Translate

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Dcas de como reduzir o estresse ao volante

O fim do ano está chegando e, junto, a complicação do trânsito nas metrópoles. Calor, congestionamentos e correria nas ruas são ingredientes que aumentam o estresse de quem está ao volante. "Ficar parada no trânsito é o pior de tudo, fico ansiosa, irritada", diz a ortopedista Elaine Cristina Gonçalves, 38, que trabalha na Pompeia (zona oeste de São Paulo) e frequenta uma academia em Pinheiros (na mesma região).
 Ela chega a levar uma hora e meia para ir do trabalho à malhação. Para a psicóloga Cecília Bellina, o trânsito já é um agente causador de estresse por causa de todos seus sinais e regras e pela exigência de que nosso organismo fique atento para conduzir adequadamente um veículo dentro da lei, lidando com variáveis inesperadas.
A ortopedista Elaine Gonçalves diz perder a linha: "Se fazem algo errado na minha frente, reajo" "Juntando isso a situações como fechadas, congestionamentos e direção de risco, podemos virar uma bomba-relógio quando estamos no trânsito", diz a especialista. Elaine se enquadra no perfil explosivo. "Se fazem algo errado na minha frente, eu reajo. Se alguém me corta, eu dou um jeito de passar na frente depois", diz. Sintomas físicos Segundo o psiquiatra Júlio César Fontana Rosa, professor da Faculdade de Medicina da USP e integrante da Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), o estresse ao volante pode causar até mesmo sintomas físicos, como taquicardia, sudorese, queda de pressão e dores de estômago.
 "O motorista também pode ter um estresse silencioso, que no dia a dia vai se refletir em cansaço, dores musculares e insônia", explica. Mas como não se estressar ao volante? O condutor escolar Sergio Matavelli, 51, que há dez anos transporta alunos de uma escola particular em Santo André, dá a receita:
 "Eu sou calmo por natureza, penso que ficar estressado no trânsito não vai resolver nada. Se eu buzinar e xingar, as crianças vão ficar agitadas e assim não irei a lugar nenhum." Matavelli transporta 60 crianças nos períodos da manhã e da tarde e confessa que chega em casa cansado. "Eu costumo caminhar à noite para relaxar.
" O motorista de perua escolar Sergio Matavelli mantém a calma: "Se buzinar e xingar, as crianças vão ficar agitadas"
O motorista de perua Sergio Matavelli mantém a calma: "Se buzinar e xingar, as crianças vão ficar agitadas". Técnicas de relaxamento
O psiquiatra Júlio César Fontana Rosa afirma que o condutor deve pensar em vários fatores antes de sucumbir ao estresse. Primeiro, deve-se refletir sobre as consequências de atos impulsivos e os riscos de provocar ou aceitar provocações.
 "É preciso checar também se a ira que está descarregando tem a ver com a situação do trânsito ou se é o reflexo de outros problemas", recomenda o especialista. Segundo a psicóloga Cecília Bellina, para relaxar nessa situação de estresse o motorista pode desviar o pensamento (sem perder a atenção no trânsito, é claro), ouvir música ou utilizar técnicas de respiração e relaxamento. "Não dá para evitar o estímulo gerador de estresse, mas é possível lidar com ele de forma mais saudável", conclui. Alguns itens podem ajudar o motorista a diminuir a irritação diante de um congestionamento.
 Para Roberto Manzini, proprietário do centro de pilotagem que leva seu nome, o sistema de navegação por GPS, por exemplo, pode ajudar a fugir do trânsito parado ou evitar que o motorista se perca caso resolva desviar de congestionamentos. Um carro bem equipado também ajuda a aliviar a tensão no trânsito. Recursos como direção hidráulica ou elétrica, ar-condicionado e câmbio automático ou automatizado servem de alento na hora de enfrentar os congestionamentos.
Para Fontana Rosa, o sistema de som é um dos maiores aliados contra o estresse. "O motorista pode ter a satisfação de ouvir coisas que gosta, fazendo sua própria programação musical." O mais importante é manter a calma. "Mesmo que seja fechado ou alguém cole na traseira do seu carro, deixe-o passar. Não se abale", aconselha Roberto Manzini.
 Fonte:Agencia Floripa

39 comentários:

ONG ALERTA disse...

Todo motorista precisa ser consciente que quando esta no trânsito muita coisa pode acontecer, com responsabilidade podemos ter um trânsito sadio.

✿ chica disse...

Responsabilidade ,mais uma vez, chamada à atenção! beijos,chica

RioSul disse...

Uma postagem muito importante, devemos sempre estar atentos no transito e em qualquer lugar ...
Mas quem detem o volante de um veículo deve ter uma responsabilidade maior.

Minha amiga, como bem disse estamos nos aproximando do Natal e das festas de fim de ano, então pensando nisso fiz uma lembrança aos meus amigos/seguidores, nesse link se encontra o seu ... buque-o se assim o desejares.
http://www.riosul2012.com/2012/11/uma-lembrancinha-de-feliz-natal-3.html

Abraços
RioSul

ONG ALERTA disse...

