITO E DEIXO MAIS UM CONVITE ESPECIAL:
O BLOG MILAGRE DO POETA DANIEL ESTÁ COM UM LINDO POEMA NOMINAL DEDICADO A NOSSA AMIGA BLOGUEIRA CHICA .CONVIDO PARA UMA FORÇA E APOIO COMENTANDO.
http://danielmilagre.blogspot.com.br/

O Árabe disse...

Mais um problema, Lisette, que só a conscientização resolverá. E um problema de vida ou morte, como sempre no trânsito. Boa semana, amiga!

Evanir disse...

Lisette.
Tudo teria que ser mudado até mesmo
carta de habilitação .
Na verdade só me da tristeza ver tantos jovens perder a vida.
As mães também morrem com tudo
isso .
Só Deus amiga fica com Deus.

BIA disse...

A informação ajuda a abrir a mente das pessoas!!! Parabéns pelo trabalho!!!
Boa semana Lisette!!!
Bjs :)

Marly disse...

Realmente, só um sério trabalho de conscientização, como este seu para mudar o comportamento de certas pessoas no trânsito.

Beijo e boa semana!

Minha vida de campo disse...

Olá, parabéns pelo interessantíssimo post, esse assunto tem que ser mais divulgado, os ciclista desconhecem as leis para lhe dar maior segurança. Aqui em nossa cidade é um horror, eles desrespeitam todas regras de trânsito. E os acidentes quase sempre são fatias.
Bjos e tenha uma ótima semana.

*Lela* disse...

Oi querida,

Saindo de férias, mas antes...

"Todo ser humano é um sonhador que carrega em seu íntimo desejos e ambições. Todo ser humano também é um realizador, um criador, aquele que vai além e transforma em realidade seus sonhos. Na vida devemos escolher entre o sonho e a realização, somente assim conheceremos a felicidade. Sonhar é ver o futuro, realizar é vivenciar o futuro. "

Beijus!

Celina disse...

Oi lisetti, um bom dia para vc, aqui nos domingos a turminha vão pedalar pela cidade, tem segurança mais mesmo assim fico preocupada, fico feliz que tenha diminuído por aí os acidentes de bicicleta. Um abraço carinhoso, Deus estará sempre contigo neste trabalho de salvar vidas. Celina

Trocyn Bão disse...

Olá amiga
Enquanto não tivermos leis mais fortes tanto para o rico e ou pobres,teremos um número cada vez mais de acidentes, pois já não basta mais educar, isso eles já estão cansados de saber que não leva a caminho algum.
Educar sim, mas que seja coberta com leis mais rigorosas


Abraços,
Trocyn Bão - thiago

Trocyn Bão disse...

Olá amiga
Enquanto não tivermos leis mais fortes tanto para o rico e ou pobres,teremos um número cada vez mais de acidentes, pois já não basta mais educar, isso eles já estão cansados de saber que não leva a caminho algum.
Educar sim, mas que seja coberta com leis mais rigorosas


Abraços,
Trocyn Bão - thiago