Todo motorista precisa ser consciente que quando esta no trânsito muita coisa pode acontecer, com responsabilidade podemos ter um trânsito sadio.

Mariangela disse...

Todo motorista tem de ser responsável, atenção é tudo!
Beijos
Mariangela

Ana Bailune disse...

Sempre digo ao meu marido: quando estiver dirigindo e pegar um engarrafamento, pense: "estou dentro do meu carro, ouvindo uma musiquinha e confortavelmente instalado, enquanto muitos estão em um ônibus lotado, de pé, sem conforto e sem musica, morrendo de calor..."

lenalima disse...

Esses conselhos deveriam ser praticados por todos...mas infelizmente há muitos motoristas stressados e mal educados no trânsito.
o fator índole também influência muito.
esse feriado optamos por ficar em casa ...nada de estradas! bjsss

Lucimar da Silva Moreira disse...

Muito boas as dicas, quando chega o verão piora tudo no trânsito, o calor junto estressa muito os motoristas, Org lá no blog novo tem post novo se você quiser dá uma passadinha lá é só clicar no link abaixo, te desejo um ótimo feriado, fique com Deus beijos.
http://www.lucimarvirtual.blogspot.com.br/2012/11/caverna-da-flauta-reed-guilin.html

Por Amor disse...

Minhas Queridas excelentes sugestões...Mas aqui onde vivo a questão é o egoismo ...a falta de educação ...o respeito a vida ...Isso tem deflagrado reações absurdas...Onde se mata por um retrovisor quebrado...Quer dizer um retrovisor vale mais que uma vida humana ...e isso não existe um beijo grande pra vocês Pedro Pugliese

suzana ferrao disse...

Olá Lisette, estou passando para comunicar o meu novo enderêço de blog, pois o VIVÊNCIAS está sendo desativado. Se quiseres continuar como minha seguidora, o que me agradaria muito, acessa o link abaixo: www.sfersete.blogspot.com.br - VIVENDO A VIDA. Beijos!!

Tetê disse...

Oi Lisette! Ótimas dicas! Não é fácil encarar o trânsito nas grandes cidades! Bjks e bom feriado! Tetê - Manancial

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

sempre o mesmo problema, falta de responsabilidade.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Evanir disse...

Amiga Lisette!
Vejo seu cuidado em postar tantas informações realmente é sempre uma Alerta para todos nós.
Desejo um feliz feriado beijos,Evanir.

Flor de Jasmim disse...

Ai Lisette como é necessário consciência nas estradas, por aqui parece andar tudo louco mesmo.

Beijinho e uma flor

teca disse...

Responsabilidade no trânsito e com as vidas!

Beijos e flores.

Graça Pereira disse...

Manter a calma, é preciso!
Como diz o ditado "Mais vale perder um minuto na vida...do que a vida, num minuto"
Mil beijos
Graça

Zilani Célia disse...

OI LISETTE!
TOMARA QUE NESTE FERIADÃO, OS MOTORISTAS TENHAM EM MENTE TODOS ESTES CONSELHOS E MENOS MORTES NO TRANSITO SEJAM MANCHETES NA SEGUNDA FEIRA.
ABRÇS


zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Zilani Célia disse...

OI LISETTE!
TOMARA QUE NESTE FERIADÃO, OS MOTORISTAS TENHAM EM MENTE TODOS ESTES CONSELHOS E MENOS MORTES NO TRANSITO SEJAM MANCHETES NA SEGUNDA FEIRA.
ABRÇS


zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Valéria disse...

Oi Lisette!
Menina, quando se aproxima do natal o ar muda, os hrmônios das pessoas se intensificam, a gente sente no ar, é incrível. Parece que a buzina está colada nos dedos dos motoristas que não param de buzinar, as ultrapassagens são as mais absurdas , carros colados na traseira dos outro, é um caos. Que Deus nos ajude a ter muita calma!
beijinhos!

Luciana Santa Rita disse...

Oi Lisette,

Saudade das sua postagens, pois são sempre educativas. Esse texto ciu com uma luva, pois já fiquei como uma bomba-relógio no trânsito em decorrência de um congestionamento de 02 horas. Todavia, venho escutando mantras suaves que me fazem relaxar e penso que é importante para os motoristas em geral.

Bom feriado.

Anne Lieri disse...

Lisette,eu detesto buzina!Acho que não devemos buzinar por qualquer coisa!Aqui em Sampa o pessoal é bem stressado e mete a mão na buzina por qualquer coisinha!...rsss...bons relatos de motoristas e sempre é bom partilhar!bjs e bom feriado!

LUZ disse...

Um carro bem equipado, boa condução e consciencialização de todos os condutores, pode contribuir para o fim dos acidentes.

Beijo da Luz, querida.
Obrigada pela sua visita.

Lilá(s) disse...

Conselhos que deveriam ser praticados por todos os motoristas. Tanta falta de responsabilidade que se vê!
Bjs

Lu Cidreira disse...

Ah, pensou que se viu livre de mim! Não, estou aqui agora de novo.
Estava com saudades dos seus Alertas, fundamental para os desavisados, muito importante suas dicas e sugestões.
Abraço

JG Costa disse...

Ter calma no trânsito caótico que enfrentamos todos os dias é de fato muito difícil, mas extremamente necessário, se você quer chegar são e salvo, psicologicamente falando, ao término de sua viagem.
Eu sou tranquilo por natureza, não buzino, somente em último caso, procuro ser camarada e não fazer barbeiragens que irritem ninguém, procuro não ficar irritado com aqueles motoristas que tiram vantagens, forçando passagens, tomando a via toda, que dirigem lentamente buscando uma vaga para estacionar, etc.
O principal de tudo é quando não me sinto bem para dirigir, ou seja, estou com um problema para resolver que não sai da cabeça, não dirijo, vou a pé e assim resolvo duas coisas ao mesmo tempo: não atrapalho ninguém no trânsito por não estar concentrado o suficiente, e trânsito exige de você 100% de concentração; e na paz de uma caminhada sempre chego a uma solução para o problema que devo resolver, seja ele de que ordem for.

Abraços renovados e parabéns pela postagem.

Everson Russo disse...

Um belo dia de feriado pra ti minha amiga,,,beijos poemas e flores...

Cidinha disse...

Olá, amiga. Bom dia! Bom feriado! Obrigada pelo carinho. O trânsito é e será sempre um problema. Motoristas apressados, malcriados etc. È preciso ter uma dose de bom humor sempr.! Aqui, como em outras cidades é complicado cada vez mais. Ser conciente é importante! Um beijo carinhoso e ótimos dias.

Maria Adeladia disse...

Se os motoristas tivessem consciência que para dirigir é fundamental está bem psicologicamente, haveriam menos acidentes!

Lisette, bom feriadão e muitas felicidades, querida!
Beijos!

Antônio Lídio Gomes disse...

Oi Lisette. São dicas que quando seguidas, amenizam o stress e mais sofrimentos.
Beijos.

MARILENE disse...

É difícil (rss), mas temos que aprender a conviver com isso. O trânsito só tende a piorar. Bjs.

Clau disse...

Oi Lisete :)
Quem dera se todo motorista colocasse em prática essas dicas tão úteis...
Bjs!

Crista disse...

Temos que fazer a nossa parte,mesmo sabendo que por mais que se tente,o caos continua...mas teremos nossa consciência tranquila!
Fiquei muito feliz com a tua visita,minha sempre querida Lisette!

Vida & Plenitude disse...

Lisette, vim conhecer aqui e achei bem interessante!
Sim, para dirigir é preciso responsabilidade, atenção e domínio-próprio... Mesmo com todo trânsito, engarrafamento e estresse, é preciso ter consciência equilibrada!
Amor a vida, a si mesmo e ao próximo é o que é o que está faltando...

Um abraço

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

É um problema essa pessoas que perdem a calma no transito. Há muitas como essa D. Eliane que perde a cabeça, digo, por pouco. Muitas vezes isso é causado pelo facto de se achar melhor que os outros. Que importa se a ultrapassam? Que importa se fazem asneira? Claro, se fizerem uma que nos prejudique, podemos até dar uma buzinadela para chamar o condutor à atençaõ, mas não podemos ficar tão bravos. Costuma-se dizer que o ser humano quando está ao volante acha que é o " rei do mundo" e, penso que na maioria das vezes assim é mesmo. É isso o que eu considero na atitude dessa D. Eliane. Parabéns. Lisette pelo post. Um beijinho e um bom feriado que, como de costume, vai agravar a situação nas estradas.
Emília

Toninhobira disse...

O estresse no transito é perverso e perigoso,pois cria uma legião de barril de polvora,que vez ou outra explode em varias formas.Assim tem sido comum, mortes oriundas das divergencias no transito,onde o estresse é o elemento catalizador.Desarmar o espirito para dirigir tem sido uma preocupação dos orgãos envlvidos na humanização do transito,mas creio que ainda vamos velar muitas pessoas vitimas desta selva.
Carinhoso abraço Lisette.
Bom fim de semana e que Deus nos proteja.

Solange disse...

obrigada pela sua visita em meu parole..
aqui sempre com assuntos de maior interesse pra todos nós..

bjs.Sol

REINVENTANDO disse...

Realmente o trânsito é bastante estressante, mas sempre fico na minha quando vejo alguma situação que não está dentro das regras no trânsito e acontece comigo..não sei o que o outro motorista pode fazer. Não reajo a nada. Abraços. Sandra

Celina disse...

Oi amiga Lisette bom dia, precisa ter muita calma,para andar num trânsito congestionado, deixei de dirigir me poupando, a motorista é uma das minhas filhas. quando o esposo faleceu a primeira coisa que fiz foi vender o carro. Com o calor e buzinas não tem quem agoente. Um abraço fraterno Celina

Crista disse...

Passando só para mostrar que aqui estive.
Teu blog esclarece muito e alerta também.
Vou ser sincera:
Me dá uma agonia tão grande quando leio tuas postagens com essa falta de respeito a tudo...que chego a pensar que nada tem mais jeito.
Ainda bem que tu e outros blogueiros estão aqui para dar aquela cutucada nos baitas ignorantes.
Beijão...